31/12/2012

California Sky: Capítulo 9 - Picnic with Bieber

12 comentários: | |

Santa Monica - Califórnia, quarta-feira, 8:20PM
Sophie: Então... onde estamos indo? - Disse olhando para fora, mas não dava pra ver nada, pois estava escuro.
Justin: Chegamos. - Disse e parou o carro.
Sophie: Chegamos onde? Tá tudo escuro e só tem mato aqui. - Ele riu e desceu do carro. To começando a ficar assustada...
Justin:Vem. - Ele abriu a porta do carro pra mim e eu olhei ao redor antes de descer, fazendo ele rir. - Pode vim, eu não vou fazer nada de mal pra você. - Ele riu e eu desci do carro.
Sophie: Onde vamos agora?
Justin: Me segue. - Entrou em um pequeno caminho no meio do mato. Fiquei um tempo ali antes de entrar, mas comecei a ficar com medo e o segui.
Andamos um pouco pelo meio do mato e então chegamos a um parque extremamente lindo. Tinha um enorme lago, várias flores de vários tipos e cores, uma enorme árvore com dois balanços, alguns bancos e postes de luz espalhados pelo local e até alguns coelhos e esquilos estavam andando por ali. Parecia aqueles jardins de contos de fadas que tem em todos os castelos.
Justin: Lindo né? - Caminhou um pouco e sentou em um dos bancos, enquanto eu ficava parada no mesmo lugar, apenas olhando.
Sophie: É... perfeito! Como descobriu esse lugar? - Sentei do lado dele.
Justin: Eu achei essa área vazia e pedi pra minha mãe reformá-la pra mim. Venho aqui quando quero pensar ou compor.
Sophie: E... porque me trouxe aqui? - Perguntei curiosa e arqueei a sobrancelha.
Justin: Pra fazermos um piquenique! - Disse sorridente e apontou para a toalha estendida no chão. Em cima dela tinha várias comidas, frutas e refrigerante.
Sophie: Nem tinha visto a toalha ali. - Ri e ele me acompanhou.
Justin: A Meredith, minha cozinheira e amiga, colocou várias coisas deliciosas. Ela cozinha muito bem. Acho que você vai gostar, todo mundo gosta. - Levantou e estendeu a mão, para me ajudar a levantar. Segurei-a e caminhamos até a toalha.
Sophie: Se for comida eu gosto. - Nós rimos.
Nos sentamos e ele pegou uma uva, a jogando pra cima e comendo.
Sophie: Tenta pegar. - Disse e peguei uma uva. Ele assentiu.
Joguei a uva na boca dele e ele pegou.
Justin: Sua vez.
Sophie: Nada de roubar. - Ele assentiu e riu.
Abri a boca e fechei o olho, sentindo um monte de uvas batendo no meu rosto e cair no chão. Apenas uma caiu na minha boca.
Sophie: Bieber! - Ele riu.
Justin: Você é ruim heim. Só pegou uma. - Disse em meio aos risos.
Sophie: Claro, você jogou tudo espalhado.
Justin: Tá bom, vou jogar certo agora. Vou ficar em pé. - Ele levantou e puxou a calça pra cima.
Fez uma pose engraçada e eu comecei a rir, fazendo ele rir também.
Justin: Para de rir! - Disse rindo.
Sophie: Ok, vou parar. - Disse e fui parando de rir aos poucos.
Justin: Vou jogar.
Sophie: Já era pra ter jo... - Ele acertou uma uva no meu nariz e começou a rir desesperadamente. - Tá de brincadeira né? - Disse rindo também.
Justin: Cansei disso, você é muito ruim. - Sentou do meu lado, ainda rindo.
Sophie: Eu?!
Justin: É, eu joguei um monte e você só pegou uma.
Sophie: Você que não sabe jogar. - Ele riu.
Justin: Você tá suja de uva.
Sophie: Onde?
Justin: Espera. - Ele pegou um guardanapo e se aproximou. Nossos olhos se encontraram enquanto ele limpava o meu rosto e eu me perdi no olhar dele. Seus olhos tinham cor de mel e fazia qualquer pessoa ficar hipnotizada.
Nossas respirações se misturaram e antes de eu ter tempo de pensar, já podia sentir os lábios do Justin nos meus. Seus lábios eram macios como seda e quando tocaram nos meus, uma corrente elétrica percorreu todo o meu corpo. Eu tinha a sensação de borboletas voando pelo meu estômago, sensação que eu só senti no meu primeiro beijo.
Interrompemos o beijo pela falta de ar e Justin sorriu quando nos separamos. Abaixei a cabeça envergonhada. Não entendia o que estava acontecendo comigo. Ontem eu o odiava e agora estou beijando ele e me apaixonando cada vez mais. QUE?! APAIXONADA?! Não pode ser... Não posso me apaixonar por uma das pessoas mais famosas do mundo.
Justin: Quer bolo? - Disse, provavelmente tentando quebrar o clima que se instalou ali. Percebi que ele tava querendo rir.
Sophie: Você tá bem? - Ele começou a rir e eu corei.
Justin: Desculpa, é que você ficou vermelha igual um tomate. - Olhei para o lado, tímida. - Hey. - Me chamou e eu o olhei. - Não precisa ficar com vergonha de mim. - Ele sorriu e eu sorri junto.
Sophie: Eu aceito bolo sim. - Disse e nós rimos.
Justin: O Chaz esteve na sua casa hoje? - Perguntou e deu uma mordida em uma maçã.
Sophie: Nós nos encontramos no Starbucks e depois fomos lá pra casa. - Ele deu de ombros. - Você é uma pessoa muito saudável. - Ele riu.
Justin: Eu sei, tenho que manter a forma. - Rimos.
Sophie: Eu não ligo pra isso não.
Justin: Nem eu, mas gosto de frutas. - Dei de ombros. - Conte-me mais sobre você.
Sophie: Não tenho o que falar...
Justin: Então deixa eu te fazer perguntas.
Sophie: Ok.
Justin: Cor favorita?
Sophie: Roxo. Ou vermelho, não sei. - Ele arqueou a sobrancelha.
Justin: Comida favorita?
Sophie: Pizza ou panqueca.
Justin: Algo que odeie?
Sophie: Meus irmãos. - Ele riu.
Justin: Um lugar?
Sophie: Meu quarto.
Justin: O que você achava de mim antes de me conhecer?
Sophie: Você sabe, metido, mesquinho, idiota, só pensa em fama e dinheiro, não gosta dos fãs e muitas outras coisas.
Justin: E agora?
Sophie: Você é legal, mesmo dando chiliques às vezes. - Rimos.
Justin: Por que você me chama de Bieber e não de Justin?
Sophie: Sei lá, eu gosto de te chamar assim. - Sorri.
Justin: O que você achou do beijo? - Corei. O que eu iria dizer? "Justin lindo, foi ótimo, maravilhoso, estou gostando de você e quero te beijar de novo." Não! Esse Bieber é muito cara de pau heim. Vê se isso é pergunta que se faça.
Sophie: Próxima pergunta, por favor. - Disse timidamente e ele riu.
Justin: Sua vez agora. - Assenti.
Sophie: Como é ser famoso?
Justin: É ótimo, eu tenho os melhores fãs, conheci meus ídolos, consegui ajudar minha mãe e faço o que gosto.
Sophie: Você não sente falta da sua vida antiga?
Justin: Sinto, mas eu não largaria isso por nada. - O celular do Justin começou a tocar, interrompendo minha sessão "entrevistadora". Terminei de comer um pedaço de bolo enquanto ele falava.
Justin: Nós temos que ir, não posso ficar na rua sem segurança depois de 10 horas. - Colocou o celular no bolso.
Sophie: Também tenho que estar em casa às 10, mas nem vi a hora passar. - Ele levantou e estendeu a mão para me ajudar a levantar.
Justin: Quando fico com você eu perco a hora. - CA-RA-LHO! O que esse menino quer? Se for me deixar mais vermelha do que um tomate, ele conseguiu. Será que já não chega de indiretas?
Não disse nada, apenas sorri sem graça, fazendo Bieber rir baixo.
Nós voltamos pelo mesmo caminho e entramos no carro. Segundo o Bieber, depois alguém iria recolher a comida que ficou ali.
No carro continuamos as perguntas e Bieber sempre mandava uma indireta pra mim.
Justin: Prontinho. - Disse quando parou o carro em frente à minha casa.
Sophie: Até logo, Bieber. - Dei um beijo no rosto dele e já ia saindo do carro, mas ele segurou meu braço e quando eu virei para falar algo, senti os lábios dele encostando nos meus.
Ele me deu um longo selinho e então nós nos separamos. Eu sorri timidamente para ele, que tinha um enorme sorriso no rosto.
Sophie: Tchau. - Disse e saí do carro. Corri para dentro de casa e fechei a porta, correndo para o meu quarto em seguida.
Me joguei na cama, coloquei um travesseiro no meu rosto e gritei alto.
O que esse garoto está fazendo comigo?


Sinto que alguém está querendo me bater G_G
Tem visita aqui em casa e eu não to conseguindo escrever :(
Arrumei um tempo aqui e terminei esse capítulo, que eu espero que vocês gostem :)
Vocês viram que o Bieber tá no México de novo? Pqp, já deve ser a terceira ou quarta vez que ele vai pra lá só esse ano ¬¬'
E o Brasil nada né Justin?
Acho que em janeiro sai as datas dos shows aqui \o/
Pessoas, amanhã tem mega-sena da virada hauahaauha
Rezem pra mim ganhar, ficar milionária e conhecer o Biebs lol

E bem, sobre os comentários: eu decidi parar de ficar pedindo comentários. Se gostar comenta, se não, o que eu posso fazer né? Mesmo sendo chato não receber comentários, não vou ficar obrigando ninguém a comentar.
Sobre LLG: gente, TODAS as IB's antigas estão nessa página aqui, então se quiser ler elas, é só clicar aí.
É isso, até o próximo capítulo.

Divulgando:
@dear_belieber
http://03-01-1994.blogspot.com.br/
https://twitter.com/dear_belieber/status/284762985023553536


FELIZ ANO NOVO LINDAAAAAS *o*

30/12/2012

Be Alright - Capítulo 2

16 comentários: | |
Jessie: Estudo. É uma merda. -ri-
Justin: -ri- Todas são.
Miley: Eu to na faculdade! O Harry também!
Justin: Quem é Harry?
Miley: Nosso irmão.
Justin: Ah.
Jessie: Eu vou entrar, porque né...
Justin: -ri- Pois é.
Jessie: Tchau.
Miley: Vou contigo. Tchau Justin.
Justin: Tchau.

      Elas entraram e eu fui pra minha casa, que era do lado. Entrei e tentei achar a Jessie e a Miley no facebook, achei, enviei convite e fui olhar TV. Até a Miley aceitar!
                                                          
                                                          JustinOFF*             JessieON*

       Entrei e fui colocar uma roupa, pois não poderia ficar em casa só de sutiã. O tempo passou rápido, a Miley e o Harry foram pra faculdade e eu fiquei olhando TV, até a minha mãe chegar, que era umas 4 da tarde.

Katy: Oi filha!
Jessie: Oi mãe! -beijo na bochecha-
Katy: Fiquei sabendo que alguém perdeu a blusa, hoje.
Jessie: -ri- Trancou no carro da Miley.
Katy: -ri- Conheceu o vizinho?
Jessie: Sim. -sorriso-
Katy: Bonitinho?
Jessie: -ri- É... Muito bonitinho. -cara fofa-  
Katy: -ri- Eu nem conheci eles ainda. 
Jessie: Hum. To com fome.
Katy: E a novidade? -disse irônica- 
Jessie: -ri-  Pois é. Vou subir.
Katy: Ok.

     Subi e fui direto pro meu quarto, liguei o note e entrei no twitter. Ta, meus seguidores não aumentam! Bosta! Escutei alguns barulhos e era chuva. De novo?! Mas é bom o barulhinho das gotas, porque me deu sono. Rsrs, deitei um pouco e acabei dormindo. 

                                                                             [...] 

      Acordei com alguém batendo na porta, me sentei na cama e fiquei ali mesmo.

XxXx: Jes, posso entrar?
Jessie: Pode, Miley.
Miley: Eaí, pensando no Justin?
Jessie: Miley! Claro que não!
Miley: Ah, não minta! 
Jessie: Miley, sai daqui! 
Miley: Nops! -ri- me conta.
Jessie: Contar o que? 
XxXx: MILEEEEEEEY! -alguém gritou lá de baixo- 
Jessie: -ri- O que?! Escutei voz de garoto, dona Miles?! -ri- 
Miley: Sim. -ri-  Ele é meu amigo.
Jessie: Qual é o nome desse amigo?
Miley: Nick. Ele vai jantar com a gente. 
Jessie: Ui, Nick! Ta gostando dele, né?
Miley: Não! -ri
Jessie: Ta sim!!!
Miley: Não!
Jessie: Hummmmmmmmmmm!! Vou falar pra ele! -saí correndo do quarto- 
Miley: NÃÃÃO!! -foi correndo atrás de mim, até eu bater em alguém- 
Jessie: -ri fraco- Ah, desculpa... Nick?
XxXx: Foi nada. Sim, sou Nick.
Jessie: Ah. -ri- Prazer, sou Jessie. Irmã da Miley.
Nick: Prazer. 
Jessie: Você é lindo! Bem que a minha irmã disse, mas ela disse que... Bom... Você é um gostoso cheio de tesão. -ri- 
Miley: J-E-S-S-I-E! 
Nick: -ri- Ela disse?!
Miley: Hum, bom... NÃO!
Jessie: Não, não...

      Haha, deixei a Miley lá com o Nick e fui falar com a minha mãe. Já era 8 e meia da noite, e ajudei ela a colocar a mesa. Ok, depois nós jantamos e cada um foi pro seu canto. Fui olhar um pouco de tv, mas escutei meu celular tocar. Quem ligaria uma hora dessas, carai?

Jessie: Alô?
XxXx: Jessie? É o Justin.
Jessie: Como conseguiu meu celular?
Justin: Pedi pra Miley, hehe.
Jessie: Ah, filha da égua. Mas eu já aprontei com ela mesmo, rsrs.
Justin: Sério? Haha, meu Deus.
Jessie: Pois é... Mas quer o que?
Justin: Bom, eu vou ficar sozinho em casa o dia inteiro e queria saber se você não quer sair comigo. Sei la, a gente pode dar uma volta no lago, parque de diversões... Aceita?
Jessie: Ta, pode ser, Que horas?
Justin: Depende onde a gente vai. -ri- Vem pra cá às 2 da tarde.
Jessie: Ta, tudo bem.
Justin: Ok. Boa noite shawty.
Jessie: Shawty?
Justin: Sim, to com preguiça de explicar. -ri- Boa noite gatinha.
Jessie: -ri- Ta bom. Boa noite gatinho.
Justin: -ri-

      Desliguei e coloquei meu pijama, depois fui deitar. Amanhã eu me entendo com a Miley, haha. Bom, dormir logo depois disso.
      Acordei com o barulho da tv ligada. Que diabos é isso?! Me levantei sonolenta e era o Harry. Que?

Jessie: Hazza?
Harry: Ah, oi.
Jessie: Que ta fazendo aqui?
Harry: A tv da sala estragou e a do meu quarto não quer ligar, então resolvi olhar o jogo aqui.
Jessie: Bater na porta é educado, né?!
Harry: Mas eu vi que tu não ia acordar, parece a Bela Adormecida.
Jessie: Ah, Harry, não teve graça. -ri-
Harry: Teve sim, tu ta rindo. -ri-
Jessie: To rindo dessa tua cara de bunda. -ri- 
Harry: -ri- Para, deixa eu ver o jogo.
Jessie: Ta bom. Que horas são?
Harry: 11 horas.
Jessie: Valeu.
Harry: Disponha.
Jessie: -risos fofos-

        Desci e a minha mãe tava fazendo almoço, então fui pro meu quarto de novo e fiquei assistindo jogo com o Harry, haha. Faltando alguns minutos pro jogo acabar, ouvi minha mãe nos chamando pra almoçar e depois recebi uma mensagem do Justin, que dizia assim: "Oi Jessie, só um lembrete: até as 2 hrs. Beijos." Pqp! Me esqueci de hoje! Ai meu Deus! Olhei no relógio e era 13 e pouquinho. Subi e tomei um banho rápido, me vesti, peguei minhas coisas, avisei minha mãe e segui até a casa do Justin.



                                                           CONTINUA...

       Oooi lindas!! Tudo bem? Bom,eu demorei pra postar por causa de um motivo: eu queria que estivesse mais capítulos prontos pra postar esse, e não tem. Mas resolvi postar esse porque vocês iriam me matar, haha. Obrigada à todas vocês!! Espero que tenham gostado!! E uma coisa: quarta-feira é meu aniversário!!! No caso, dia 2 de janeiro!! Vou fazer 13 anos, OMG!! Ok, parei, hsausuaghsuah. FELIZ ANO NOVO, GENTE!! QUE O SONHO DE VOCÊS SE REALIZEM EM 2013!! BEIJOS E AMO VOCÊS!! + 5 PRO PRÓXIMO!!! @Horoscopo_JDB.












28/12/2012

California Sky: Capítulo 8 - With Chaz

18 comentários: | |

Santa Monica - Califórnia, quarta-feira, 6:50PM
Fiz o pedido e decidi sentar em uma mesa vazia no canto, em frente a uma janela grande que dava pra ver a rua e então vi ele entrando. Porque ele tinha que vim no mesmo Starbucks que eu?
Porque? PORQUE SENHOR? Eu só quero ficar longe de qualquer coisa relacionada ao Bieber, é tão difícil assim?
xxx: Oi. - Disse e sorriu.
Sophie: Oi Chaz. Tudo bom? - Sorri tentando ser simpática, mas eu queria mesmo é que ele me deixasse em paz.
Chaz: To bem. Me desculpe pelo Justin. Ele tem estado de mau-humor ultimamente.
Sophie: Tá tudo bem, você não tem culpa pelo que ele fez. - Bebi um pouco do meu frapuccino.
Chaz: Eu vou fazer meu pedido. Posso me sentar com você depois?
Sophie: Claro. - NÃO! Você não pode! Me deixa em paz!
Ele saiu e eu soltei um longo suspiro. Chaz é muito legal, bonito e me faz rir, mas se eu me aproximar dele consequentemente eu vou ter que conviver com o Bieber e essa é a última coisa que eu quero.

Chaz: Cara, eu amo Starbucks. - Sentou na cadeira à minha frente, me despertando dos meus pensamentos.

Sophie: Quem não ama? - Ele riu.
Chaz: Verdade... Uau, esse frapuccino é bom!
Sophie: Ué, você comprou sem saber o gosto?
Chaz: É, eu pedi pra atendente me dar qualquer um que seja bom. - Ri.
Sophie: Você é louco...
Chaz: Eu sei. - Rimos. - Quer ir lá em casa? Quer dizer, na casa do Justin... Podemos jogar videogame ou fazer qualquer outra coisa.
Sophie: Muito obrigada pelo convite, mas eu não vou não, mas você pode ir lá em casa. - Sim, eu chamei ele. Algum problema? Chaz é legal, diferente de Justin.
Chaz: Você não aceitou meu convite, mas eu aceito o seu. - Sorriu.
Sophie: Vamos agora? - Joguei meu copo no lixo. Já tinha acabado.
Chaz: Vamos. - Ele colocou algumas notas sobre a mesa e nós saímos.
Caminhamos até a minha casa enquanto Chaz pedia desculpas por Justin e eu dizia que não precisava.
Chaz: Sua casa é muito legal. - Disse quando entramos.
Sophie: Obrigada. - Sorri. - Quer cupcakes? - Disse indo até a cozinha, enquanto ele me seguia.
Chaz: Não, obrigada. - Ele se apoiou no balcão da cozinha. - Nossa, o que você tem de pequena, você tem de comilona. - Disse me observando comer.
Sophie: Nem sou pequena, tá? - Fiquei na ponta dos pés e ele riu. - E também não sou comilona. Faz... 15 minutos que não como nada. - Rimos.
Chaz: Ok, você não é nada disso.. - Disse com ironia e eu ri.
Sophie: Quer jogar videogame?
Chaz: Claro! - Disse animado.
Fomos até a sala e eu liguei o Xbox. Coloquei Ridge Racer Unbounded e começamos a jogar.
Chaz: Você não tem chance contra mim nesse jogo.
Sophie: Ai, ai, você que pensa. - Dei de ombros e continuei jogando. Eu estava em primeiro lugar nas duas primeiras voltas, mas na terceira e última, Chaz me passou, me fazendo chegar em segundo lugar.
Chaz: GANHEI! EU SOU MUITO FODA! - Disse e se jogou em cima de mim.
Sophie: Sai de cima de mim seu gordo! - Tentei empurrar ele, mas não consegui.
Chaz: Eu gordo? Tá doidona é? - Disse me olhando sério.
Sophie: Sim, você é.
Chaz: Agora você vai aprender a não me chamar mais de gordo. - O olhei confusa e quando ele tocou minha barriga eu entendi o que ele ia fazer.
Chaz começou a fazer cócegas em mim e eu ria descontroladamente.
Sophie: Para... Chaz. - Disse em meio aos risos.
Chaz: Só se você pedir desculpas.
Sophie: Ok. Desculpa, Chaz! - Disse de uma vez só e ele foi parando de fazer cócegas aos poucos.
Chaz: Tá desculpada. - Sorriu.
Sophie: Gordo! - Gritei e corri até a área da piscina com ele correndo atrás de mim.
Chaz: Pode correr, eu sou mais rápido mesmo.
Sophie: Muito convencido... - Ele riu.
Corremos por mais alguns minutos e então Chaz me alcançou. Ele tinha um sorriso maléfico no rosto, o que me deixava assustada.
Chaz: Que tal um mergulho? - Me pegou no colo.
Sophie: Não Chaz! Tenha compaixão!
Chaz: Só um pra refrescar.
Sophie: Não Chaz!
Chaz: 1... 2...
Sophie: Tá bom! Deixa eu tirar meu tênis e meu celular. 
Chaz: Ok, mas eu vou ficar segurando seu braço. - Assenti e ele me colocou no chão. Tirei meu Supra e o coloquei do lado de uma das espreguiçadeiras, depois coloquei meu iPhone em cima da espreguiçadeira, tudo com Chaz segurando meu braço.
Quando terminei ele já foi meu pegando no colo.
Sophie: Chaz, por favor... - Implorei.
Chaz: Não! - Me jogou na piscina, mas como eu sou uma ninja, eu segurei o braço dele e ele acabou caindo comigo. Quando ele voltou a superfície, me olhou assustado.
Sophie: O que foi?
Chaz: Meu celular.
Sophie: Fudeu! - Olhei assustada pra ele e ele começou a rir.
Chaz: Brincadeira, eu deixei ele lá no sofá.
Sophie: Idiota, achei que ia ter que gastar minha mesada com um celular novo! - Joguei água nele e ele jogou em mim. Começou ali uma guerra de água, que só acabou depois que cansamos, o que demorou bastante.
Chaz: Tenho que ir pra casa... - Disse.
Sophie: Mas já?
Chaz: Está escurecendo. - Olhei para o céu e Chaz tinha razão, a noite já estava começando.
Sophie: Você vai molhado?
Chaz: É o jeito, você me puxou pra piscina.
Sophie: Foi mal... - Sorri.
Chaz: Tá tudo bem, eu pego um táxi.
Sophie: Eu te levo até a porta.
Chaz: Vamos então, senhorita. - Disse.
Nós saímos da piscina e dei uma toalha para Chaz se secar. Depois fomos até a porta.
Chaz: Tchau, Sophie. - Me deu um beijo na bochecha.
Sophie: Tchau, e desculpa pelo banho na piscina.
Chaz: Me desculpa também. - Riu e eu o acompanhei.
Sophie: Até logo.
Chaz: Até. - Disse e caminhou em direção ao ponto de táxi.
Entrei em casa e fui em direção à cozinha. Peguei mais um cupcake e o comi enquanto ia até meu quarto. Terminei de comê-lo e entrei no banheiro. Me despi e entrei em baixo do chuveiro, tomando um banho bem rápido. Quando terminei, fui até minha mala, a revirei e peguei uma roupa, apenas para ficar em casa. Depois de me vestir, me joguei na cama e peguei meu notebook em cima do criado-mudo. Enquanto acessava o Twitter, recebi uma mensagem de Justin:

"Aye, me desculpe por hoje. Eu tenho meus motivos pra ter feito aquilo, mas eu não posso te dizer ainda."

"Por que eu deveria te desculpar?"

"Eu já disse que tenho meus motivos, só não posso dizer ainda."
"Tá, eu te desculpo, mas ainda não esqueci aquilo."

"É, eu sei, mas não quero ficar sem falar com você." - É isso mesmo produção? O Bieber não quer ficar sem falar comigo? Wow, quem diria...

"Ok, eu estou falando com você agora..."

"Haha, engraçadinha..." - O que eu respondo agora? OMG! Não tenho o que responder!

"Quer sair comigo?" - Ele mandou enquanto eu pensava em uma resposta. Ótimo, assim não preciso responder ele e... Pera aí! Ele me chamou pra sair? É isso mesmo?

"Não sei... talvez eu devo ficar com Chaz." - To sendo chata, eu sei, mas não quero deixar ele achando que pode gritar comigo.

"Poxa, Sophie. Me desculpe, eu disse aquilo por impulso. Acho que quando você souber o motivo vai me perdoar, mas eu não posso dizer agora."

"Porque não?" - Ai como eu sou chata.

"Porque é pessoal. Você ainda não me respondeu. Aceita ou não?"

"Tá, eu aceito."

"Passo aí em 30 minutos."

"Mas onde vamos? Que roupa eu uso?"

"Nunca digo onde levo alguém." - Agora ele tá sendo chato.

"É algum lugar que precisa ir de salto?

"Não haha."

"Ok, até logo."

Larguei o celular em cima da cama e corri até a minha mala. Preciso arrumar isso, já to ficando nervosa com essa bagunça.
Peguei uma roupa na minha mala e a vesti, sequei meu cabelo rapidamente e escovei o dente. Peguei meu iPhone e desci, não encontrando ninguém. Mandei uma mensagem para a minha mãe avisando que iria sair e sentei em um dos sofás da sala.
Logo ouvi a campainha e dei um pulo do sofá. Corri até a porta e encontrei um Justin lindo (ignore as outras pessoas) e sorridente parado em frente à ela.
Pera, que animação é essa Sophie? Que elogios são esses? Pode parando com isso...
Justin: Olá! - Me abraçou.
Sophie: Oi. - Sorri.
Justin: Obrigado por me perdoar. - Disse enquanto íamos até o carro.
Sophie: Tá tudo bem... 
Entramos no carro e Justin deu a partida. Eu não fazia ideia de onde ele estava me levando.

Podem me bater por ter ficado tanto tempo sem postar u_u
Desculpa, eu estava viajando :(
Gente, não vou falar muito porque tá muito calor e eu to passando mal ok? Então, quero agradecer pelo comentários e pelos 200 seguidores. Muitíssimo obrigada *-*

Pra quem não leu, aqui está minha IB de Natal. Comentem por favor :)

Leiam também o Imagine BeadlesBabe. Clique aqui.

Divulgando:

24/12/2012

Aviso + Merry Christmas + Happy New Year!

4 comentários: | |
                                                             OI OLÁ EAI 

    Então meninas, vim aqui avisar que não irei postar antes do Natal, obviamente. Não tenho o capítulo pronto, eu estou sem ideias, não sei como fazer o ''recheio'' do capítulo e não tem o número de comentários pedidos. Me desculpem por isso, mas a culpa é de vocês também porque estou sentindo falta dos comentários de vocês. Como por exemplo, a Letícia comentava quase sempre e agora não vejo mais os comentários dela na IB, sinto falta disso, e tem algumas meninas que comentam na IB da Bia e na IB da Liny que nem comentam na minha, isso me deixa super triste. Posso não ser a melhor das melhores escritoras, mas eu aceitei entrar aqui no blog porque eu queria fazer algo legal. Porque eu gosto de escrever pra vocês, eu escrevo com o maior carinho do mundo mesmo os capítulos ficando grandes ou pequenos. Eu estou muito chateada sério. Enfim, quando acabar FWY, se a Bia deixar, irei fazer outra IB. Mas só se vocês comentarem bastante, se não vou dar adeus ao blog, porque não adianta escrever uma coisa que as pessoas nem vão ler e comentar. Olha meninas, me desculpem por esse ''desabafo'' mas eu precisava fazer isso. Enfim, vim aqui também pra dizer: FELIZ NATAL! Que o ano de 2013 seja melhor que esse! E FELIZ ANO NOVO! 
        Bom, agora vou me despedir. Nos vemos em breve, tchau! Kisses /Adri

(comentem)
                                                           Justin seduzindo todas nós! 


23/12/2012

Be Alright - Capítulo 1

10 comentários: | |
      Estou à caminho de casa, pois fui na farmácia pra minha mãe. De repente começou a chover, chover forte e escurecer. Nossa, que rápido. O bairro estava praticamente vazio, só escutava alguns passos atrás de mim. Escutei alguém chamar meu nome, olhei pro lado e vi uma pessoa de capa preta, não deu pra identificar qual era o sexo. Só sei que essa pessoa tinha cabelos escuros e curtos, não tão curtos, mas curtos. Mesmo sabendo o que a minha mãe diria "não converse com estranhos", fiquei curiosa e fui até a pessoa. Cheguei e vi a Miley atirada no chão, toda sangrando! Eu acho que ela tava morta! O Harry estava preso em uma cadeira e com um corte na cabeça, mas ainda vivo. A pessoa misteriosa mirou uma arma na cabeça dele e atirou! Dei uma piscada forte, e... Foi só um sonho, alás, pesadelo!

Jessie: AAAAAAAAAAAAAAAAAH! -levantei e fiquei um tempo sentada na cama-
XxXx: Filha?! O que houve? -minha mãe disse preocupada e se sentou na cama também-
Jessie: Cadê o Harry e a Miley?
Katy: Eles estão dormindo... Por que? Pesadelo?
Jessie: É, pesadelo.
Katy: Awn, bebê! -me abraçando-
Jessie: Mãe! Não sou bebê. -saindo dos braços dela-
Katy: Pra mim é.
Jessie: Aff. -ri-
Katy: Quer dormir comigo que nem nos velhos tempos? Lembra?
Jessie: -ri-  Eu dormia contigo quando cagava na cama.
Katy: -ri- Pois é... Mas vai dormir então, tem aula daqui a pouco. Último dia! -sorri-
Jessie: -sorri- Ainda bem. Boa noite, mãe!
Katy: Boa noite, amor. -se retirando-

     Minha mãe saiu e eu voltei a dormir. Acordei com a merda do despertador tocando, mas é último dia de aula mesmo. Nem me importo. Levantei, fui pro banho, me vesti e desci pra comer. Dava pra sentir o cheiro de pão de queijo da minha mãe, que são os melhores do mundo!

Jessie: Bom dia! -me sentando-
Todos-Você: Bom dia!
Katy: Miley, leva sua irmã pra aula hoje.
Miley: Por que? -fazendo careta-
Katy: Porque eu terei que ir ao médico daqui a pouco.
Miley: Ela não pode se atrasar um pouco?
Katy: Não, ela tem uma mini prova de matemática.
Harry: Ainda?
Jessie: Sim...
Miley: -ri-  Preparada pra se foder?!
Katy: MILEY!
Miley: -ri- Sorry.
Jessie: "Sorry". -imitando ela-
Katy: Ta meninas, parem! E Miley, leva ela sim.
Miley: Ta bom!
Katy: Harry, tranca a casa.
Harry: Ok.
Katy: Chegou vizinhos novos, ontem.
Jessie: Sério?
Katy: Aham, o filho dela vai estudar na tua escola, Jessie. Ele não vai hoje, pois é o último dia. Mas depois a gente conversa sobre isso. Tchau gente.
Todos-Katy: Tchau.

     Depois que minha mãe foi, eu e a Miley saímos também. Ainda bem que hoje é o último dia de aula! Depois vou estar de férias!! Ah! Ela me largou na escola e seguiu seu rumo. Entrei naquele inferno e vi a Ashley conversando com vários guris. Em todas escolas tem aquelas "patricinhas" nojentas ou putinhas, e bom, a Ashley é uma mistura dos dois.

Ashley: Eaí, Jessie! O que vai fazer nas férias? -falando de um modo grosso-
Jessie: Não é da tua conta!
Ashley: Calma, estressadinha. Vai fazer o que nas férias? Peraí... Pobre tem férias?! -ri-
Jessie: Cala a boca! Eu acho que TU não tem férias, porque as putas nunca param de dar o rabo! -escutei risos de gente e vi a Ashley se retirando-

      Aff, cara! Como essa idiota me irrita! Me irrita também quando escuto os outros chamarem ela de "Ash", argh! Que nojo! Mas enfim, ,fui pra aula, que não teve muito conteúdo e depois fomos olhar um filme. A aula passou rápido, me despedi das meninas e dos meninos, e fui chamar a Ashley que tava indo embora.

Jessie: Hey! Ashley!
Ashley: Que? -se virando-
Jessie: -mostrando um sinal feio-
Ashley: -ignorou-

     Haha, bem feito pra vadia! Não vou ver ela por alguns meses! Bom, fiquei esperando alguém me buscar, mas ninguém chegava. Até a Miley aparecer na minha frente. Entrei no carro e fomos direto pra casa, escutando uma música que eu amo: Balls To The Wall, do Accpet. (eu amo essa música *o*) Chegamos em frente a nossa casa e a minha blusa trancou no carro! Cara, que mico! Tinha um menino ali olhando, um adolescente. Ele é o vizinho novo?!

Miley: Vem!
Jessie: Pera, eu to presa! -fazendo força pra sair-
Miley: Meu Deus! Quer ajuda?
Jessie: Sim, de preferência! -revirando os olhos-

                                                             JessieOFF*             JustinON*

      Fiquei ali na rua limpando o meu skate, mas vi uma garota presa em um carro. A blusa dela tava presa, rsrs. Ela é linda! Fui até lá pra ver se precisava de ajuda.

Justin: Oi?
XxXx: Oi...
Justin: Quer ajuda?
XxXx: Pode ser.
Justin: Sou Justin, Justin Bieber.
XxXx: Sou Jessie Cyrus. Agora, dá pra ajudar?
Justin: Ah, sim. O que eu faço?
Jessie: Me pucha!
Justin: Hãn? Que?
Jessie: ME PUCHA, CACETE!
Justin: Ta... Ta. -puchando ela-

     Me agarrei na cintura dela e a puchei. Ta, ela é linda demais! Gostei dessa sensação! Tinha outra menina do lado dela, parecia mais velha. Mas nem dei bola, me preocupei em puchar a Jessie. Puchei tão forte a coitada, que ela acabou caindo em cima de mim, e... Sem a blusa. Só de sutiã! Meu Deus! Que peitos!

Jessie: Caralho! Que porra! -se levantando-
Justin: o.O
Jessie: Dá pra parar de olhar pros meus peitos, seu tarado?! -disse brava-
Justin: Oi? Que? -disse babando-
Jessie: EI!
XxXx: Justin!
Justin: OI?
XxXx: Sou Miley. -sorri-  Sei que ninguém perguntou, mas deixa. Somos irmãs.
Justin: Legal. -sorri- São lindas.
Jessie: -colocando as mãos nos peitos-
Miley: Eu sei. -ri-
Justin: -ri-
Jessie: É você que vai estudar na escola 'NomeDaSuaEscola'?
Justin: Sim. Estuda lá?
Jessie: Estudo. É uma merda. -ri-
Justin: -ri- Todas são.


                                                        CONTINUA... 

      Eaí, minhas bebês? O que tão achando? Ficou legal? Espero que sim! Bom, obrigada pelo carinho de vocês, e espero que todas comentem! Por favor! Não vou postar antes do natal, então: FELIZ NATAL!! Sério, Feliz Natal gente! Daqui uns dias é meu aniversário!! E o que vão ganhar de natal? Vou ganhar um notebook *-* Meu Deus! Bom, obrigada à todas, e boas festas!! Até 2013!! Hhsahsuashausa, to brincando!! + 5 PRO PRÓXIMO!! @Horoscopo_JDB e alline.cv@hotmail.com. Uuuuui, dlç!! Vou morder essa coisinha cheia de SWAG!! *-*








IB de Natal: All I Want For Christmas Is You - Capítulo Único

6 comentários: | |

Dia 24 de dezembro de 2012, 8:00PM
Faz exatamente 3 anos que eu conheço meu melhor amigo: Justin Drew Bieber, ou apenas Biebs. Sim, ele é o cantor mais famoso do mundo, aquele que derrete milhões de corações apenas com um sorriso, mas eu não me importo, pra mim ele é apenas o Justin, meu melhor amigo e aquele que ganhou meu coração com apenas um sorriso e um beijo. É, ele não sabe que eu o amo e eu não pretendo contar, não tenho coragem pra isso. E sim, nós já nos beijamos, mas foi apenas uma vez. Por mim eu beijaria ele todos os dias, mas não depende só de mim. Infelizmente.
RachelMel, venha ajudar eu e a Pattie com a ceia! - Minha mãe gritou da cozinha. Fechei o livro que estava lendo e fui até lá, vendo a enorme mesa toda decorada em tons de vermelho para a ceia de Natal.
Melissa: Por onde eu começo? - Disse e olhei rapidamente para a janela do lado da árvore de Natal. Lá fora nevava e se não fosse o aquecedor, com certeza estaríamos com muito frio.
Pattie: Querida, vai colocando os talheres, pratos e as taças na mesa, por favor. - Disse Pattie com sua voz doce. Ela é a mãe de Justin e não pode acompanhar o filho na viagem que ele precisou fazer para Nova York, então iria passar o Natal conosco e com seus pais, Bruce e Diana. Isso era ótimo, já que eu e minha mãe sempre passamos o Natal sozinhas.
Melissa: Ok. - Peguei os talheres que minha mãe só usava em ocasiões especiais e comecei a colocá-los sobre a mesa, junto com os pratos e as taças. - Como Justin está lá em Nova York? - Perguntei à Pattie, que ajudava minha mãe com as comidas.
Pattie: Ele me ligou hoje, disse que está bem e que deve voar para cá amanhã. Também desejou feliz natal para vocês. - Ela sorriu, simpática como sempre. Eu adorava Pattie, ela estava sempre feliz e tratava todos muito bem.
Melissa: Bruce e Diana chegam que horas? - Perguntei. Estava com saudades deles, já fazia algumas semanas que não os via, pois eles moravam em outra cidade, Stratford para ser mais exata. Pattie está aqui em casa faz alguns dias e deve ir para Stratford assim que Justin chegar.
Pattie: Já devem estar na estrada. - Assenti.
Terminei de arrumar a mesa em silêncio e então elas me liberaram para me arrumar, mesmo eu insistindo em ajudar. Segundo elas eu demoro demais pra me arrumar. Até que isso é verdade. Ri com o meu pensamento.
Fui direto para o banheiro, me despi e entrei embaixo da água quente do chuveiro.
Sinto falta de Justin, das suas palhaçadas, chatices e do seu abraço. Desde agosto eu não consigo o ver direito, por conta da sua turnê e sua agenda de final de ano lotada.
Ele com certeza é o melhor amigo que alguém poderia ter e eu não o trocaria por nada nesse mundo.
Terminei meu banho e me enrolei na toalha. Enquanto penteava o cabelo e o secava, cantarolei algumas músicas do Under The Mistletoe. É o meu favorito.
Abri o guarda-roupa e peguei o vestido que minha mãe me deu de presente ontem, junto com o sapato. O vesti e fiz uma maquiagem bem básica. Pensei um pouco e decidi deixar meu cabelo solto e natural. Gosto dele assim.
Peguei o presente que comprei para todos e desci a escada, carregando as sacolas de lojas diversas que não estavam tão pesadas.
Bruce: Mel! - Sua voz grossa ecoou pela sala quando eu desci a escada, me fazendo levar um pequeno susto, causando risadas em todos. Corei fraco e corri até seus braços, lhe dando um abraço.
Diana: Mel, como você cresceu! - Ela me abraçou quando Bruce me soltou. Ela é um mais baixa que eu e é aquele tipo de avó que todos desejam ter. Bem, ela não é minha avó, mas a considero como uma.
Melissa: Não faz nem um mês que nós se encontramos. - Ela e Bruce riram.
Bruce: Tenho que concordar com a Diana, você realmente estar maior.
Melissa: Se vocês dizem... - Dei de ombros. - Eu vou colocar os presentes embaixo da árvore. Só um minuto. - Eles assentiram e eu fui até a árvore, que já estava cheia de presentes, e coloquei o meu lá.
Deixei o presente de Justin mais atrás, pois queria tentar não lembrar tanto dele para não sentir mais saudades do que eu já estava sentindo.
Queria tanto que ele estivesse aqui...
Sacudi a cabeça tentando me livrar desses pensamentos assim que ouvi risadas na cozinha. Fui até lá e as mulheres terminavam de preparar a ceia, enquanto Bruce olhava tudo atentamente sentado em uma das banquetas do balcão. Sentei do lado dele, já que não entendia nada de cozinha, e ele passou seus braços por cima do meu ombro.
Bruce: Você está muito bonita. - Corei levemente. Não sabia responder à elogios.
Melissa: Obrigada, Bruce. Você também está. - Sorri.
Bruce: Hey! Não me chame de Bruce! - Disse fingindo estar bravo e eu ri.
Melissa: Oh, desculpa vô. - Viu só? Bruce e Diana já tinham me adotado como neta.
Ele riu, me fazendo rir junto. Sua risada era contagiante e logo todos estavam rindo também, sem nem mesmo saber o porque.
[...]
Dia 24 de dezembro de 2012, 11:50PM
Rachel: Vem gente, está quase na hora da ceia! - Ela gritou lá da cozinha, onde ela estava com Pattie. Eu, Diana e Bruce estávamos na sala conversando, mas logo levantamos e fomos até a cozinha. Sentamos à mesa e ficamos conversando, até alguém bater na porta.
Rachel: Quem será essa hora? Mel, pode atender por favor? - Todos ali se entreolharam e sorriram. Eu apenas assenti e fui até lá.
Olhei pelo vidro da porta e eu diria que era imaginação minha se ele não tremesse de frio quando um vento forte passou. Abri a porta rapidamente e praticamente me joguei em seus braços.
Justin: Hey, pequena, eu senti tanto a sua falta. - Ele afagou meus cabelos em meio ao abraço.
Melissa: Eu também senti a sua Biebs. Você nem imagina o quanto. - Lhe dei um beijinho na bochecha e ele sorriu. Ah, aquele sorriso perfeito... Quanta falta eu senti dele. - Mas espera, você não ia vim só amanhã?
Justin: Vamos entrar, está muito frio aqui. Lá dentro eu te conto tudo. - Assenti e nós entramos. Realmente estava frio lá fora, mas eu só fui perceber quando ele falou.
Justin: Vô! Vó! Mãe! Tia Rachel! - Gritou quando entrou em casa, nos fazendo rir. Que eu sabia Justin sempre gostou de gritar e ele nunca perde essa mania.
Pattie: Filho! - Ela foi abraçá-lo e ele pegou ela no colo, a girando.
Diana: Achei que você não ia chegar a tempo. - Disse e o abraçou.
Justin: Também achei, mas eu consegui terminar tudo mais cedo. - A soltou. - E aí vô! - O abraçou.
Bruce: Nossa, você cresceu demais! - Justin riu e eu ri também quando lembrei que ele disse a mesma coisa pra mim.
Justin: Heey! - Abraçou minha mãe.
Rachel: Oi, Justin. Como foi lá?
Justin: Foi ótimo, pena que vocês não estavam comigo. - Fez biquinho, o que me deu vontade de apertá-lo.
Diana: Gente, é meia-noite em ponto!
Todos: Feliz Natal! - Todos gritaram e depois todos se abraçaram.
Eu abracei Justin por último, e quando fui abraçá-lo ele sorriu. O abracei forte, enquanto ele afagava meus cabelos.
Justin: Senti falta desse abraço. - Ele disse baixo, apenas para mim ouvir, enquanto ainda estávamos abraçados.
Melissa: Senti falta de você. - Ele sorriu. Nós ficamos nos encarando, mas fomos interrompidos com Pattie nos chamando para jantar.
Nos sentamos à mesa e fizemos uma oração. Depois comemos enquanto conversávamos e Justin contava sobre a viagem.
Justin: Gente, eu queria cantar uma música pra Mel. - Sorriu tímido e eu o olhei sorrindo. Ele fica tão fofo quando está tímido.
Pattie: Pode cantar querido. - Ela sorriu o aconselhando.
Justin: Eu vou pegar meu violão no carro. Aproveito e já trago minhas malas. - Assentimos e ele saiu, mas antes me deu um beijo no topo da cabeça.
Ficamos conversando e logo Justin chegou com seu violão. Puxou uma das cadeiras e sentou, começou a dedilhar as cordas do violão e então começou a cantar uma versão acústica de Only Thing I Ever Get For Christmas. [n/a: nesse link não está acústico porque o Justin nunca criou uma versão acústica pra ela]
Seus olhos castanhos "cor-de-mel" ficavam fixos nos meus o tempo inteiro e algumas lágrimas brotavam nos meus olhos. Será que ele gosta de mim e essa música é um sinal? Será que algum dia eu teria alguma chance com ele? Não, ele é o Justin Bieber, pode ter qualquer mulher do mundo, porque iria querer à mim, uma garota comum, sem nada de especial? Aliás, eu sou a melhor amiga dele e aposto que ele não quer que passe disso.
Todos olhavam para Justin orgulhosos e às vezes me olhavam também, mas eu não conseguia desviar meu olhar do Justin. Parecia que nossos olhos eram atraídos por um imã.
Justin: Eu quero dizer algumas coisas. - Disse sorrindo quando sua doce voz parou de ecoar pelo local e todos deram sinal para ele continuar. - Sabe Mel, tem bastante tempo que nós nos conhecemos. Faz 3 anos hoje né? - Assenti. - Lembro até hoje quando esbarrei em você na rua no dia 25 de dezembro de 2009. Você estava indo comprar alguma coisa e sem querer nos esbarramos. - Assenti sorrindo. - Com o tempo nós fomos nos conhecendo melhor e acabamos nos tornando melhores amigos. Foi uma das melhores coisas que já aconteceu na minha vida. Você me acompanhou durante grande parte da minha carreira e eu agradeço todos os dias por isso. Não consigo imaginar minha vida sem você. - Ele sorriu e se aproximou. Pegou uma das minhas mãos e me ajudou a levantar, se ajoelhando à minha frente em seguida. Eu tremia e não sabia o que fazer, apenas olhava para os olhos de Justin e escutava o que ele falava. - E é por isso que eu estou ajoelhado aqui. Mel, deixa eu cuidar de você, deixa eu sentir o seu doce beijo todos os dias, deixa eu te abraçar quando você estiver triste, deixa eu cuidar de você? Quer me fazer o homem mais feliz do mundo? Quer ser minha garota, minha namorada? - Ele pegou uma caixinha de veludo roxo no bolso e a abriu, revelando um anel lindo e fazendo todos nos olharem curiosos.
Eu não sabia o que dizer, não sabia de onde tirar palavras, mas eu precisava dizer algo, só não sei como.
Melissa: Eu... eu não tenho o que dizer.
Justin: Um sim seria ótimo. - Todos riram.
Melissa: Sim! Eu aceito! - Pulei em cima dele, o pegando de surpresa, e o beijei. Todos aplaudiram e eu nós dois sorrimos ao mesmo tempo durante o beijo. Milhões do borboletas voavam no meu estômago, minhas pernas estavam bambas e todos os pelos do meu corpo estavam arrepiados. Esse é o efeito que só ele causa em mim.
[...]
Dia 25 de dezembro de 2012, 3:00AM
Enquanto os adultos estavam arrumando a cozinha, eu e Justin estávamos na varanda, sentados em um sofá, abraçados e assistindo a neve cair. Finalmente estávamos juntos e esse com certeza foi o melhor Natal da minha vida.
Melissa: Sabe... às vezes eu tenho medo. - Disse quebrando o silêncio que se instalara ali e apertei a mão de Justin um pouco mais forte quando esses pensamentos vieram à minha mente.
Justin: Do que? - Me fitou com seus lindos olhos.
Melissa: De que isso não dê certo. Você está sempre viajando, tem milhões de fãs que te amam e principalmente: tenho medo que isso estrague nossa amizade.
Justin: Não se preocupe com isso, pequena. Apesar das minhas viagens, eu vou fazer de tudo pra ficar com você, e você vai poder viajar comigo. Eu pensei bastante antes de te pedir em namoro e também conversei com a minha mãe, que me ajudou a tomar a decisão certa. Pode ter certeza que mesmo se acontecer alguma coisa eu vou sempre estar aqui pra você quando você precisar. - Ele sorriu e eu o abracei forte. Como consegue ser tão perfeito?
Melissa: Eu também sempre vou estar aqui pra você. - Disse durante o abraço.
Justin: Eu te amo. - Sussurrou antes de selar nossos lábios.
E durante o Natal, vendo a neve cair, nós nos beijamos mais uma vez. Mais uma vez eu senti borboletas no estômago e mais uma vez eu percebi o quanto eu amo Justin e o quanto ele é perfeito.
Justin é aquela pessoa que faz tudo para te ver sorrindo, que é sempre atencioso e sempre está lá quando você precisa. Ele é tudo que eu queria de Natal.


Heeeey lindonas \o/
Eu disse que ia postar dis 25, mas eu consegui uma internet decente aqui e deu pra terminar de escrever e postar *O*
Me digam o que acharam dessa IB de Natal e comentem bastante :D
Infelizmente, só vou poder postar California Sky dia 25 :(
Enquanto não posto, leiam o Imagine BeadlesBabe e fiquem sempre atentos aqui no blog pois a qualquer hora pode surgir um capítulo novo ;)
É isso. ^^
Não esqueçam de comentar haha

Divulgando:
http://justinetaylor.blogspot.com.br/
http://sonhos-de-belieber-com-justin-bieber.blogspot.pt
http://imaginecomojbieber.blogspot.com.br/
http://imaginnecomjdb.blogspot.com.br/
http://imagine-beliebers-s2.blogspot.com

Já ia esquecendo: Leticia Medeiros, Canadian Boys, maria paula gurgel, BolgStar e alguns anônimos MUITO obrigada por sempre comentarem *----*
Se esqueci de alguém, avisa ^^
A Leticia e a Mari fizeram um comentário divo *o*
Agora tenho que ir. Beijos.
Comentem ;*

22/12/2012

Aviso! /Bia

2 comentários: | |

Ooooi minhas leitoras lindas *o* Eu to viajando, agora to postando pelo celular e é horrível :(
Eu volto pra casa dia 25 e quando eu chegar vou postar um capítulo novo de California Sky e a IB de Natal, que eu tinha prometido à vocês. Sobre a IB, ela vai se capítulo único ok? Bom, é isso... Espero que vocês não me abandonem até o dia 25 =( 
Kisses ;*

20/12/2012

Nenhum comentário: | |
Só queria avisar que as postagens no Imagine BeadlesBabe começaram \o/
Clique aqui para ir para o blog.

California Sky: Capítulo 7 - Bowling

23 comentários: | |
65189_544169592278420_1786904215_n_large

Santa Monica - Califórnia, quarta-feira, 2:40PM
Por algum milagre, eu não precisei ficar insistindo para os meus pais deixarem eu sair. Minha mãe disse que eu precisava mesmo arrumar amigos por aqui. Não entendi pra quê, já que nem moro aqui, mas decidi não perguntar. Vai que ela desiste de me deixar sair...
Terminei de me arrumar e fui para a sala, encontrando Mandy sentada no sofá com Andrew.
Sophie: Oi. - Sentei do lado de Mandy. Nem morta que eu sentaria do lado do Andrew.
Mandy: Oi, seu irmão deixou entrar e como você tava demorando, nós ficamos conversando.
Sophie: Se eu fosse você mantinha distância dele. - Ela riu.
Andrew: Olha quem tá falando...
Mandy: Pelo visto vocês se amam né?
Sophie: Nossa, ele é a razão do meu viver. - Fiz um coração com as mãos e os dois riram.
Escutamos uma buzina na rua e eu fui correndo abrir a porta. Mandy veio atrás de mim. Quando abri, Chaz e Justin sorriram.
Justin: Hey! - Ele me abraçou e abraçou Mandy.
Chaz: Olá. - Disse quando nos abraçamos. Logo depois abraçou Mandy.
Justin: Vamos? - Disse olhando de canto de olho para Chaz.
Sophie: Só um segundo. - Disse. - Pirralho, avisa pra mãe que eu já fui! - Gritei e fechei a porta, enquanto eles riam.
Chaz: Amor de irmão é uma coisa tão linda.
Sophie: Eu sei. Amo eles demais. - Disse com ironia e ele riu. Entramos no carro de Bieber e eu acabei indo na frente novamente, já que Chaz e Mandy já foram se enfiando no banco de trás. Justin ligou o rádio e tocava uma música animada, mas eu não conhecia.
Sophie: Adorei seu tênis. - Disse à Justin, quando percebi que ele estava com o mesmo tênis que eu.
Justin: Obrigado, eu também adorei o seu. - Rimos.
Mandy: Isso é raro de acontecer..
Sophie: O que?
Mandy: Justin sem Supra. - Ele riu.
Justin: É verdade. Hoje aconteceu um milagre.
Sophie: Que Supra? O tênis?
Chaz: Não Sophie, é o fogão Supra. - Eles riram.
Sophie: Tem o carro Supra também ok?
Justin: Até porque nós estávamos falando de carros. - Rimos.
Sophie: Mais idiota que vocês é impossível.
Chaz: Nós sabemos. - Rimos.
Justin: Chegamos!
Chaz: Finalmente, to morto de fome.
Justin: Estranho seria se você dissesse que não está com fome. - Rimos e descemos do carro.
Chaz: Nem é assim. Eu só tenho fome às vezes.
Justin: Claro, só às vezes. - Chaz riu.
Chaz: Vou ali comprar alguma coisa e já venho. - Assentimos e ele saiu. Entramos no boliche e calçamos aqueles sapatos esquisitos. Ficamos sentados esperando Chaz voltar.
Justin: Então... você e o Chaz estão... ficando? - Disse pra mim e eu arregalei os olhos.
Sophie: Não! De onde tirou isso? Eu conheci ele ontem.
Justin: Eu só deduzi, por causa de ontem...
Sophie: Deduziu errado então. - Já disse que eu perco a paciência fácil? Pois é..
Mandy: Vocês não vão discutir né?
Sophie: Não tem ninguém discutindo aqui. - Mandy riu baixo.
Chaz: Cheguei. - Disse carregando um copo do Starbucks com alguma bebida dentro. - Alguém quer?
Mandy: Não.
Justin: Vamos jogar logo. - Ele levantou e foi até as bolas. Chaz nos olhou confuso.
Mandy: Vamos formar duplas.
Justin: Eu e você, Chaz e Sophie.
Sophie: Ótimo. - Fui para perto do Chaz, que jogou o copo no lixo e pegou uma bola.
Ele a jogou e derrubou 8 pinos.
Chaz: Poxa... - Disse decepcionado.
Justin jogou a bola e derrubou 9 pinos.
Justin: Ai, ai, sou muito foda pra vocês. - Disse se gabando e eu revirei os olhos.
Sophie: Você ainda não me viu jogar. - Disse. Peguei a bola a joguei, derrubando todos os pinos. - STRIKE! - Gritei e eles me olharam boquiabertos. Eu sempre vou ao boliche com os meus amigos do Arizona e eu aprendi a jogar bem.
Mandy: Wow, o que foi isso?
Sophie: Tenho meus truques. - Disse e ela riu.
Mandy: Minha vez agora.
Chaz: Sinto dizer, mas vocês já perderam.
Mandy: Não se eu fizer um strike. - O celular do Justin tocou antes dela jogar e ele se afastou para atender.
Mandy jogou a bola e acertou 9 pinos, o que fez eu e Chaz gritarmos feitos loucos. Ele me pegou no colo e me girou. Fiquei meio sem graça, mas a emoção do momento nem me fez ligar pra isso.
Sophie: Nós somos muito fodas!
Chaz: Eu sei! - Ele me colocou no chão e sorriu. Agora que fui reparar que ele tem um sorriso lindo. Sophie, o que você está dizendo sua retardada?
Justin: Temos que ir. Scooter quer falar comigo pelo Skype. Ah, e parabéns pela vitória. - Disse sorrindo.
Chaz: Obrigado, nós somos fodas, pode falar. - Justin revirou os olhos.
Quando saímos nós pagamos o boliche e entramos no carro de Justin. Dessa vez eu fui atrás com Chaz, Justin tinha me estressado.
Chaz: Nós deveríamos jogar boliche mais vezes, ninguém iria nos ganhar nunca.
Sophie: Você sabe que só ganhou por causa de mim.
Chaz: Mesmo assim, isso me torna foda também. - Pude ouvir Justin bufar.
Sophie: Tá se aproveitando do dom dos outros.
Chaz: Admite que nós formamos uma ótima dupla.
Justin: PORQUE NÃO FICAM JUNTOS ENTÃO? - Gritou e parou o carro, fazendo todos nós olharmos perplexos pra ele, inclusive Mandy, que nunca viu o ídolo daquele jeito.
Chaz: Qual o seu problema cara? - Disse calmo.
Só então fui perceber que estávamos em frente a minha casa. Mandy se despediu dos dois e desceu.
Sophie: Tchau, Chaz. - Dei um abraço nele e desci do carro. Cada vez mais eu me arrependo de achar que Justin não era mais uma celebridade metida.
Mandy: Uau, o que foi aquilo? - Disse enquanto íamos pra dentro da minha casa.
Sophie: Desculpa te dizer isso, mas acho que Justin não é aquele príncipe encantado que você acha que ele é.
Mandy: Ele nunca foi um príncipe encantado, mas ainda é perfeito. - Revirei os olhos.
Sophie: Eu vou tomar banho, você pode ficar aqui com os pirralhos ou ficar me esperando lá no meu quarto.
Mandy: Vou ficar aqui. Pelo menos não fico sozinha. - Assenti e enquanto subia a escada pude ouvir ela perguntar "Então, quem é o Matthew e quem é o Andrew?". Ri e acelerei os passos, chegando no andar de cima mais rápido.
Peguei uma roupa na minha bagunça mala e fui para o banheiro. Tomei um banho de uns 25 minutos, me vesti e penteei o cabelo.
Fui para a sala e não tinha ninguém lá. Escutei a voz dos meus pais na cozinha e fui até lá.
Sophie: Cheguei! - Dei um beijo em cada um.
Paul: Olá. Quer um cupcake? - Apontou para uma bandeja cheia de cupcakes coloridos.
Sophie: Claro! - Peguei um. - Viram a Mandy? - Mordi um cupcake.
Sandy: Nós chegamos e ela não estava mais aqui.
Sophie: Hm, ok. Eu vou dar uma volta, posso?
Paul: Só não volte tarde.
Sophie: Não vou. Guardem cupcakes pra mim, não comam todos. - Eles riram.
Pensei em chamar Mandy, mas as luzes da casa dela estavam apagadas, apenas as do jardim estavam acesas. Provavelmente tinha saído com os pais.
Decidi caminhar um pouco pela cidade, havia tempo que não fazia isso.
Passei por um Starbucks e meus olhos brilharam quando vi umas fotos de frapuccinos grudados na parede. Se eu não comprasse agora ia ficar com vontade, então decidi comprar.
Fiz o pedido e decidi sentar em uma mesa vazia no canto, em frente a uma janela grande que dava pra ver a rua e então vi ele entrando. Porque ele tinha que vim no mesmo Starbucks que eu?

Adoro fazer suspense hahahaha
O ruim é que vocês sempre acertam meus suspenses :(
Vou passar a colocar algo mais difícil pra vocês adivinharem.
Mas então, o que acharam do capítulo?
Leticia Medeiros, senti sua falta aqui no blog, sempre olhava os comentários pra ver se você tinha voltado, mas você nunca voltava :(
Enfim obrigada pelos comentários anjos *o*
Me respondam uma pergunta: Jelena acabou ou não? Vi em um monte de lugar que eles terminaram...
Pra quem queria postar no blog: desculpa, mas não estamos procurando ninguém por enquanto. Qualquer coisa avisamos aqui.
E quanto ao Chaz: acalmem-se haha. Muita coisa ainda vai acontecer ;)
Preciso da opinião de vocês: Eu estava pensando em postar no blog de Imagine BeadlesBabe, mas não tenho certeza disso, pois pode ficar muita coisa pra mim postar, etc. Sinceramente, o que vocês acham?
Deixa eu parar de falar agora haha
+10 pro próximo

Obs.: leiam a página "Para Beliebers". Clica.
Obs²: Leiam o blog de Imagine BeadlesBabe. As postagens já começaram. Clica.