30/04/2014

Only Best Friends Second Season: Capítulo 11 - YOU ARE A BITCH!

47 comentários: | |
Alguns dias depois
Duas semanas antes do dias das mães

Justin Bieber P.O.V
- Elas gostaram da música - falei sorrindo enquanto encarava a página do twitter em meu celular
- É claro que gostaram, Justin - minha mãe murmurou - Elas sempre gostam
- Porém - falei olhando para ela - nunca vou me acostumar
- Eu te disse que era o melhor a fazer filho, digo, fazer música. Você... - ela soltou uma risadinha e mordeu o lábio antes de falar -, fica muito inspirado quando esta com o coração partido, creio que suas melhores músicas são aquelas que você escreve nessa fase - abri a boca incrédulo e ela gargalhou
- Obrigado por me lembrar que estou de coração partido, dona Pattie - revirei os olhos e ri fraco 
- Não que suas outras músicas não seja boa - ela continuou me ignorando - Pelo contrário, são, tipo, muito boas Justin. Não quero que pense na possibilidade de você achar que eu não...
- Mãe! Eu já entendi! - a interrompi rindo e ela deu de ombros -  
Antes que Pattie pudesse responder, meu celular começou a tocar. Khalil, marcava na tela. Olhei para minha mãe e ela deu de ombros, como se não ligasse por mim atender ao celular
"- Diga bro! 
- Tenho que ser rápido por que eu to correndo - arquei a sobrancelha sem entender nada 
- O que ta pegando?
- Vai rolar uma festinha aqui em casa ás onze horas, aparece aqui - comprimi os lábios e cerrei os olhos, pensando 
- Eu...
- Qual é Bieber! - Khalil exclamou me interrompendo e eu revirei os olhos - É em comemoração ao meu aniversário 
- Cara seu aniversário é daqui a meses - ele gargalhou e eu permaneci sem entender nada
- Eu sei disso, mas sabe como é né, gosto de ser adiantado - neguei com a cabeça - To brincando Justin, to brincando. Vai ser uma festa qualquer, mas e aí? Vai vir?
- Acho que apareço aí depois - Khalil comemorou e eu soltei uma leva risada
- Beleza, o pessoal esta te aguardando ansiosamente - ele falou formalmente e eu ri, desligando o celular em seguida"
Ao voltar meu olhar para a sala, não encontrei mais minha mãe. Dei de ombros e me levantei e peguei a chave do meu carro. Iria dar uma volta. 

Katherine Collins P.O.V
- Você não pode fazer isso! - sussurrei em seu ouvido e ele deu uma leve risada - Mas quer saber de uma coisa? - dei uma leve mordida em seu orelha e passei minha mão pelo seu cabelo
- Diga minha doce 'Amy'!
- Eu não me importo nem um pouco - 'James' deu uma leve risada antes de nos virar naquela cama imunda - mas que nesse momento era um minúsculo detalhe - e atacar meus lábios vorazmente. Sua mão explorava meu corpo de forma selvagem, dando leves apertadas aqui e ali. Enquanto a outra, estava enroscada em meus cabelos os puxando vez ou outra. 
Murmurei algo desconexo quanto seus lábios se arrastaram para meus pescoço e deu leves mordidas. Comecei a deslizar minhas mãos em suas costas desnudas e arranha-las sem dó, recebendo em trcoca gemidos roucos e baixos. 
'James' puxou minha blusa para cima e observou meus seios - ainda cobertos pelo sutiã - e mordeu seus lábios descaradamente. Seus olhos deslizaram preguiçosamente ate os meus e eu arrepiei. Droga, agora eu entendia a beleza de um par de olhos azuis!
Empurrei seu corpo para trás e me sentei em seu abdômen, soltei uma leve risada e joguei meu cabelo para o lado mordendo os lábios em seguida
- Você é muito gostosa! - 'James' sussurrou me lançando um olhar malicioso. Espera, isso não estava no roteiro. 
- Seria possível eu me apaixonar por você em apenas uma semana? - demos risadas e voltei a selá-lo para em seguida deslizar minhas mãos ate o zíper de sua calça e abri-la rapidamente. 
- E CORTA! - Dylan gritou e eu suspirei alto, deixando meu corpo tombar em cima do de Ian, ele deu uma leve risada e acariciou minhas costas - FOI PERFEITO! DEMAIS IAN! COMPLETAMENTE EXCITANTE KATHERINE! - mordi os lábios e soltei uma leve risada
- Com o tempo você se acostuma! - Ian murmurou e eu sorri tombando para o lado
- Vou acreditar na sua palavra - sorri de canto e peguei minha blusa a vestindo, me levantei e caminhei ate meu camarim. Me joguei no sofá e fechei os olhos por longos minutos, ate o momento em que ouço a porta se abrir sorrateiramente e rápidos passos 
- SURPRESA! - aquela voz doce gritou e eu não pude deixar de sorrir. Me sentei e o peguei no colo, o beijando diversas vezes
- Como esta meu bebe? - perguntei apertando seu nariz e ele riu. Olhei para a porta e vi Pattie junto com Naomi sorrindo - Oi!
Caminhei ate elas e as abracei
- Mãe, mãe, o tio Ian me jogou lá em cima - Brian disse animado e eu ri - Você precisa ver, eu fui muito alto
- É mesmo? - ele assentiu e fez bico em seguida
- Não tão alto quando o papai me joga - sorri fraco pegando minha garrafinha de água e me virando para encara-lo - O tio Ian tem medo, ele é um medroso - dei risada 
- Por que?
- Ele acha que vai me derrubar - Bry deu de ombros e se sentou na cadeira que havia em frente a penteadeira com minha maquiagens - Ou que eu vou bater a cabeça no teto, ele é um bobão mãe
- Você é tão adorável Brian - murmurei fazendo Pattie rir. Meu celular começou a tocar e eu caminhei ate minha bolsa o pegue e o atendi assim que vi que era Chloe
"- Vai me dizer que me ligou só para saber como foi as gravações? - perguntei e ela riu 
- Não, não é isso
- O que foi então?
- Bem, eu resolvi tirar essa noite somente para mim, sabe? Eu e Jace discutimos essa manhã e ele... - suspirou e soltou uma leve risada - Ele simplesmente saiu com minha filha e não voltou ate agora e para variar ele não atende a PORRA DO TELEFONE
- Calma meu anjinho!
- Ok ok, provavelmente ele ira passar a noite na casa da mãe dele, e, detalhe eu vou ficar sem ver Jessie o dia todo e também vou ficar a noite sozinha. E então eu estava pensando se queria ir a uma balada comigo - dei risada e neguei mesmo que ela não me pudesse ver
- Não mi amore, eu não posso ir
- Por que Kath?
- Eu quero ficar com Brian e....
- Só essa noite, por favor. Eu quero respirar novos ares amiga, quero me divertir. E esquecer por uma noite que meu casamento esta uma merda - olhei para Pattie e ela arqueou a sobrancelha. "Ela quer sair comigo essa noite" falei sem deixar som algum sair. "Vá!" ela responder da mesma forma e eu sorri agradecida 
- Tudo bem, eu vou. Posso te pegar ai na sua casa
- OH MEU DEUS OBRIGADO AMIGA, sim passa aqui em casa lá pelas dez e meia, ok?
- Ok! - e desliguei o celular"
- Obrigado - sussurrei para minha ex-sogra e ela sorriu docemente 
- Você merece meu amor - sorri fraco 
- Naomi você não se importa de ficar essa noite com Brian?
- Claro que não dona Katheri...
- NÃO! Eu faço questão de ficar com ele Kath, pode deixar!
- Não sei o que seria de mim sem você - falei com a testa franzida fazendo elas rirem

(gente as próximas narrações serão baseadas assim; todas ao mesmo tempo, porem eu só vou mudar o lugar e o narrador. Tipo o que esta acontecendo em dois lugares diferentes ao mesmo tempo, ok?)
                                    
                                   Festa do Khalil                                   
 23:45PM

A música tocava de forma ensurdecedora me fazendo sorrir para as paredes e sentir a maravilhosa sensação de liberdade. Eu movia meu corpo ao ritmo do som e não me importava quando as mulheres se aproveitam de mim e passavam a mão pelo meu corpo ou simplesmente começavam a deslizar os lábios pelo meu pescoço. 
Que homem importaria?
Tomei mais um gole da minha bebida e gargalhei feito um idiota quando ela desceu queimando. Era bom ficar bêbado e esquecer de todos os seus piores problemas. Eu não ligava para nada naquele momento, nada a não ser na tesão que eu sentia. 
Empurrei as duas garotas que estavam se esfregando em mim e caminhei ate o bar, encontrando Khalil ali. Ele riu para mim e bateu em meus ombros
- É incrível como consegue deixar as mulheres caidinhas por você - ele falou e eu gargalhei
- Isso é para poucos - ele revirou os olhos e eu ri - Saca só eu vou te mostrar.... ai meu Deus - arregalei os olhos ao ver aqueles cabelos longos e escuros de longe
- O que é? - Khalil perguntou olhando para onde eu olhava
- O que essa piranha esta fazendo aqui? - murmurei com raiva e fechei os olhos e assim que o abri, quem eu mais queria que mantesse distância estava bem a minha frente
- JUSTIN! - ela gritou sorrindo e eu respirei fundo. É tudo culpa dela, lembre-se. É culpa dela
- Amanda...! - falei trincando os dentes

Marquee NYC (olhem isso)
(leiam escutando a música da letra aqui: Partition)

- KATHERINE NOSSA MÚSICA! - Chloe gritou e eu arregalei os olhos ao ouvir Partition tocando. Um sorriso malicioso tomou conta dos meus lábios - Temos que dançar
- Não, eu não vou dar uma de vadia - falei rindo e Chloe revirou os olhos
- Vamos vamos vamos - ela puxou meu braço e caminhamos ate o meio da pista, soltei uma risada e comecei a me mexer de forma envergonhada - Tá vendo aquele cara ali no canto - ela apontou para o canto da balada, onde tinha um homem nos encarando - Ele é um paparazzi
- Ah caramba!
- Não, não reclame. Apenas dança. Mostre não só para ele como para o mundo que você não é mulher que fica chorando por homem - dei um sorrisinho e comecei a me mover com mais vontade. 

Driver roll up the partition please

Driver roll up the partition please
I don't need you seeing 'Yonce on her knees'
Took 45 minutes to get all dressed up

***
Coloquei as minhas mãos nos joelhos e fui descendo lentamente ate o chão e depois subi novamente, fazendo Chloe gargalhar e se aproximar de mim para dançarmos juntas

- Assim nós vamos excitar qualquer um facilmente - dei risada e continuei me mexendo 

Oh there daddy, daddy didn't bring the towel

Oh baby baby we betta slow it down
Took 45 minutes to get all dressed up
We ain't even gonna make it to this club

***
Rebolei e depois joguei minhas mãos para o alto e enrosquei meus dedos nos fios de cabelo. Era tanto tempo sem dançar, era tanto tempo sem fazer o que eu mais amava nesse mundo. Eu me sentia livre de qualquer sentimento. Era apenas Katherine, voltando aos seus tempos de adolescentes. Muito antes de se apaixonar por um idiota e quebrar seu coração.


Take all of me

I just wanna be the girl you like
Girl you like
The kind of girl you like, girl you like
Take all of me
I just wanna be the girl you like
Girl you like
The kinda girl you like
Is right here with me

***
Est-ce que tu aimes le sexe?
Le sexe, je veux dire l'activité physique, le coït, tu aimes ça?

Tu ne t'intéresses pas au sexe?
Les hommes pensent que les féministes détestent le sexe
Mais c'est une activité
Très stimulante et naturelle que les femmes adorent


Dei risada ao ouvir o seguinte trecho e mordi os lábios rindo. Quando finalmente a música acabou, olhei para Chloe e demos risadas juntos

- Céus, estou me sentindo como uma adolescente
- Isso é apenas o começo da nossa noite, babe! - Chloe murmurou caindo na gargalhada em seguida

Festa do Khalil
01:32AM

- Ai eu disse isso para ele sabe? Não queria namorar sério, esse não é o meu forte
- Deve ser por isso que você decidiu destruir meu casamento né, Mandy – sussurrei debochado me aproximando dela – Jogando todo seu charminho para cima de mim e fazendo eu cair em tentação
- Oh Justin, por favor, você que não se controla – ela revirou os olhos e eu sorri com isso. Aquilo me fazia lembrar de Katherine e sua mania repetitiva.
- Assim como você né Mandy? – falei entrelaçando meus dedos em seu cabelo e aproximando nossos lábios. Ela se arrepiou e arfou, fiquei completamente satisfeito com isso – Você não consegue se controlar quando o assunto é Justin Bieber. Eu sou um poço de perdição para você
- Com certeza – ela falou sorrindo maliciosa – Você é tudo para mim JB, um homem e tanto
Sorri para ela e dei um leve selinho em seus lábios
- Que pena! Por que você não se passa de uma vadia para mim!
E assim eu me virei e sai andando.

Justin Bieber P.O.V
Dia seguinte, 08:09AM

Eu encarava meu celular com ódio, estava a centímetros de taca-lo na parede e arrancar meus cabelos. Como? Como pode uma coisas dessa estar estampado na internet?
Katherine Collins dança ao som de Partition em um balada.
Parece mesmo que o ex-casal Jatherine anda se provocando ultimamente. Pouco tempo atrás Bieber foi flagrado passando a noite em uma boate, e, agora Katherine se acabou na famosa balada Marquee em NYC nessa noite. Acompanhada de sua amiga Chloe Evans, Collins dançou sensualmente ao som de Partition da cantora Beyoncé.
Veja os vídeos gravados por pessoas que estavam no local, logo abaixo.E aí? Qual será a reação de Justin ao ver isso?

- HÁ! Com certeza boa que não é – murmure raivoso antes de pegar a chave do carro e partir em direção a casa de Katherine.
[...]
- O que você faz aqui ás.... OITO E MEIA DA MANHA JUSTIN? – Katherine gritou e eu a puxei pelo braço ate a sala – QUAL O SEU PROBLEMA?
- CALA A BOCA! – gritei – Como você pode fazer isso aqui? – mostrei meu celular para ela e a mesma riu – Você esta rindo? É isso mesmo?
- Qual é? Acha mesmo que eu iria ficar todas as noites em casa. Faça-me mil favores Bieber
- Porra Katherine, você simplesmente não pode agir assim, sem ligar para o que as pessoas vão dizer
- Eu não ligo para o que vão dizer de mim – ela deu de ombros – Não estou nem ai sobre o que esta falando sobre mim, eu sei quem eu sou e todos os que vivem ao meu redor sabem quem eu sou. Para que eu iria me preocupar com o resto do mundo? – ri não acreditando e encarei seus olhos. Creio que os meus estavam marejados
- Você é mãe Katherine. MÃE. VOCÊ NÃO PODE IR PARA UMA BALADA – ela deu risada
- E daí que sou mãe, eu cuido muito bem do meu filho, não cuido? Eu preciso de tempo para mim também porra!
- VOCÊ É MÃE KATHERINE – repeti – E MÃES NÃO AGEM COMO VADIAS. VOCÊ ESTAVA AGINDO COMO UMA VADIA
Ela abriu a boca incrédula e no segundo seguinte eu senti meu rosto virar e arder. Ela havia me dado um tapa. Muito forte por sinal.
- Nunca mais repita isso – falou apontando para mim. Ela havia começado a chorar
- Você.Agiu.Como.Uma.Vadia – sussurrei lentamente -  É esse o exemplo que você da para o seu filho? Para o NOSSO FILHO?
- QUEM É VOCÊ PARA FALAR DE SER UM EXEMPLO JUSTIN? – ela gritou chorando desesperado – O PAI QUE TRAÍ A MÃE DO SEU FILHO DA FORMA MAIS DESCARADA DO MUNDO, O PAI QUE VEM AGINDO FEITO UM MOLEQUE RETARDADO?
- Não venha falar de mim – neguei com a mão – A errada aqui é você.
- Ah é? E por que? Onde você estava na noite passada? Com o seu filho que não é – encarei seus olhos sem responder – Você acha que não esta na internet também? Que não tem vídeos de você sendo encochado por varias mulheres ao mesmo tempo? Fotos de você passando as mãos no corpo de vadias e rindo com isso? Você acha que eu não vi isso? – ela sussurrou a ultima frase – Você acha que venho ignorando todas as burradas que você vem fazendo? Acha que eu ignoro as fotos de você beijando mulheres que não sabe nem se quer o nome? Sabe qual foi a minha reação ao ver o vídeo de você beijando a Amanda? – engoli em seco – Eu chorei como nunca, eu chorei mais do que quando eu vi você me traindo, quando a gente se divorciou ou ate mesmo quando o Brian me perguntou o por que de não estarmos juntos. Sabe o por que? Porque tudo o que eu sinto por você, esta guardado – ela respirou fundo – O amor que sinto por você nunca acabou, e isso não é bom para mim, por que ele me corrói por dentro. Eu odeio admitir isso mas... depois que ouvi você me chamando de vadia eu perdi toda a esperança de um dia ser forte o suficiente para te perdoar. Entenda Justin, eu nunca serei uma vadia, quando o único homem que me tocou em toda a minha vida foi você!


Hey meus amorecos, esta ai o capítulo que prometi no grupo do wpp. Decidi postar ele para recompensar a bosta que foi o capítulo 10. Espero que tenham gostado pq além de da trabalho para escrever ele, deu quatro páginas no word. 
Bom é isso aí e me desculpem por qualquer coisinha ok? Ok! :)
Beijookas e ate segunda


28/04/2014

Only Best Friends Second Season: Capítulo 10 - I want to see mom smiling

14 comentários: | |
           
            Justin Bieber P.O.V
Eu me remexia no sofá a cada dois segundos, enquanto Brian estava entretido com seu mais novo carrinho de brinquedo. Ele fez questão de que brincássemos por alguns minutos antes de irmos ao boliche. Minutos o suficiente para a mãe dele se arrumar e descer a escada, devidamente pronta. Com o vestido combinando com seus olhos azuis e um salto preto deixando-a de um tamanho adequado. 
Revirei os olhos e suspirei ao pensar que, bom, tudo aquilo não seria mais para mim. Katherine nunca mais se arrumaria para me agradar, talvez para me provocar, ma nunca, em hipótese alguma, para me agradar. Para mim. Ela havia se arrumado para o tal "amiguinho", que eu não faço questão de saber quem é. 
- Achei que já haviam ido – ela falou normalmente
- Brian queria que eu brincasse com ele antes – murmurei e ela deu de ombros – Mas acho que já podemos ir, né filho? Sua mãe tem um jantar agora – falei debochado e Katherine sorriu
- Seu sarcasmo não me atinge, Bieber! – falou sem tirar o sorriso dos lábios. Dei uma risada fraca e gesticulei para Brian com as mãos
- Anda filho, vamos! – ele se levantou e foi ate a mãe, dando um beijo em sua testa e sussurrando algo impossível para mim entender. Quando Brian segurou minha mão, o puxei ate a porta da sala e antes de fecha-la, me virei para Katherine – Bom jantar, - murmurei entre dentes – e..., você esta incrivelmente linda!
Depois de colocar Brian na cadeirinha e entrar em meu carro, comecei a dirigir ao centro de Nova York.
- Oh paiê? – Brian me chamou e eu o olhei pelo espelho – Quando vai me levar no estúdio de novo? – sorri para ele e passei a língua nos lábios
- Quer me ajudar a criar uma nova musica? – ele assentiu sorrindo fraco e suspirou
- Lá na escola, eles disseram que o dia das mães esta chegando – ele pausou e me olhou apreensivo – Eu queria fazer algo para a mamãe, queria fazer alguma coisa para deixa-la feliz!
Engoli em seco e controlei minha respiração, com tais lembranças

Flashback
- Ela ainda esta dormindo - sussurrei olhando em seus olhinhos -, mas isso não quer dizer que não podemos acordá-la, que tal? - Brian assentiu sorrindo e apertou o presente contra seu corpo. Sorri fraco para ele e abri a porta devagar, caminhamos ate a cama e ajudei Bry a subir na mesma, já que suas pequans pernas o impedia de fazer isso
- Eu  um beizu na mamãe, papai? - mordi o lábio segurando o riso, era tão engraçado a forma enrolada que ele pronunciava as palavras. Assenti e sorri quando ele fez tal ato. Kath murmurou algo e puxou mais o lençol contra si 
- Dê mais um - murmurei e Brian o fez. Dessa vez, Katherine abriu somente um olho e sorriu ao ver o filho sentado em sua frente, ela se espreguiçou e resmungou 
- O que é isso aí garotão? - perguntou sorrindo enquanto se escorava na cabeceira da cama, Brian riu fraco e estendeu o presente para ela
- Feliz dia das mães! - os olhos de Kath brilharam e em seguida se enxeram de lágrimas. Era algo simples aos olhos de qualquer um, mas para ela não era. Afinal, era o primeiro dia das mães que Katherine ouviu Brian falando com todas as palavras "feliz dia das mães!" Sorri assim que ela soltou um gritinho e abraçou o filho fortemente, enquanto seu queixo estava apoiado no ombro de Brian, seus olhos azuis deslizaram preguiçosamente ate mim e ela sorriu fracamente. Engatinhei ate ela, e, selei nossos lábios em um curto selinho
- Parabéns pelo seu dia - murmurei e beijei sua bochecha
- Obrigado meus amores! - ela se soltou de Brian e encarou o presente em sua frente 
- Plimeilo - falou Brian levantando o dedinho indicador - a mamãe tem que ver meu desenho 
- Anh e onde esta ele?
Fim do Flashback

Cocei a garganta e funguei mordendo o lábio inferior com força
- O que você quer fazer? - Brian deu de ombros e olhou para a janela
- Qualquer coisa - murmurou e pelo espelho pude vê-lo sorrir antes de se pronunciar - Só quero fazer a mamãe sorrir. De verdade!

Katherine Collins P.O.V 
- A comida estava divinamente maravilhosa! - falei com os olhos arregalados o que fez com que Dylan risse - Não ri, tá legal? Fazia meses que eu não jantava em um restaurante - murmurei fraco e ele corou entendendo o motivo real da frase
- Hum, como esta indo os ensaios? - perguntou mudando de assunto - Não conseguimos nos falar direito hoje mais cedo
- Esta indo bem - sorri - É tudo muito novo para mim, sabe? Mas acho que estou me dando bem com tudo isso. Sei que parece muito cedo mas não vejo a hora de sair o trailer e ver a reação das pessoas
Dylan riu e passou a mão pelos cabelos. De fato, não parecia, mas havia milhares de paparazzi na porta da frente - e não duvido muito de ter um aqui dentro.
- Isso é normal - ele deu de ombros -, digo, a ansiedade. É normal! Sempre fico assim também, mas confesso que estou mais animado com esse
- Por que?
- Não sei dizer bem o por que, mas... talvez seja por conta de que será um tanto quando polêmico - franzi a testa sem entender - O fato de você fazer um filme, vamos dizer, sensual?, irá chamar muita a atenção. Ainda mais quando o mundo inteiro quer saber o porque de... você ter se separado de Justin 
Soltei uma leve risada e dei de ombros
- Eu pensei muito antes de aceitar, Dylan. Não irei me importar com as criticas 
- Espero que continue com o mesmo pensamento quando o trailer for lançado, Kath. Não quero te assustar nem nada - ele riu - Mas acho que você ainda não percebeu o quanto pornográfico é o filme aos olhos do público para uma mulher que é mãe e tem menos de trinta anos. Será seu primeiro papel como atriz e....
- Jesus! - exclamei - Dylan você quer, por acaso, que eu desiste de tudo? - ele arregalou os olhos e negou - Eu já aceitei e estou animada, para de paranoia. - ele assentiu e corou - Aliás não será tão ruim assim... eu quero muito ter uma personalidade forte como a da minha personagem. Esse filme vai me ajudar, e muito. 
NÃO ME MATEM POR ESSE CAPÍTULO! Eu não sei oq esta acontecendo mais a minha criatividade esta sumindo, eu não consigo mais criar um enredo legal na história. Eu só sei como eles vão se acertar e não ta vindo nada para essas partes em que eles não estão juntos. Me desculpem por isso mas ta realmente dificil gente. Ultimamente eu estou com a cabeça no mundo da lua - ñ consigo levar essa frase a sério -, e deve ser por isso q eu não to tendo ideias para OBF e muito menos para Broken. 
Mas ok. DUAS MÚSICAS NOVAS GENTE! o.O Primeiro Hard 2 Face Reality que eu achei simplesmente linda e depois We Were Born For This que é muuuuuito fofinha :3
Bom é isso, ate a próxima segunda, gente. Beijooookas ;*

21/04/2014

Only Best Friends Second Season: Capítulo 9 - I don't love he

31 comentários: | |


Justin Bieber P.O.V
Tive que piscar diversas vezes para conseguir me acostumar com a claridade do quarto. Revirei na cama e levei um susto ao trombar com um corpo. Me sentei na maior velocidade e passei as mãos no rosto ao perceber onde estava
- Eu estou fu-di-do! - murmurei. Comecei a puxar as mechas de meu cabelo pelo motivo de estar nervoso e com vergonha de ter feito o que fiz. Puxei o lençol com força, fazendo a mulher - que por sinal eu não me lembro seu nome - levantar assustada
- Droga Bieber! Qual o seu problema? - comecei a vestir minha roupa rapidamente, enquanto a ruiva continuava em pé e nua em minha frente
- Da para você colocar a porra de sua roupa? - gritei
- O que? - ela riu incrédula - Se esqueceu que você a tirou desesperadamente na noite passada
- Cala boca sua vadia! - resmunguei fazendo uma careta - Não acredito que fui para cama com uma.... com uma prostitua
- Ate parece que nunca se deitou com uma - ela revirou os olhos e saiu rebolando para o banheiro.
Puta que pariu, onde eu fui me meter? Já estou ate imaginando o quanto vou ouvir não só da minha mãe como do Scooter também. Minhas fãs! O que elas vão pensar ao ver que eu... que posso estar me afundando e consequentemente a ponto de abalar minha carreira?
E Brian? Qual exemplo eu vou dar ao meu filho com o que eu fiz? E....Katherine!
Como ela vai me perdoar com isso? Como que eu vou ter chance de reconquista-lá quando a raiva toma conta de mim? Se arrependimento matasse...
- Oh Bieber, você me fez gritar tanto - a mulher falou manhosa enquanto vestia sua calcinha - Eu nunca senti tanto prazer como na noite passada - revirei os olhos
- Qual seu nome mesmo? - perguntei com a testa franzida
- Como você não lembra meu nome? - ela gritou nervosa - Tá legal você gemer o nome da sua ex-mulher quando transava comigo, mas, não lembrar o meu nome? É ANNIE SPARKS JUSTIN!
- Tanto faz! - falei antes de sair do quarto e bater a porta.
Não teria como eu sair pela porta do fundo já que minha Ferrari estava estacionada na frente da boate. E de qualquer forma eu já estava ferrado, o que adiantaria tentar me esconder dos paparazzi. O que tentar esconder um puta de um erro meu quando ele já estava feito.
Coloquei meu óculos escuro ao abrir a porta principal e comecei a correr ate meu carro quando os flashes me atingiram em cheio. Fiquei cerca de dez segundos tentando achar a chave em meus bolsos, quando achei, destravei o carro e entrei rapidamente. Sai dirigindo na maior velocidade possível, na tentativa, com certeza falha, de diminuir ao máximo que tirassem fotos minhas.
E mesmo depois de cometer mais um erro na porra de minha vida, eu tinha a esperança que pudesse ter Kath novamente para mim. Eu poderia falar com ela antes de qualquer coisa. Tentar explicar o que realmente havia acontecido e....droga! Isso não adiantaria nada, não quando já estava praticamente em todos os lugares e todas as rádios:
Justin Bieber passa á noite em boate. Pelo jeito começará tudo novamente...!

Katherine Collins P.O.V
- Isso aí Kath, agora passe a outra perna para o lado! - gritou Kenedy, minha professora de pole dance - ARRASOU GATA! - desci da barra rindo e respirei fundo. Céus! Como isso é difícil
- Estou indo bem?
- Bem? Você esta ótima! Só pelo fato de ser dançarina profissional, ajuda. Você tem força nos braços
- Que bom - murmurei - Não sei o que seria de mim se não tivesse
- Dylan estava tirando umas dúvidas comigo, - ela falou enquanto caminhávamos juntas para o vestiário da academia, especializada em pole dance - e ele me perguntou em quanto tempo você ficaria craque.
- E o que você disse?
- Que em um mês - ela deu de ombros -, mas depois de ver o que você fez hoje - ela arregalou os olhos e sorriu - Você será profissional se tiver quatro aulas por semana em cerca de duas semanas
- Uau! Achei que seria mais complicado
- Que nada garota! Isso significa que vocês iram começar a gravar em breve - sorri alegremente e fui tomar uma ducha.
[...]
- Kath! Kath! Kath!- alguém gritou quando eu parei em frente a farmácia, me virei e sorri ao ver Dylan
- Oi, como está?
- Bem, obrigado! Como foi a primeira aula?
- Muito bem - ri - A Kenedy disse que em duas semanas estarei craque
- Isso é uma ótima notícia - ele sorriu - De verdade! Bem Kath, eu queria te fazer um convite
- Humm convite? - arquei a sobrancelha e sorri - Manda!
- Quer jantar comigo essa noite? - soltei uma risada fraca e comprimi os lábios
- Isso é sério? - ele assentiu - Ah, eu aceito então. Eu acho!
- Uh que bom! Passo na sua casa ás nove ok? - assenti e franzi a testa
- Espera, você sabe onde eu moro? - Dylan riu alto
- Katherine, eu sou o Dylan Bremann - ele um beijo em minha bochecha antes de se virar e sair, me deixando com um sorriso de canto.
Entrei na farmácia e fui direto pegar o milagroso remédio da maldita cólica. Eu sentia como se a qualquer momento fosse parir um bebê!
[...]
"- Você entrou na internet hoje? - Chloe perguntou assim que eu atendi meu celular
- Não, eu estava na academia e cheguei em casa agora. O que aconteceu?
- Hum, nem sei se devo de falar.... - murmurou e eu revirei os olhos enquanto caminhava ate a cozinha para tomar meu remédio 
- Fala logo criatura!
- Tudo bem! Bom, hum, é... o, hum, o Justin passou a noite em uma boate! - parei o que fazia e esperei ela continuar - E tem muitas fotos dele, hum, caminhando em direção aos quartos com uma ruiva - engoli minha saliva diversas vezes, antes de respirar fundo e responder
- Mesmo? - perguntei baixinho
- Eu sinto muito! - Chloe respondeu - Não deveria ter te contado 
- Deveria sim, qual o problema? NÓS NÃO TEMOS MAIS NADA - gritei e no mesmo instante sentir meus olhos arderem. Droga! Por que eu iria chorar?
- Mas você ainda o ama Kath
- Não, eu não o amo! - falei e corri para meu quarto, ligue rapidamente meu notebook e entrei no primeiro site de fofoca que me veio em mente. Era verdade! Ele de mão dada com uma ruiva, ele cochichando no ouvido dela, eles trocaram beijinhos e caricias antes de seguirem para o quarto.Respirei fundo e ajeitei o celular no ouvido
- Eu não o amo - repeti - Eu já superei! O J-Justin não é mais meu marido, ele é apenas... o pai do meu filho 
- Kath - Chloe suspirou do outro lado da linha
- Não Chloe, eu sei sobre meus sentimentos. E outra, eu tenho um encontro essa noite! Um encontro com o meu chefe! - falei antes de desligar o celular"
Desci as escadas e fui ate a área de fora da minha casa, encontrando Brian e Naomi, a babá que eu havia contratado. Como eu teria muito tempo da minha vida ocupada de agora em diante, teria que ter alguém para ficar com meu filho. Não queria jogar ele todos os dias para a casa de Pattie.
- Oi mamãe! - Bry correu ate mim e abraçou minhas pernas. Me sentei no chão mesmo e envolvi seu corpo delicado
- Olá meu anjo! - sorri e dei um beijo em sua testa - Como foi seu dia?
- Legal! - ele sorriu e voltou a brincar. Me sentei na beira da piscina e fiquei o observando brincar com sua babá. Brian era a única razão do meu sorriso nos últimos tempos.
[...]
- Olhe ele rapidinho Naomi, vou abrir a porta - ela assentiu e eu corri ate a sala. Revirei os olhos ao ver Justin parado com as mãos no bolso - O que faz aqui?
- Posso entrar? - revirei os olhos e dei espaço para ele entrar. Brian apareceu e sorriu ao ver seu pai. Justin o pegou no colo e ambos começaram a conversar.
- Eu vou pegar o carrinho que eu ganhei papai! - Bry disse e saiu correndo escada acima
A sala ficou em silêncio por algum tempo ate Justin quebrá-lo
- Me desculpe pelo o que fiz, eu só estav
- Você não deve desculpas a mim - o interrompi negando com a cabeça - Você não é nada meu Justin, e a única pessoa que você deve pedir desculpas é á seu filho, suas fãs e principalmente a sua mãe - Justin abaixou a cabeça e suspirou
- Brian viu alguma coisa? - perguntou preocupado
- Não e não verá, ele não ligará a televisão por longas semanas - Justin revirou os olhos e suspirou
- Eu vou levá-lo para o boliche hoje, como prometi - assenti e cruzei os braços - Não quer ir com a gente?
Dei risada de sua pergunta e revirei os olhos
- Não me venha com essa Justin - sorri debochada para ele-, isso não irá funcionar
- Brian gostaria que você fosse
- Não só ele não é mesmo? - Justin engoliu em seco e corou - E eu tenho planos para essa noite, foi ate bom você aparecer e levar Bry para sair
- Planos? Que planos? - perguntou rápido fazendo meu sorriso aumentar mais ainda. Meu modo provocar estava ligado

- Vou jantar com um amigo meu! - dei de ombros e olhei para o relógio na parede - E uh! Eu preciso me arrumar! Bom passei com o Brian e ah! - levantei meu dedo indicador para ele - Nada de dar em cima de mulheres quando tiver com meu filho. E muito menos usá-lo para atrai-las - ele revirou os olhos, foi a última coisa que vi antes de seguir em direção ao meu quarto. Aliás, eu tinha um encontro. Precisava ficar bonita para Bremann!

Heeyyy girls, como prometido esta ai o capítulo. Eu sei que ficou pequeno mas eu tenho um motivo: meu tio estava de mudança, então todos os irmãos dele foram ajuda-lo com a transferência de móveis e tals. E bom eu tava inclusa no meio e fui ajudar a empacotar as coisas. E como eu escrevo o capítulo na hora, tipo, só quando vou postar, eu não consegui postar mais cedo. E poxa, eu acabei de chegar to morta de cansaço, me desculpem mesmo. 
Prometo que o proximo sera maior. 
Hummm, ontem no grupo do whatsapp, eu liberei os "postêrs" do filme que a Kath vai fazer. Bem, não é aquelas coisas, mas eu fiz quando estava sem nada para fazer e tals. 
Ta aqui os links, me digam qual é o mais legal. Não vou colocar em nenhum lugar e nem deixar como "esse é o original", é só mais por "diversão"
Bom, acho que não estou esquecendo de nada.... é!
Então ate a próxima segunda ok? Ok! Beijooookas :)

18/04/2014

Only Best Friends Second Season: Capítulo 8 - I will have sex

32 comentários: | |


Katherine Collins P.O.V
20:35PM
“- Você é uma vadia! – murmurou Chloe do outro lado da linha – Uma vadia com uma puta sorte – gargalhei
- Isso é só para divas, amiga! – falei sorrindo maliciosa mesmo que ela não pudesse ver
- Tá, eu não posso reclamar, Jace é tipo... um cara muito gostoso mas... IAN SOMERHALDER, KATHERINE? VOCÊ VAI BEIJAR O IAN – gargalhei mais uma vez – É, sei lá, o sonho de qualquer mulher nessa terra.
- Você tem razão... – ri e mordi os lábios – O cara é um gato! Mas Chloe... eu ainda estou um pouco receosa em relação isso, por conta do Brian, o que as pessoas vão pensar de mim? Eu vou, praticamente, fazer um filme pornô – tive certeza que ela revirou os olhos ou ouvir isso – O mundo ainda não sabe o porquê do meu divorcio com o Justin e....
- Kath para de ser boba, dane-se o que as pessoas vão pensar – ela me interrompeu – Você vai estar fazendo algo legal, você não tem vontade de atuar?
- Tenho – resmunguei
- Então! O que te impede disso? O que as pessoas vão pensar? – ela perguntou rindo fraco – O que importa amiga é quem você é. Se eu ou a sua família diz que você é incrível, é por que você é incrível! – sorri mordendo os lábios – Não liga para o que o mundo ira dizer...
- Obrigado – falei mais animada – Muito obrigado Chloe
- Não tem que agradecer – ela murmurou risonha – É o meu dever te animar!
- Mesmo assim – dei de ombros e suspirei – Vou desligar agora, ok? Um beijo
- Tchau sortuda! – ri e desliguei o celular”
Encarei o teto do meu quarto e torci os lábios. Chloe estava certa. Eu não tinha que me preocupar com poucas coisas. São pequenos detalhes. O mundo ainda não sabia sobre minha atuação no filme “The Mistress” muito menos que ele estava a caminho da produção.
Dylan disse que só ira começar a divulgação quando estivesse próximo do lançamento do primeiro trailler. Mas acho que muito antes começaria a sair boatos. Enfim, estava ansiosa para essa próxima etapa da minha vida. Eu teria pouco tempo para pensar em... em como me sentia sozinha ultimamente. Teria pouco tempo para ter receios de me aproximar do sexo oposto.
O tempo tinha passado, claro. Dois meses. Mas ainda não foi o suficiente para me curar cem por cento. Porem, eu já podia perceber que não precisava dele para sobreviver. Dele e de homem nenhum. Eu me sentia independente, e isso me tornava mais confiante. Eu consegui botar mais fé nas coisas que eu fazia. E sem duvidas algumas, eu estava colocando muito fé nesse próximo trabalho.
Meu celular apitou em sinal de mensagem, o peguei no criado-mudo. O nome de Dylan piscava na tela. Não hesitei de abrir e ler a mensagem:
“As gravações começam amanha. Esteja no estúdio ás nove em ponto!
Xoxo, Dylan”
Mordi o lábio inferior e soltei uma leve risada. É, não tinha mais volta.
[...]
08:40AM
- Bom dia Pattie! – falei sorrindo
- Olá querida! Entra! – ela deu espaço e pegou Brian o enchendo de beijo – Você já precisa ir né?
- Sim, ainda falta vinte minutos mas não quero chegar atrasada – ela assentiu
- Tudo bem, pode ficar tranquila em relação ao horário viu? – sorri agradecida – Daqui a pouquinho Justin chega, ele saiu cedo para ir ao estúdio. Ele tem muitas musicas novas – falou distraída enquanto colocava Brian no sofá – Oh desculpe, sei que isso não é do seu interesse
- Tudo bem – ri sem graça – Eu preciso ir agora – dei um beijo na testa de Brian e a abracei – Obrigado
- Não tem que agradecer
- Posso te pedir um favorzinho? – ela assentiu – Não comente nada com o Justin, sobre eu... atuar?
- Como quiser – suspirei e finalmente sai de sua casa.
Faltava exatamente um minuto para ás nove, quando eu estacionei meu carro em frente ao estúdio de gravação. Caminhei nervosamente ate a entrada e me dirigi ao local onde a secretaria falou. Encontrei uma enorme equipe preparando os devidos equipamentos apressadamente.
- KATHERINE! – dei um pulo assim que Dylan apareceu em minha frente, ele sorria alegremente – Me desculpe!
- Por onde vamos começar?
- Calma apressadinha – ri – O Ian ainda não chegou – assenti e olhei para os lados – Esta nervosa?
- Sim – ele riu – Dylan...no roteiro diz que, Amy, é dançarina de pole dance – assentiu – E então....? Eu não sei fazer aquelas coisas doidas
- Pode ficar tranquila Kath – falou risonho -, você terá aulas profissionais
- Oh que alivio! – suspirei passando as mãos em meu cabelo – E hoje faremos algo básico?
- Isso! Basicamente será mais um... resumo de como imagino as coisas. Não é oficialmente o inicio das gravações
- Ok!
- O Ian acabou de chegar – murmurou olhando por cima do meu ombro. Virei meu rosto e não pude deixar de morder os lábios. É o que dizem, Somerhalder é muito mais sexy pessoalmente!

Justin Bieber P.O.V
21:45PM 
- Você roubou seu pestinha! – grunhi incrédulo
- Claro que não, pai! É você que não sabe jogar – falou debochado
- Desisto dessa porcaria! – me levantei e segui ate a cozinha. Brian me seguiu e se sentou no balcão – Ta com fome? – assentiu – Que tal pedirmos uma pizza?
- Pode ser! – peguei o telefone e fiz o pedido. Em minutos já estaria em casa.
Abri a geladeira e peguei uma garrafa de coca-cola. Coloquei para nós dois e me sentei de frente para Brian. Enquanto o silencio reinava no ambiente, eu observa o copo em minhas mãos e ficava imerso em diversos pensamentos.Quando soltei um longo suspiro, Bry me olhou com a testa franzida
- O que foi papai?
- Nada não, filho – murmurei e tomei um gole da minha coca
- Você esta triste – falou e dei uma leve risada. Brian parecia gente grande conversando
- Só sinto falta da sua mãe – falei simples, mesmo sendo um assunto delicado para mim
- Eu ainda não entendi porque vocês não estão mais juntos pai – falou e fez um bico, sorri de canto
- Fiz coisas erradas – engoli em seco -, coisas que deixou sua mãe muito triste
- Que coisas?
- Coisas de adulto filho – me levantei e escorei-me na pia – Mas não precisa se preocupar com isso, tudo bem? – ele assentiu. Cerca de quinze minutos depois a campainha tocou, fui ate meu quarto e peguei minha carteira. Corri ate a porta da sala e a abri, esperando ser a pizza, mas era Katherine - Uh! Oi!
- Oi - murmurou - Brian esta dormindo?
- Não, estávamos esperando a pizza. Achei que fosse ela. Entra! - dei espaço para Kath e ela entrou - Bry esta na cozinha - Katherine seguiu ate lá sem dizer nada
- MAMÃE! - ouvi Brian gritando. Estava voltando para a cozinha, quando novamente a campainha tocou. Atendi e dessa vez era a pizza. 
Depois de pagar o devido preço, voltei para a cozinha e coloquei a embalagem em cima da mesa
- Hummm esta cheirando! - Brian falou e eu sorri. Arrumei a mesa e me sentei na mesma cadeira que estava sentado antes
- Quer comer? - perguntei para Kath, ela deu de ombros e se sentou ao lado de Brian
- Estou morrendo de fome - ela se serviu e começou a comer. Brian tentava fazer com que surgisse um diálogo entre eu e Katherine, mas, como já era de se esperar, ela nunca prolongava nada. 
- Onde você estava mamãe? - falou Brian, por fim, depois de nós três já termos comido
- Trabalhando - falou olhando em seus olhos
- Trabalhando? - perguntei sem entender - Em que?
- Coisas minhas - falou curta, suspirei e passe as mãos em meu cabelo - Acho que é melhor irmos, hein grandão?
- Ah não mãe, eu ainda tenho que ganhar mais uma vez do papai no video-game - dei risada
- Vai nessa, eu estava deixando você ganhar
- E eu acredito - revirou os olhos me fazendo rir - Só mais uma vez mãe?
- Uma só! - respondeu. Brian sorriu alegremente e saiu correndo para a cozinha. Seguimos ele. 
[...]
- Podemos combinar de ir ao boliche qualquer dia que tal, hein? - perguntei enquanto prendia Bry na cadeirinha do carro
- Pode ser - ele sorriu. Dei um beijo em sua testa e sorri fraco 
- Eu te amo!
- Também te amo, papai - baguncei seu cabelo o fazendo rir - Tchau
- Tchau filho - fechei a porta de trás e senti meu corpo ficar tenso assim que fiquei de frente para Kath
- Obrigado por ter ficado com ele - ela murmurou
- Apesar de tudo, ele é meu filho - ela assentiu olhando para o chão - No que você esta trabalhando?
- Não é da sua conta, caramba - bufei alto - Já disse que é coisa minha. Agora eu tenho que ir. Boa noite! - ela iria se virar mas eu segurei seu braço. A empurrei prensando seu corpo no carro, ela revirou os olhos e tentou me empurrar - Me larga!
- Nop! - falei sorrindo. Peguei na parte debaixo de sua coxa e a levantei ate minha cintura, pressionei mais meu corpo contra o seu, mordendo o lábio ao sentir nossas intimidades tão próximas. Olhei em seus olhos e me aproximei mais - Quer que eu te largue?
- Agora! - falou firme, sorri debochado e apertei sua cintura. Abaixei meu rosto em direção ao seu pescoço para poder beijar aquele local, porem, antes mesmo de eu chegar ali, Katherine agarrou meu queixo e o colocou bem próximo do seu rosto. Nossos lábios estavam a centímetros de distância um do outro, bastava um movimento simples para sela-los, isso fez minha garganta secar. A boca de Kath, estava entreaberta fazendo com que eu desejasse mais do que nunca beija-la. Kath olhou em meus olhos e roçou nossos narizes, fechei os olhos esperando por seu próximo ato - Você vai ter que fazer muito mais que isso!
Falou antes de me empurrar com força e entrar em seu carro e partir para onde quer que ela iria. Fiquei minutos tentando processar o que ela tinha acabado de fazer. PORRA COMO ELA CONSEGUIU? Estávamos quase nos beijando, eu tinha certeza que conseguiria tê-la hoje. Eu tinha certeza! Sentindo a raiva que estava subindo pelo meu corpo, entrei em casa pisando duro e fui direto para meu quarto. 
Tomei um rápido banho e vesti uma roupa, tomei um segundo banho dessa vez de perfume e saí batendo a porta do quarto. Se ela não me quer, tem quem queira!
Enquanto esperava Lil Za e Alfredo parado em frente a boate e dentro do meu carro, eu mexia em alguma porcaria no celular, ainda sentindo a raiva me dominando. Não era possível que Katherine não sentiu nenhum pouquinho de tesão, ou ate mesmo vontade de se entregar. Não.É.Possível! Como céus? Como aquela mulher foi se tornar tão difícil e segura de si? Quando?
Dei um pulo quando bateram no vidro do carro. Era Fredo. Desliguei o rádio e abri a porta, tranquei a minha belezura de Ferrari e cumprimentei os dois. Caminhamos ate a entrada vip da boate e logo estávamos dentro do ambiente repleto de gente bêbada e dançando. Eu senti falta disso, deixei um sorriso tomar conta dos meus lábios enquanto seguia ate o bar. Lil Za pediu qualquer merda para bebermos enquanto eu observava o público. 
Meia hora depois, nós três já estávamos alterados e rindo de qualquer coisa. Sentados em uma mesa de canto e de frente para pista de dança, tomávamos álcool cada vez mais, sem se importar com o mundo ou com a ressaca e arrependimento que tomaria conta de nós no dia seguinte. 
Minha coluna não estava encostada no encosto da cadeira, minhas pernas estavam abertas deixando minha posição bem desleixada. Mordi os lábios ao ver uma ruiva gostosa vindo em minha direção, seus lábios melados por um gloss e a maquiagem sobrecarregando seu vestido curto e justo. Ela se sentou em minha perna e pousou suas mãos em suas coxas nuas. Coloquei uma mão em suas costas e a outra em cima de sua mão, ela sorriu para mim e se aproximou para falar algo em meu ouvido
- Quem diria que Justin Bieber estaria em uma boate novamente - sorri e fiz a mesma coisa que ela, me aproximei de seu ouvido
- É a vida! - ela riu em meu pescoço e em seguida encarou meus olhos - Qual seu nome, princesa?
- Annie Sparks - mordi os lábios e ela sorriu mais ainda - Então hoje você acaba de confirmar que esta solteiro e longe daquela loirinha oxigenada - o sorriso que antes estava em meu rosto, sumiu no mesmo instante
- Não fale dela assim! - Annie riu alto e se sentou mais perto do meu membro
- Não superou ainda - murmurou risonha - Eu te faço esquecer ela em dois minutos
- É mesmo? - perguntei encostando meus lábios nos seus 
- Sim - sussurrou me dando um selinho e em seguida puxou meu lábio inferior - Tem diversos quartos vazios no andar de cima
- Vários? - perguntei ainda com os lábios colado nos dela 
- Eu dei uma olhadinha antes de vir ate você. Minhas "amiguinhas" ficarão com raiva de mim
- Por que?
- Você é o prato especial da casa, todas aqui - passou sua língua em meus lábios, apertei sua bunda e ela sorriu maliciosa - sonham em ser comida por Justin Bieber. 
Por mais que eu odiasse esse palavreado, eu me levantei em um pulo e agarrei a mão de Annie. Alfredo segurou meu braço quando eu me virava e me encarou bravo
- Tem certeza disso? - perguntou alto, olhei para a ruiva ao meu lado e passei meu braço por sua cintura a puxando de encontro a meu corpo. Dei um leve beijo em seu pescoço e olhei para Fredo
- Certeza e absoluta - ele deu de ombros e suspirou 
- E a Kat....
- FODA-SE A KATHERINE - gritei nervoso - Eu vou fazer sexo Alfredinho - gargalhei - Cansei dessa coisa de amor. Amor só fode com a gente. 
Ele me olhou com a testa franzida e suspirou alto 
- E o seu filho Justin? - engoli em seco e fechei os olhos por breve minutos. Tendo a imagem de Katherine segurando Brian no dia em que ele nasceu. "Ele é a sua cara!", foi o que ela disse. Segundos depois eu estava de volta a realidade

- Brian irá ter que me desculpar mas... eu preciso disso! Eu preciso esquecer ela. Nem que seja por uma noite!
MUDANÇA DE PLANOS MENINAS!
Depois de verificar minha "agenda" - ó que chique! - conclui que sexta é um dia difícil para mim postar!
Toda sexta, depois do almoço, eu vou para casa da minha vó e passo o resto do dia lá, e chegou, tipo, muito tarde em casa. Hoje foi uma exceção por conta de ser feriado, e mesmo assim postei tarde por causa que passei o dia fora de casa. Mas enfim... então as postagens serão sempre na segunda feira, ok? Okay! Só não irei postar quando realmente não der, mas se isso acontecer eu posto em outro dia da semana. 
Meninas eu já mandei o treco para o grupo do whats para todas que pediram no cap. anterior e as outras que já tinha colocado o nome e DDD. Mas NENHUMA aceitou ainda, pq heeein? Aceitem lá poxa!
Para a leitora Myn, que pediu o link das fics que eu leio, vou te passar as minhas favoritas. Pq eu leio um monte de uma vez
Prison Love: http://socialspirit.com.br/fanfics/historia/fanfiction-justin-bieber-prison-love-1327870 (essa é beeeem doidona, o Justin é um psicopata, não sei se vai gostar!)
Pull Me In: http://pullmeinfanfic.tumblr.com/ (ela é interativa e já esta na segunda temporada. O LINK É DO TUMBLR ONDE A MENINA POSTA. OU SEJA, SE TIVER ALGUÉM DO SEU LADO OU ATRÁS DE VOCÊ NÃO ABRA PQ O TUMBLR TEM LINK HOTS)
Heartbreaker: http://socialspirit.com.br/fanfics/historia/fanfiction-justin-bieber-heartbreaker-1481024 ( a fanfic mais fofa que existe nesse mundo)
Incesto sexual: http://socialspirit.com.br/fanfics/historia/fanfiction-danielle-campbell-incesto-sexual-1195936 (incesto entre tio e sobrinha, irão gostar aquelas meninas que gostam de sexo selvagem - que gostam de ler hahaha) 
Criminal Minds: http://socialspirit.com.br/fanfics/historia/fanfiction-justin-bieber-criminal-minds-692386 (tbm ta na segunda temporada, o link é da primeira. AMO FORTE FIC CRIMINAL)
Essas são as minhas preferidas que não estão finalizadas, as outras já terminaram e a maioria foram excluídas do anime. Quem for ler algumas dessas comentam ai o que acharam delas tá? 
DIVULGANDO:
http://all-yougottadoisswag.blogspot.com.br/ (esse tem o msm layout q meu blog haha)
http://imaginebelieber-erikasilva.blogspot.com.br/ (Kath oq faz aqi? Brincadeira!)
Então é isso meu amorekoooooos, beijokas e ate segunda :)