30/10/2012

Hate Or Love: Capítulo 26 - Soundcheck

9 comentários: | |

Paris - França, terça-feira, 7 horas da manhã
Acordei e vi Justin dormindo como um anjinho do meu lado. Dei um beijinho na bochecha dele e tentei levantar, mas ele me puxou e virou, ficando por cima de mim.
Alexa: Seu fingido! Eu achei que você tava dormindo. - Ele riu e me deu um selinho.
Justin: Já estava acordado há alguns minutos.
Alexa: Porque não me acordou?
Justin: Você é tão linda dormindo. Alguém já te disse isso?
Alexa: Já, mas nunca acreditei porque sei que é mentira. - Ele riu e selou nossos lábios.
Justin: Tenho que voltar pro meu quarto senão alguém pode chegar lá. - Selou nossos lábios e levantou. Ele estava apenas de cueca e estava o caminho da perdição.
Justin: Não precisa babar, isso tudo é seu. - Disse e só então fui notar que eu o olhava. Senti minha bochecha corar.
Alexa: Não estava te olhando. - Levantei e fui para o banheiro, enrolada no cobertor e ouvindo as risadas dele.
Justin: Não precisa tampar não, eu já vi tudo ontem a noite! - Gritou.
Alexa: Cala a boca! - Disse e fechei a porta do banheiro, enquanto ouvia Justin rir. Me olhei no espelho e eu estava toda desarrumada, mas me sentia mais mulher. Será que dá pra perceber alguma mudança no meu corpo? Tomara que não, porque eu não quero que ninguém saiba o que aconteceu ontem.
Depois de fazer algumas palhaçadas no espelho, entrei no chuveiro, cantarolando Take My Heart. Quando saí, levei um susto. Justin estava sentado no vaso sanitário me observando.
Alexa: Justin! O que você tá fazendo aqui? - Peguei a toalha e me enrolei nela.
Justin: Você demorou muito aí, então decidi entrar. - Disse inocentemente e eu revirei os olhos.
Alexa: Você tem problemas mentais. - Ele riu e me seguiu até o closet.
Alexa: Vou trocar de roupa.
Justin: Pode trocar.
Alexa: Para de ser tarado e me dá licença. - Ele saiu de cabeça baixa, me fazendo rir. Fechei a porta e procurei uma roupa por ali. Quando achei, a vesti e voltei para o banheiro, para fazer minha higiene e depois passei um pouco de maquiagem, tudo isso sob os olhares do Justin. Quando terminei peguei o cartão do quarto, meu cartão de crédito e o celular.
Alexa: Terminei.
Justin: Linda como sempre. - Sorri e selei nossos lábios.
Entrelaçamos nossas mãos e pegamos o elevador, indo para o primeiro andar. Da porta do restaurante pude ver a Team Bieber tomando café e eles ocuparam quase o restaurante inteiro.
Sentamos junto com Pattie, Scooter, Alfredo, Dan, Carin, Ryan e Kenny.
Alexa: Bom dia gente. - Disse e sentei do lado do Justin e do Alfredo.
Kenny: Bom dia, casal. Dormiram bem?
Justin: Eu dormi bem, já a Alexa não sei. - Ele disse e olhou pra mim. Reprimi um riso.
Alexa: Dormi muito bem.
Alfredo: Justin, vamos jogar basquete hoje antes de show. Vamos?
Justin: Tava pensando em ficar com a Alexa.
Alexa: Pode ir.
Pattie: A Alexa pode ir comigo e com a Carin no shopping. Vamos comprar umas roupas pro show de hoje. Quer ir, Ale?
Alexa: Claro. Preciso mesmo comprar umas roupas de frio.
Justin: Tá bom então. Depois nos falamos, amor. - Me deu um selinho, pegou o café e saiu junto com os outros homens.
Carin: Você vai adorar os shoppings daqui. Tem várias lojas ótimas. - Disse enquanto tomava o café.
Alexa: Tenho certeza que vou. - Sorri.
Pattie: Gente, vamos logo porque temos muitas lojas pra visitar.
Alexa: Vamos então. - Peguei a minha bolsa e meu café a as segui. Entramos em um dos carros que Justin reservou e fomos para o shopping mais próximo. Entramos em praticamente todas as lojas do shopping e depois fomos em outro, depois em outro... e assim foi pelo resto do dia.
Chegamos no hotel 3 horas antes do show e tínhamos que nos arrumar para irmos, pois Justin ainda faria o soundcheck.
[...]
Paris - França, terça-feira, 5:40PM
Justin: Já está pronta? - Disse entrando no quarto.
Alexa: Aham. - Dei um selinho nele. - O que acha?
Justin: Tá muito curto, mas tá linda.
Alexa: Curto? Quer que eu ande de vestido até os pés?
Justin: E de manga cumprida. - Ri.
Alexa: Bobo. - Juntei nossos lábios e um beijo apaixonado se formou. As mãos de Justin passeavam por todo o meu corpo e apertou minha bunda com força, me empurrando para a parede.
Alexa: Jus.. - Disse ofegante enquanto tentava o empurrar. - Justin! - Ele parou para me olhar. - Temos que ir.
Justin: Mas depois nós continuamos. - Ri e assenti. Entrelacei minhas mãos na dele e nós saímos do quarto, encontrando algumas pessoas da equipe.
[...]
Paris - França, terça-feira, 6:10PM - Local do show
Quando chegamos, fomos direto para o backstage. Várias pessoas andavam pra lá e pra cá com pranchetas, roupas e equipamentos.
xxx: Justin, já pode começar. - Uma mulher morena avisou quando nos viu e ele apenas assentiu.
Justin: Vou fazer o soundcheck. É rapidinho, me espera no camarim. - Me deu um selinho e saiu. Andei por alguns segundos até encontrar o camarim, que por sinal era muito lindo e espaçoso. Tinha dois sofás brancos de couro, uma mesa lotada de comida, um freezer, um enorme tapete no meio, uma arara de roupas, vários tênis no chão e alguns quadros. Duas faxineiras limpavam o local. Tossi falso para elas me notarem.
Faxineira1: Ah, oi.
Alexa: Oi. - Sorri.
Faxineira2: Podemos continuar arrumando aqui? É que houve uns imprevistos e atrasou o nosso serviço.
Alexa: Tudo bem. Querem ajuda?
Faxineira1: Não precisa. - Sorriu simpática.
Alexa: Tudo bem, vou dar uma volta então. - Elas assentiram e eu saí. Comecei a andar pelo backstage e cumprimentei várias pessoas no caminho, pessoas que fazia anos que não via. Subi e uma rampa e.. oh, oh.. Acho que saí no palco. Todos olharam para mim e riram, inclusive os fãs que estavam ali. Não sabia onde enfiar minha cara, então tentei sair correndo dali, mas Justin me chamou.
Justin: Hey pessoal, olha quem está aqui. - Me deu um beijo na bochecha. - O que aconteceu?
Alexa: Eu estava andando por aí e acabei saindo aqui, mas já to indo. - Disse e virei para sair.
Justin: Não vá, fique aqui. - Fiz que não com a cabeça. - Vamos pedir pra ela ficar pessoal. Fica! Fica! - Todos começaram a gritar. Assim não vale, é pressão demais para mim.
Voltei para o palco de cabeça baixa e lancei um olhar mortal pro Justin. Pelo menos acho que foi mortal.
Justin: Senta ali do lado do Fredo. - Ele apontou e eu assenti, indo me sentar onde ele indicou. Deitei minha cabeça no ombro do Alfredo e ele passou seu braço por volta do meu ombro.
Justin: Alguém tem alguma pergunta? - Todos levantaram a mão. - Você. - Apontou para uma garota de cabelos longos e blusa verde.
Garota1: Você e a Alexa estão namorando? - Levantei minha cabeça e olhei Justin. Ele não podia assumir nosso namoro agora. Só se ele fosse louco. E ele é. Oh God..
Justin piscou para mim.
Justin: Não, ela é minha melhor amiga.
Garota2: Igual a Selena era? - Uma outra garota lá no fundo gritou e Justin sorriu.
Justin: Quase isso. - As fãs deram vários gritinhos histéricos e nós rimos.
Garota3: Se vocês estiverem namorando, eu vou apoiar. - Uma outra gritou e então todo mundo começou a dizer "eu também". É tão bom saber que as fãs do Justin apoiam nosso relacionamento. Me sinto mais segura e feliz com isso.
Justin: Muito obrigada. Vocês são as melhores fãs do mundo. - Elas gritaram e eu só conseguia sorrir.


Ok, podem me bater, espancar, chicotear, pisotear, fazer o que quiserem, eu mereço :(
Gente, mil desculpas, eu não pude postar, sério ):
O que vocês acharam da Adriana? E da IB dela? Eu sinceramente, estou adorando. É ótima.
Gente, decidi que vou fazer uma IB de Natal mais pra frente, o que acham?
Acho que o próximo da capítulo vai ser o último de HOL :'(
Digam o que acharam e comeeentem \o/
+8 pro próximo.

29/10/2012

NOVA MODERADORA!

Um comentário: | |
Heeeeey minhas divas! Eu sumi, eu sei, podem me bater :(
Tive que ir pro sitio da minha tia com os meus pais ¬¬'
Enfim, trouxe uma nova notícia: temos uma nova moderadora! \o/
Teremos uma nova IB e espero que trate-a muito bem, pois ela é muito legal :D
O nome dela é Adriana Flach, tem 12 anos e mora no Rio Grande do Sul.
Seja bem-vinda Adriana ;)
Deixem um recadinho pra ela haha

25/10/2012

LLG 2nd Season: Capítulo 13 - On the pier.

13 comentários: | |
2093359510_386254981f_large

Los Angeles, quarta-feira, 12:00PM, festa de comemoração do VMA
Justin não veio falar comigo a festa toda, o que me fez pensar que a música não foi pra mim. Já estava cansada de dançar e não queria ficar de vela pra Austin e Caitlin. Peguei uma bebida de  um garçom que passava e fui para o lado de fora da casa, me sentando em um dos bancos do jardim. A casa do Scott era linda e no jardim tinha uma piscina, flores e árvores de vários tipos e várias luzes coloridas, que deixava tudo mais bonito.
Justin: Você deveria parar com as bebidas. - Ele surgiu "do nada", me fazendo levar um susto.
Carly: Eu sei o quanto que posso beber. Aquele dia foi um descuido. - Ele riu baixo.
Justin: Posso sentar?
Carly: Achei que estava me ignorando, mas pode sentar. - Cheguei para o lado e ele sentou. Pude ouvir ele soltar um longo suspiro e o olhei rapidamente, enquanto bebia um pouco da bebida colorida que estava no meu copo.
Justin: Eu só.. fiquei chateado.
Carly: Eu te entendo. Me desculpa. - Ele apenas sorriu. - Ér.. a música que você cantou.. - Ele me interrompeu.
Justin: Sim, era pra você... Eu sinto sua falta. - Disse olhando para os próprios pés.
Carly: Também sinto sua falta, mas sempre acontece algo para nos afastar..
Justin: Ok, vamos prometer um ao outro que nada e nem ninguém nunca mais vai nos afastar. - Ele estendeu o dedo mindinho e eu entrelacei o meu mesmo dedo no dele.
Carly: Não pode quebrar uma promessa heim?
Justin: Não vou quebrar. - Ele me abraçou. - Vamos dançar?
Carly: To tão cansada..
Justin: Então eu fico aqui com você.
Carly: Não, pode ir. Não quero atrapalhar mais uma festa sua.
Justin: Você nunca atrapalha. - Sorri. - Acho que festa não é muito bom para nós. Sempre que vamos em uma algo acontece. - Nós rimos.
Carly: Acho que devemos parar de ir em festas.
Justin: A partir de agora. - Ele levantou e estendeu a mão para mim. - Quer ir em lugar comigo?
Carly: Agora? No meio da festa?
Justin: É. Deixa sua limousine com a Caitlin e o Austin e vamos na minha. - Sorri e segurei sua mão. Ficamos procurando eles por alguns segundos e os avisei, depois nos despedimos de algumas pessoas.
Entramos na limousine e fomos o caminho todo em silêncio, mas não um silêncio ruim.
Chegamos em um cais [n/a: imaginem que é maior e tem um banco] que estava vazio. Os seguranças andavam no nosso lado.
Nós nos sentamos e os seguranças se afastaram um pouco.
Justin: Você gostou?
Carly: Sim, é lindo. - Ele riu alto e eu o olhei sem entender. - O que é?
Justin: Não estava falando daqui e sim da apresentação. - Ele riu mais ainda e eu o acompanhei. Minha lerdeza é uma coisa extraordinária.
Carly: Acho que já dá pra parar de rir. - Ele foi parando de rir aos poucos.
Justin: Desculpa, é que foi engraçado. Mas e então, gostou?
Carly: Foi.. perfeita! A mais linda que eu já vi. - Ele sorriu.
Justin: Não mais do que a sua primeira apresentação, que foi praticamente toda dedicada à mim.
Carly: Nem se acha né?
Justin: Fala a verdade. Todo mundo sabe que foi pra mim.
Carly: Tá, foi, mas pensa bem, você foi meu primeiro namorado e ainda por cima ídolo.
Justin: Eu fui seu primeiro namorado? - Me olhou com uma cara engraçada. Acho que falei merda.
Carly: Podemos dizer que sim. - Disse com vergonha. Odiava contar para as pessoas sobre a minha vida amorosa.
Justin: Me conta, Carly. Pode confiar. - Revirei os olhos.
Carly: Ok. Você foi primeiro namorado sério, antes eu já tinha ficado com uns dois garotos.
Justin: Oww, que linda. - Disse apertando minhas bochechas.
Carly: Justin, isso tá muito gay.
Justin: É, eu sei. - Nós rimos.
Carly: Satisfeito por saber dos meus "relacionamentos"? - Fiz aspas com as mãos.
Justin: Sim, porque agora eu sei que fui o primeiro e vou ser o seu último namorado.
Carly: E quem te disse isso?
Justin: Eu disse. - Disse convencido e eu ri, mas fui interrompida pelos lábios do Justin encostando nos meus. Justin pediu passagem para a língua e eu cedi. Seus braços envolveram minha cintura, me puxando para mais perto dele. Nossas línguas brincavam dentro de nossas bocas, em um beijo lento e apaixonado.
Justin: Agora você acredita que eu vou ser? - Disse. Nossas testas estavam juntas.
Carly: Quem sabe.. - Sorri e ele selou nossos lábios novamente, mas fomos interrompidos por um dos seguranças.
Segurança: Desculpa interromper sr. Justin, mas já são 2 horas.
Carly: Mas já? Nem vi a hora passar.. - Me afastei do Justin.
Justin: Temos que voltar, já está tarde. - Ele levantou e estendeu a mão para mim.
[...]
Justin me deixou em casa e foi para a dele. Austin e Caitlin já tinham chegado e nós ficamos conversando por várias horas.



Heeey minhas beliebers *-*
Como estão? (:
Geeente, no tumblr do Mike Lerner (fotógrafo de shows do JB) tem uma foto da bandeira do Brasil que as Braziliebers autografaram *---*
Aqui o link: http://mikelernerphotography.tumblr.com/post/28940832666/when-a-storm-approaches-take-pictures-of-the

Quem quiser se afiliar, deixa o link (:
+8 pro próximo

24/10/2012

Um comentário: | |
Oi lindas *-*
Vim avisar que hoje não tem post por dois motivos:
1º - Tenho Crisma.
2º - Não teve os 8 comentários que eu pedi no capítulo anterior.

É só isso. Se amanhã tiver os 8 comentários eu posto (;
;*

23/10/2012

Hate Or Love: Capítulo 25 - First Time (HOT)

13 comentários: | |
Tumblr_mcd56c3tmt1rjzel8o2_500_large
Capítulo totalmente hot, se não gostar, não leia.

Paris - França, terça-feira, 2 horas da madrugada
Só consegui dormir por 3 horas, pois alguém batia na porta freneticamente. Levantei sonolenta e a abri. Justin entrou correndo e fechou a porta.
Alexa: Que invasão é essa? - Ele sorriu de lado.
Justin: É que eu precisava disso. - Disse me puxando para perto e selando nossos lábios. Suas mãos caminhavam pelas minhas costas e as minhas mãos estavam no cabelo de Justin, nos aproximando mais ainda e removendo qualquer espaço que poderia existir entre nossos corpos.
Justin: Posso dormir aqui? - Disse quando partimos o beijo. Nossos corpos continuavam juntos.
Alexa: Se ninguém souber. - Disse e ele me deu um selinho.
Justin: Ninguém vai saber. - Deitou na cama e eu deitei do seu lado. Justin me puxou para perto dele e eu deitei em seu abdômen.
Alexa: Você vai me deixar mal acostumada. - Disse enquanto sentia o beijo melado que Justin deu na minha testa.
Justin: Não tem problema, porque eu vou dormir ao seu lado todos os dias das nossas vidas.
Alexa: Promete? - Levantei um pouco, ficando apoiada no meu cotovelo, e olhei em seus olhos, que estavam lindos devido à luz da Lua que entrava pela janela do quarto.
Justin: Prometo, nem que seja a última coisa que eu faça. - Sorri e juntei nossos lábios, em um beijo totalmente sem malícia. Mas não por muito tempo. Logo as mãos do Justin foram para a minha bunda e em um movimento rápido ele me virou, ficando por cima de mim. As mãos de Justin passeavam por todo o meu corpo e eu já podia sentir seu membro ficar rígido. Parei o beijo e arranquei a blusa de Justin, jogando-a para algum lugar do quarto. Justin fez o mesmo com a minha blusa, me deixando com os seios a mostra. Agora eu não sentia mais vergonha, apenas desejo. Eu queria sentir o Justin dentro de mim e tinha certeza que já estava preparada.
Nós nos beijávamos, enquanto as mãos de Justin iam até a barra do meu short, o tirando e eu fazia o mesmo com a bermuda dele. Uma de suas mãos acariciava meu seio esquerdo, enquanto ele sugava o direito. Era impossível não soltar alguns gemidos. Levei minha mão até seu membro e o apertei, fazendo Justin arfar.
Justin foi depositando beijos pela minha barriga, até chegar à minha calcinha, removendo-a com os dentes. Senti sua língua encostar na minha intimidade e soltei um gemido alto, o que fez Justin me beijar, enquanto me estimulava com os dedos.
Minhas mãos foram até a cueca de Justin, a tirando e revelando o membro rígido do Justin.
Justin: Tem certeza que quer fazer isso? - Disse ofegante no meu ouvido e eu assenti. Justin levantou e eu o observava, sem entender o que ele estava fazendo. Ele foi até sua bermuda e só então eu fui ver que ele tinha ido pegar camisinha.
Justin: Me ajuda? - Disse e eu fiz que "sim" com a cabeça. Ele segurou minha mão e me ajudou a colocá-la.
Justin me beijou e eu sentia seu membro encostando na minha intimidade. Ele encostou a cabecinha e fez pequenos movimentos de vai-e-vem, me deixando louca.
Alexa: Aww.. Justin. Põe tudo. - Disse em meio aos gemidos que eu soltava e ele riu baixo.
Justin: Não quero te machucar. - Disse enquanto me penetrava aos poucos. Depois de penetrar tudo, fez pequenos movimentos de vai e vem enquanto nos beijávamos.
Justin aumentou a velocidade aos poucos e logo ele já entocava bem rápido e fundo, fazendo nossos corpos se chocarem em cada entocada que ele dava.
Nós chegamos ao ápice juntos e Justin caiu do meu lado, me abraçando. Estávamos suados e cansados, mas tinha sido ótimo, simplesmente porque foi com a pessoa que eu amo.
Justin: Hey, Ale. Tá dormindo? - Disse depois de uns minutos em silêncio.
Alexa: Não. - Me virei, ficando de frente pra ele.
Justin: Eu te amo. - Disse com o sorriso mais perfeito do mundo no rosto. Senti meu coração parar e voltar a bater novamente. Sabe o quanto é especial ouvir isso da pessoa que você ama? É a melhor sensação do mundo e eu poderia morrer agora que morreria feliz.
Alexa: Eu te amo. - Disse quando voltei à realidade e ele selou nossos lábios. Justin me abraçou quando partiu o beijo e então nós dormimos. Essa foi, literalmente, a melhor noite da minha vida.

Como vocês são muito divas, eu postei 2 hoje pra vocês *--*
Anônimo que disse que eu copiei o termo "purple divas", eu não copiei de ninguém, nem mesmo sabia que já tinham inventado. Só veio na minha mente e eu coloquei aqui.
Quem quiser se afiliar avisa nos comentários (:
+8 pro próximo.

LLG 2nd Season: Capítulo 12 - VMA

17 comentários: | |

Beverly Hills - Los Angeles, segunda-feira, 8:00AM
-narrado por Justin B.-
Assim que cheguei no ensaio do VMA, vi Carly ensaiando. Ela estava dançado uma de suas músicas, enquanto ria de uma dancinha que Caitlin e Austin faziam. Estava linda e a vontade que eu tinha era de ir até ela e dizer o quanto eu a amo e a quero do meu lado, mas não dá, não agora, não desse jeito. Eu preciso dela e vou dizer isso à ela em breve, só não sei o que ela vai dizer.
-fim da narração de Justin B.-

2 dias depois, Los Angeles, 8:30PM  -- Dia do VMA
-narrado por Carly-
Caitlin: Aww Carly, você está ficando muito linda. Quando o Justin te ver, vai voltar pra você rapidinho. - Disse enquanto olhava a minha cabeleireira e maquiadora me arrumar.
Carly: Obrigada, mas vamos esquecer o Justin pelo menos hoje ok? - Ela assentiu. - Você já está pronta?
Caitlin: Já terminei há muito tempo linda. A Paola arrumou meu cabelo e maquiagem. - Paola era a minha cabeleireira. Meu celular começou a tocar.

-ligação on-
Scooter: Hey Carly.
Carly: E ae Scott.
Scooter: Já tá pronta?
Carly: Quase.
Scooter: Quem vai com você? Pra mim ver se os lugares marcados estão certos.
Carly: Caitlin.
Scooter: Então é só um lugar mesmo? Lauren e Robert não irão?
Carly: Não, eles vão fazer uma viagem.
Scooter: Ok. Era só isso mesmo. Até mais tarde.
Carly: Até.
-ligação off-

Paola: Prontinho, Carly. - Me entregou um espelho. Estava lindo.
Carly: Muito obrigada, Paola. Está lindo. - A abracei e então tirei meu roupão, mostrando a roupa que eu usava por baixo.
Caitlin: Awww, que linda.
Caitlin: Você também está.
Austin: Hey, meninas vam.. Uau! - Disse entrando no quarto.
Caitlin: Austin? O que tá fazendo aqui? - Disse indo até ele e lhe dando um selinho.
Austin: Ué, eu não posso mais vim aqui?
Carly: Nós achamos que você ia na frente. - Dei um abraço nele.
Austin: Eu ia, mas aí decidi ir com vocês.
Carly: Então vamos. Nós já estamos prontas. - Ele assentiu e nós fomos. Iriamos em uma limousine que o Scooter alugou e Joe e Dave iriam nos acompanhar.
[...]
Depois que chegamos, paramos no tapete vermelho, demos algumas entrevistas, cumprimentamos algumas pessoas e então entramos. Uma pessoa nos guiou até nossos lugares, que estava assim: Dave, Austin, Caitlin, eu e Joe. Eu já tinha pedido para deixar todos nós juntos.
Depois de quase uma hora esperando todos chegarem, o VMA começou. Minha apresentação ia ser a penúltima, antes da apresentação do Justin.
Caitlin se divertia muito vendo todos aqueles famosos perambulando pelo local e nós sempre ríamos quando ela via um famoso que gostava e tinha um pequeno surto.
Quando se passaram 1 hora e 40 minutos, vieram me chamar para me arrumar. Me arrumei em 10 minutos. Não tinha nada de mais na roupa, era apenas um vestido e um sapato de salto.
Logo anunciaram meu nome e eu subi no palco, cantando e dançando uma das minhas músicas.
Vi Justin já pronto olhando pelo backstage. Estava de braços cruzados e olhava atentamente.
Quando terminei, troquei de roupa rapidamente e voltei para o meu lugar. Anunciaram mais um prêmio, o qual eu não estava concorrendo, e então Justin subiu ao palco. Sentou em um banco, ao lado de Dan Kanter, cada um segurando um violão.
Justin: Olá. Eu tinha preparado uma apresentação bem animada, mas eu decidi de última hora fazer uma bem simples, mas muito especial. Vou cantar uma música para uma pessoa que eu magoei muito. Espero que gostem. - Caitlin e Austin me olharam sorrindo e eu apenas olhava para Justin, tentando entender o que se passava na cabeça dele.

Well, let me tell you a story
About a girl and a boy
He fell in love with his best friend
When she's around
He feels nothing but joy...

Percebi que o Justin cantava com o coração e às vezes olhava pra mim e dava um sorriso de lado, fazendo meu coração disparar. Sabe aquela sensação de borboletas no estômago? Era exatamente o que eu estava sentindo. Justin estava praticamente se declarando para mim em público, em pleno VMA. Era tudo o que eu mais queria e se eu pudesse diria tudo o que estava sentindo agora.
Quando terminou, Justin piscou pra mim e então se retirou do palco, em meio aos aplausos e gritos.
[...]
Depois do VMA teria uma festa de comemoração na casa do Scooter e nós já estávamos a caminho de lá. Eu tinha ganho 2 dos 4 prêmios nos quais eu concorria, o que era ótimo.
Caitlin: Eu acho que você deveria agarrar o Justin e dar um daqueles beijos desentupidores de pia. - Disse e Austin riu, concordando com ela em seguida.
Carly: Eu acho que vocês deveriam parar de cuidar da minha vida amorosa. - Bufei e eles riram mais ainda.
Austin: Nós somos seus amigos, temos que tomar conta da sua vida. - Revirei os olhos.
Chegamos na casa do Scott e vários carros já estavam estacionados lá, inclusive a limousine do Justin.
Assim que entramos, vimos Cody Simpson, o qual Caitlin não surtou, pois eles já eram amigos e lá no fundo estava Justin, conversando com Scooter e Usher. Não preciso nem dizer que nossos olhares se encontraram né?


Voooooooooooooltei purple divas \o/
Desculpa, estava sem tempo, como já disse. Esse capítulo ficou ruim, mas o próximo vai ter muitas surpresas haha.
Leitoras novas, sejam bem-vindas *--*
E quem quiser se afiliar é só me mandar o link do blog (:
Leticia Medeiros e Luiza Almada muito obrigada! Vocês comentam todos os capítulos *-*
Pra terminar, +8 pro próximo ;)

22/10/2012

/Bia

Nenhum comentário: | |

Oi amores o/ Desculpe o sumiço, eu viajei e cheguei ontem a noite, nem liguei o pc. Hoje eu cheguei da escola com muito sono e acabei dormindo, além de que eu ainda tenho algumas coisas pra fazer. Devo postar hoje lá pela 22h ou então só amanhã à tarde. Desculpa :(

18/10/2012

Hate Or Love: Capítulo 24 - Want to date me?

13 comentários: | |
Tumblr_mb16m1dgn61re152no1_500_large

Paris - França, segunda-feira, 8 horas da noite
Hoje o dia passou bem rápido. Justin deu algumas entrevistas no saguão do hotel e no tempo livre ficamos juntos.
Logo chegou a noite e nós iríamos até a Torre Eiffel para um jantar. Já estava quase pronta, só faltava os brincos. Assim que terminei de me arrumar, olhei (o segundo, se não gostar ignore.) no espelho. Até que estava bom. Alguém bateu na porta, com certeza era Justin. Peguei meu celular e o cartão do quarto.
Justin: Oi. - Disse sorrindo. Ele estava lindo e sorridente e assim que abria a porta, me deu um selinho.
Alexa: Oi. - Sorri.
Justin: Está linda.
Alexa: Você também. Vamos? - Ele assentiu e segurou minha mão.
Justin: Moshe vai com a gente, você não se importa né? - Disse enquanto íamos ao elevador.
Alexa: Claro que não. - Ele sorriu. Entramos no elevador e Justin me beijava toda hora. Vocês devem pensar que enjoa ficar beijando a cada 2 minutos, mas não. O beijo do Justin é como uma droga bem forte, não dá vontade de parar.
Assim que o elevador chegou no primeiro andar, fomos direto para o carro, onde Moshe já nos esperava. No caminho Justin foi cantando e fazendo palhaçadas, nos fazendo rir.
Justin: Nós vamos jantar no topo da Torre Eiffel. - Disse quando descemos do carro.
Alexa: Omg, jura? - Disse surpresa. Ok, está confirmado, Justin é perfeito.
Justin: Aham. - Sorriu. Justin estava muito contente, mas ao mesmo tempo, aparentava estar nervoso com alguma coisa, o que me deixava curiosa.
Justin entrelaçou nossas mãos e nós pegamos um elevador, que nos levava até o topo. A noite estava linda, apesar do frio. As luzes da torre deixava tudo mais perfeito ainda.
Quando chegamos no topo o elevador abriu e então eu vi o quanto aquilo estava perfeito. Havia algumas luzes iguais aquelas do clipe de OLLG enfeitando o local, uma música clássica tocava, mas eu não consegui identificar de onde vinha, a lua cheia brilhava e uma linda mesa para dois estava montada.
Olhei para Justin e as luzes batiam em seus rosto, o deixando mais perfeito ainda. Ele sorriu quando percebeu que eu o olhava.
Justin: Gostou?
Alexa: É.. perfeito! Como consegue planejar essas coisas perfeitas?
Justin: Eu tenho meus truques. - Disse se gabando.
Alexa: Aham, seus truques se chamam Scooter e Pattie né? - Ele riu.
Justin: Só em algumas coisas. Eu só digo como quero e eles dão um jeito.
Alexa: Coisas de Justin Bieber né?
Justin: Exato. - Ele riu e me deu um selinho. - Vamos nos sentar mademoiselle? - Disse formalmente, me fazendo reprimir um riso. Ele puxou a cadeira para mim.
Alexa: Claro nobre cavalheiro. - Me sentei e ele sentou à minha frente.
Justin: Eu sei que tá tudo formal, mas o cardápio não é nem um pouco formal.
Alexa: O que é?
Justin: Spaghetti à bolonhesa. Eu gosto, você gosta, todos gostamos. - Ri e ele me acompanhou.
Alexa: Você é um dos poucos famosos que não ficaram mesquinhos. Quer dizer, ficou, mas depois voltou ao normal.
Justin: Graças à você. - Sorri. Ele levantou um pouco e selou nossos lábios em um beijo que terminou rapidamente. Porque ele sempre tinha que fazer isso? 
Justin: Eu queria deixar isso pro final, mas eu não to aguentando esperar. - Disse levantando e estendeu a mão à mim para eu levantar. Depois ajoelhou na minha frente.
Justin: Sabe Alexa... - Disse enquanto revirava os bolsos. - ...eu sei que pisei na bola com você há alguns anos, que eu te magoei e que fiz a maior burrada da minha vida quando te larguei. Eu agradeço à Deus todos os dias por ter te colocado na minha vida novamente e graças à você eu não me tornei mais um famoso metido. Esses anos que fiquei longe de você, só me fez perceber o quanto eu gosto de você, o quanto quero você do meu lado e o quanto eu preciso de você. Alexa Michael Chance, aceita namorar comigo? - Pegou uma caixinha de veludo preto do bolso e abriu, me mostrando o anel perfeito que estava ali dentro. Não consegui dizer nada, então o abracei bem forte e assim que nos separamos, selei nossos lábios, dando início a um beijo totalmente lento e apaixonado.
Justin: Acho que isso foi um sim. - Disse quando paramos o beijo.
Alexa: Foi. - Sorri. Ele pegou minha mão e delicadamente colocou o anel no meu dedo.
Justin: Eu escolhi esse anel porque você é minha princesa. - Disse e eu sorri. Quando a gente pensa que ele não vai ficar mais perfeito, ele faz isso.
Alexa: E você é meu príncipe. - Ele me abraçou. Ficamos assim por alguns minutos, sem se importar com o resto do mundo. É assim que eu me sinto quando estou com ele, como se só tivesse nós dois no mundo.
Justin: Vamos comer antes que esfrie, namorada? - Disse sorrindo.
Alexa: Vamos namorado. - Ele riu e me deu um selinho.
Nós sentamos e começamos a comer, enquanto conversávamos sobre coisas totalmente bobas. Quando terminamos já era 11 horas da noite e teríamos que ir embora, pois já estava tarde.
[...]
Assim que chegamos no corredor dos nossos quartos, Pattie apareceu com uma cara nada agradável.
Justin: Oi mãe. - Justin sorriu fraco.
Pattie: O que eu disse sobre o horário?
Justin: Desculpa, é que nós estávamos jantando e nem vimos a hora passar.
Pattie: Você sabe que é perigoso, Justin. Mesmo com Moshe junto, é perigoso.
Alexa: Desculpa Pattie, nós realmente esquecemos da hora. - Arrumei minha franja e o olhar de Pattie foi direto no anel.
Pattie: Awwww, vocês estão namorando. - Disse pegando minha mão e eu e Justin rimos.
Justin: Mãe, você vai deixar ela com vergonha falando assim aqui no corredor.
Pattie: Desculpa, querida. É que eu realmente fiquei feliz.
Alexa: Tá tudo bem. - Sorri.
Pattie: Amanhã eu e Carin vamos ao salão. Você quer ir?
Alexa: Claro!
Justin: E eu? Amanhã é meu dia de folga..
Pattie: Aproveite para se divertir. Faça um "dia dos homens" ou sei lá como vocês chamam isso. - Justin bufou e eu e Pattie rimos.
Pattie: Vou dormir. Boa noite. - Ela deu um beijo na nossa bochecha e entrou no quarto.
Justin: Até que enfim.
Alexa: Justin!
Justin: O que foi? Ela fala demais. - Ri.
Alexa: Boa noite, príncipe. - Disse quando chegamos em frente ao meu quarto.
Justin: Boa noite, princesa. - Me beijou. - Depois eu volto. - Piscou e eu ri.
Peguei o cartão do meu quarto e entrei. Fui até o closet e peguei meu pijama, indo para o banheiro em seguida. Tomei um banho, escovei o dente e deitei. Depois de pensar no que aconteceu por vários minutos, dormi sem ninguém me acordar. Ou pelo menos eu achei que ninguém ia me acordar.


Postei \o/ Não postei ontem porque dormi à tarde toda e à noite tive Crisma '-'
Bom, agora tenho que sair, então só vou agradecer minhas purple divas (é, acabei de inventar haha) pelos comentários anteriores *-* e dizer que quem quiser se afiliar é só dizer ^^
Quem vocês acham que vai acordar a Alexa? É meio óbvio né haha
Enfim, + 8 pro próximo s2s2

16/10/2012

LLG 2nd Season: Capítulo 11 - Ignoring

19 comentários: | |
Tumblr_m9ev6q8fxq1qh7ilgo1_500_large

Beverly Hills - Los Angeles, domingo, 7:10PM
Fiquei o observando por 10 minutos que passaram muito rápido, mas ele me viu, me olhou por alguns segundos, balançou a cabeça negativamente e então fechou a cortina. Aquilo doeu muito em mim, parecia que tinha levado uma facada. Ser ignorada por ele era horrível, a pior dor que já senti, bem maior do que quando nós terminamos.
Fiquei olhando para a janela fechada e quando dei por mim, estava chorando. Limpei as lágrimas e entrei no banheiro. Deixei a banheira enchendo e fui até o closet pegar um roupão limpo, que ficava no alto e eu precisei pular algumas vezes pra conseguir pegar.
Quando voltei pro banheiro, a banheira já estava quase cheia. Joguei alguns sais de banho, me despi e entrei. A água estava morna e deliciosa.
Algumas lágrimas ainda insistiam em cair e eu as deixava caírem livremente. Fui uma idiota ao inventar aquilo. Eu gosto muito do Justin e não tem como negar isso mais.
Fiquei alguns minutos na banheira. Saí e fui até o closet, fiquei andando por lá, achei uma roupa e a vesti. Iria com os meninos no aeroporto.
Saí do banheiro e fui até o quarto deles. As roupas estavam todas espalhadas pelo quarto e eles estavam as guardando.
Carly: Nossa, mas vocês ainda não terminaram? - Entrei no quarto e eles me olharam.
Chris: É que está um pouquinho bagunçado.
Ryan: É, temos que separar nossas roupas que misturaram tudo.
Carly: Se quiserem eu posso ajudar.
Chaz: Seria ótimo. - Disse e eu entrei no quarto. Comecei a recolher as roupas do chão e colocar em cima da cama, enquanto eles iam separando as roupas. Os ajudei a dobrá-las e quando terminamos já era 8:00PM. O voo do Chris sairia 9 horas e o de Chaz e Ryan sairia 9:40.
Carly: Vamos comer alguma coisa, aí eu aproveito e falo pro Joe nos levar. - Eles assentiram e pegaram suas malas, arrastando-as até a sala. Chegamos na cozinha e Joe estava conversando com Margareth.
Carly: Oi Meg, oi Joe.
Margareth: Oi. Chegaram na hora de comer o bolo que acabei de fazer. - Disse colocando o bolo em cima da mesa.
Chaz: Hmmm, como adivinhou que estávamos morrendo de fome?
Margareth: Eu sempre adivinho. - Ela piscou e nós rimos.
Carly: Joe, tem como nos levar até o aeroporto mais tarde?
Joe: Claro. Que horas?
Carly: 8:40 deixamos o Chris no aeroporto e então eu, Chaz e Ryan vamos dar uma volta. Pode ser? - Eles assentiram.
Comemos o bolo enquanto os meninos faziam palhaçadas e quando terminamos fomos escovar os dentes. Olhei pela janela do meu quarto só por curiosidade e a cortina do Justin continuava fechada. Minha vontade era de ir até lá, mas meu orgulho falava mais alto.
Chris: Carly, estamos prontos. Vamos? - Balancei a cabeça afastando os pensamentos e saímos do quarto.
Chris: O que você tem? - Chris me conhecia mais do que Ryan e Chaz, então obviamente ele percebeu que eu não estava bem.
Carly: Não é nada. - Ele me olhou com um olhar de reprovação e eu suspirei. - Justin não quer nem olhar na minha cara depois do que aconteceu. - Abaixei a cabeça e Chris me abraçou. Ele era maior do que eu, o que deixava o abraço dele muito mais confortante.
Chris: Não fica assim. Ele ainda gosta de você, só está chateado. Tenho certeza que vocês vão se acertar. - Disse olhando nos meus olhos e me deu um beijo na testa. Eu abracei bem forte e ele retribuiu. Chris é um ótimo amigo e eu posso contar tudo pra ele, que ele sempre me conforta.
Chris: Vamos? Senão vou perder meu voo. - Disse quando se soltou do abraço.
Carly: Vou sentir sua falta. - Sorri fraco.
Chris: Eu volto quando tiver tempo. Você ainda vai ter a Caitlin, o Austin e quem sabe o Justin. - Rimos e ele passou seu braço pela minha cintura, enquanto descíamos a escada.
Chaz: Finalmente. - Disse assim que chegamos na sala.
Chris: Quer que eu vá embora logo?
Chaz: Mas é claro.
Chris: Eu sei que você me ama.
Chaz: Awww, amo muito meu amor. - Fez uma voz fina e um coração com as mãos. Nós rimos.
Ryan: Hey galera, vamos logo. Já são 8:35. - Disse levantando e indo até as malas. Cada um pegou suas malas e fomos até a garagem. Joe já nos esperava no carro. Entramos e quando chegamos no portão, ouvimos Justin gritar, pedindo pra esperar. Os meninos desceram do carro e eu fiquei dentro dele, apenas observando. Justin estava com uma calça jeans caída, uma blusa branca, seus supras e o cabelo todo bagunçado.
Justin: Já iam embora sem se despedir né? - Disse fazendo um toque com os meninos.
Ryan: Não, é que vimos seu carro saindo e achamos que fosse você.
Justin: Ah, eu emprestei ele pro Moshe ir no Subway pra mim.
Chris: Cara, ainda bem que você faz muitos shows, senão ia estar uma baleia. - Eles riram.
Justin: Vocês vão vim pro VMA?
Chaz: Não podemos faltar aula. Só a Caitlin que vai ficar.
Justin: E cadê ela?
Chris: Saiu com o Austin. Disseram que iam voltar antes de irmos, mas até agora nada. - Justin fez uma cara maliciosa e eu ri baixo.
Chris: Para com isso! - Chris disse bravo e eles riram.
Ryan: Bro, temos que ir ou o Chris vai perder o voo. - Eles fizeram o "toque" novamente.
Justin: Ok. Até a próxima então. - Ele disse e os meninos entraram no carro. Só então Justin me viu. Ele apenas me olhou e então caminhou lentamente para dentro de casa. Porque ele tinha que me ignorar desse jeito? Ele não sabe o quanto dói..
[...]
Depois de todos embarcarem, voltei para casa e Austin e Caitlin estavam no sofá, com Bob no colo. Bob já estava grande e muito bagunceiro, então ficava sempre no quintal.
Carly: Nossa, achei que não viriam mais em casa. - Dei um beijo na bochecha de cada um e sentei do lado deles. Bob logo veio para o meu colo.
Caitlin: Tivemos alguns imprevistos com paparazzis. Depois mando uma mensagem para os meninos.
Carly: Amanhã eu tenho ensaio do VMA às 8h, vocês vão?
Austin: Aham.
Carly: Eu vou subir e atualizar minhas redes sociais, se quiserem comer alguma coisa podem fuçar lá, porque a Meg já foi pra casa.
Austin: Precisa nem avisar, nós iriamos mexer lá se você avisasse ou não. - Ri.
Fui para o meu quarto e enquanto o notebook ligava, fui vestir o meu pijama e escovar o dente. Quando voltei olhei para a janela do Justin. A cortina branca continuava fechada, mas eu podia ver a sombra de Justin. Ele estava tocando violão, provavelmente ensaiando para o VMA. Fechei minha cortina também e fui para o computador. Chequei todas as redes sociais e quando vi já eram 1 hora da madrugada e Caitlin já estava mexendo na mala dela.
Carly: Vai dormir aqui?
Caitlin: Claro, precisamos por o papo em dia. Só vou colocar o pijama. - Assenti e ela entrou no banheiro. Desliguei o computador e arrumei a cama para mim e Caitlin, que dormiria na mesma cama que eu, já que minha cama era enorme. Deitei e logo Caitlin chegou.
Começamos a conversar e ela me contou sobre ela e Austin. Contei sobre Justin e ela ouvia tudo atentamente e quando terminei, me deu alguns conselhos.
Dormimos por volta das 2:40 da madrugada.


Ninguém lembrava mais do Bob né? Pois é, nem eu hhahahahahhaa. O que acharam do capítulo, lovers? E o que acham da ideia de criar um blog para downloads de objetos do The Sims 3? Eu só vou criar se vocês visitarem (:
Desculpa por não postar :(
Quem quiser se afiliar é só avisar e obrigada pelos comentários anteriores.
Quem pediu divulgação, o blog de vocês está na página "Divulgação".
Olhem lá, tem vários blogs ótimos.
+ 8 pro próximo.

14/10/2012

Hate Or Love: Capítulo 23 - Almost

14 comentários: | |
158963061817655537_dtrdmwvj_c_large

Paris - França, segunda-feira, 4 horas da madrugada
Acordei de madrugada com alguém batendo na porta. Fui até lá com um certo receio em abrir, já que era de madrugada.
Alexa: Quem é? - Disse antes de abrir a porta.
Justin: Sou eu, Justin. - Abri a porta e ele estava só de bermuda, o que era estranho, já que está fazendo frio.
Alexa: Justin? O que quer aqui essa hora?
Justin: É que eu perdi o sono e achei que você poderia me fazer companhia. - Sorriu sem graça.
Alexa: Entra. Está muito frio. - Ele entrou e sentou na poltrona. - A Pattie não vai gostar nada de nos ver aqui.
Justin: Ela não precisa saber. - Sorriu. - Tem cobertores extras não tem? Vou colocar uns aqui no chão pra mim dormir. - Disse indo até o closet.
Alexa: Ér.. Justin, você pode dormir aqui se quiser. - Sorri sem graça e Justin sorriu pra mim, vindo até a cama. Se enfiou em baixo do cobertor e me deu um beijo na testa. Cada um virou para um lado.
Justin: Ale? - Disse depois de uns minutos de silêncio e virou para o mesmo lado que eu.
Alexa: Hã? - Virei para o outro lado, ficando de frente pra ele.
Justin: Como você convenceu seu pai?
Alexa: Minha mãe fez isso por mim.
Justin: Ainda bem que sua mãe convenceu ele, porque eu não conseguiria ficar longe de você. - Sorri e Justin apenas fitava o meu rosto.
Me aproximei dele e juntei nossos lábios bem devagar em um selinho bem longo, mas logo Justin pediu passagem para a língua e eu cedi. Um beijo lento e apaixonado se formou. As mãos de Justin passeavam pela minha costas e minha mão estava no cabelo do Justin, fazendo nossos corpos se aproximarem. Em alguns segundos o beijo se tornou algo mais quente e Justin virou, vindo para cima de mim. Uma de suas mãos apertavam minha bunda e eu puxava os cabelos de Justin.
Os beijos passaram para o meu pescoço e Justin puxou minha blusa para cima, deixando meus seios a mostra.. Fiz o mesmo e joguei a blusa do Justin para longe. Justin me beijou novamente e eu podia sentir o membro do Justin bem rígido encostando na minha intimidade, me deixando totalmente excitada. Minhas mãos foram para a bermuda de Justin a puxando para baixo, enquanto uma de suas mãos massageava um dos meus seios. Levantei um pouco, fazendo nossos lábios se encontrarem novamente e as mãos de Justin foram para a meu short.
Só então eu percebi o que estava acontecendo. Parei o beijo e olhei para o Justin com os olhos totalmente arregalados.
Eu estava quase nua.
Na frente do Justin.
E nós íamos...Que vergonha!
Me cobri rapidamente com o lençol e Justin saiu de cima de mim.
Justin: Me desculpa Alexa. Não era pra isso acontecer. - Disse timidamente, enquanto vestia a bermuda novamente. Se ele estava assim, imagina eu.
Alexa: Não era mesmo! Fomos longe demais. Acha minha blusa pra mim. - Ele a pegou no chão e jogou pra mim, virando de costas depois. Vesti a blusa rapidamente e ele deitou do meu lado de novo. Me deu um selinho.
Justin: Boa noite. - Disse.
Alexa: Boa noite. - Disse e fechei os olhos. Eu estava morrendo de vergonha.
Justin começou a rir desesperadamente depois de uns minutos em silêncio.
Alexa: O que foi?
Justin: Sua cara foi muito engraçada. - Senti minhas bochechas queimarem. Graças a Deus a única luz que entrava no quarto era a da Lua ou então ele ia me ver totalmente vermelha.
Alexa: Para com isso, tá me deixando envergonhada. - Cobri o rosto com o lençol e ele parou de rir.
Justin: Desculpa, mas é que foi engraçado. - Beijou minha testa. - Vem cá. - Ele me puxou pra perto dele e me abraçou por trás, enquanto fazia cafuné em mim. Dormi rapidamente junto à ele.

-narrado por Justin B.-
Acordei às 6 horas da manhã, com a minha pequena dormindo do meu lado. A noite passada tinha sido ótima e muito engraçada. Levantei bem devagar para não acordá-la e depositei um beijo na testa dela. Tinha que voltar pro meu quarto antes que alguém me visse aqui. Peguei o cartão/chave da porta e assim que saí tranquei a porta, passando o cartão por debaixo da porta depois. Tateei meus bolsos e encontrei o cartão da minha porta neles. Não sei como não quebrou.
Abri e estava tudo como eu tinha deixado ontem à noite. Deitei na cama e dormi novamente.
[...]
Acordei 10 horas. Hoje teria a noite livre e já tinha pensado no que fazer. Seria o grande dia para mim e para Alexa.
Levantei e fui até o banheiro. Tomei um banho rápido e enrolei a toalha na cintura. Sequei meu cabelo, escovei o dente e fui até a minha mala. Joguei todas as roupas em cima da cama, procurando o que vestir. Estava morrendo de preguiça de guardar as roupas no closet, então depois mando alguém guardar. É, ser o Justin Bieber tem suas vantagens.
Depois de achar uma roupa, a vesti e calcei meus fiéis Supras.
Fui até o quarto da Alexa e bati na porta. Escutei alguns passos e ela abriu. Estava linda e sorriu assim que me viu.
-fim da narração de Justin B.-

Abri a porta e Justin estava lindo.
Justin: Nossa, mas tá rockeira hoje. - Disse sorrindo.
Alexa: Nossa, mas tá bobo hoje. - Ele riu e me puxou pela cintura. Selou nossos lábios em um beijo rápido.
Justin: Acordou tem muito tempo? - Disse entrando no quarto.
Alexa: Aham. Tava arrumando minhas roupas no closet.
Justin: Se quiser pode arrumar as minhas também.
Alexa: Não, obrigada. - Ele riu.
Justin: Vamos tomar café?
Alexa: Vamos, deixa só eu pegar meu celular. - Disse e fui até a mesinha onde tava meu celular. Peguei meu celular e o cartão do quarto e coloquei no bolso. Segurei a mão de Justin e nós descemos. No elevador encontramos duas garotas que provavelmente não sabia que Justin estava no hotel. Uma delas fez escândalo e a outra estava tímida no canto.
Garota1: Justin! Eu te amo! Tira uma foto comigo, por favor? - Disse gritando e pegando o celular. Eu e Justin segurávamos o riso.
Justin: Claro. - Justin sorriu. Ela pediu pra mim tirar a foto dos dois e eu tirei, claro.
Garota1: Obrigada!
Justin: E você? Não precisa ficar tímida, fofa. - Disse à garota tímida, que apenas sorriu.
Justin: Você tem um celular aí?
Garota2: Tenho.- Disse e pegou o celular.
Justin: Vem, vou tirar uma foto com você. - Ele beijou a bochecha dela e bateu a foto. A outra garota só ficava surtando.
Garota2: Posso tirar uma foto com você também? - Disse à mim.
Alexa: Claro. - Disse e Justin bateu a foto.
Justin: Obrigada pelo apoio meninas. Amo vocês. - Ele abraçou cada uma delas quando o elevador abriu. Elas saíram gritando e eu e Justin rimos.
Alexa: Acho tão lindo o carinho que você tem com elas. - Ele sorriu.
Justin: Graças à elas que consegui realizar meu sonho. Eu as amo demais. - Dei um beijo na bochecha dele.
Chegamos ao restaurante e Kenny estava tomando café com Alfredo.
Alexa: Fredo! Kenny! - Disse e fui abraçá-los.
Kenny: Demoraram a chegar. Todos já tomaram café.
Justin: É a Alexa que fica demorando. - O olhei.
Alexa: Eu? Eu to acordada desde 8:30. Você que fica dormindo. - Ele riu.
Justin: Brincadeira, Ale. - Me abraçou e deu um beijo melecado. Fiz cara de nojo e ele riu.
Alfredo: Vão querer o que?
Justin: Omelete e suco. Pode ser Ale? - Assenti. Nós ficamos conversando enquanto tomávamos café da manhã e depois fomos dar uma volta pelo hotel. Só poderíamos sair do hotel depois das entrevistas, pois iria todos juntos. Justin iria me levar a Torre Eiffel à noite para um jantar e eu estava super ansiosa por isso.


Prometi e aí está \o/
Gente, quem aqui joga The Sims 3? Estava pensando em criar um blog de downloads para o jogo. Digam o que acham nos comentários.
O que acharam o clipe de BAAB? O clipe é perfeito, Justin sorri o tempo todo, um sorriso tão verdadeiro <3 Comentem sobre ele também haha
Muito obrigada pelos comentários. Quem quiser se afiliar é só avisar (:
Bom, digam o que acharam do capítulo e +8 pro próximo ^^

13/10/2012

4 comentários: | |
Heey shawtys divônicas, arrumei um tempinho e vim dar satisfações à vocês. Tem visita aqui em casa e tem uns primos que ficam vendo o que eu to fazendo. Eu até escreveria, mas eles contariam pra minha família e eu não quero que eles saibam do meu blog, pra não ficarem visitando e me zuando ¬¬'
Enfim, eu vou postar amanhã, porque eles vão embora \o/
Posso contar meu sonho pra vocês? Vou contar mesmo assim hahaha
Eu sonhei há 3 dias que eu tinha ganhado um M&G do Bieber, aí eu fui e entrei na salinha. O Kenny e a Selena (¬¬) estavam sentados em uma cadeira e o Justin estava de costas arrumando algo no tênis, aí quando eu entrei ele sorriu e veio me abraçar. Mas véi, foi algo muuuuito real, eu até agora sinto o abraço dele. Eu acordei chorando. Continuando: aí nós fomos ver um vídeo que não lembro qual é, e ele passou o braço por cima do meu ombro *o*  Quando acabou o vídeo ele me abraçou e eu disse "I love you" e ele sorriu e me abraçou de novo. Então acabou o meu tempo e eu tive que sair da sala, mas eu só saí porque minha mãe me acordou, senão teria ficado mais com o Bieber :(  To chorando agora, foi muito real <3
Chega de falar haha. Só queria compartilhar o meu sonho com vocês ;)
Amanhã posto pra vocês lindonas :)

11/10/2012

LLG 2nd Season: Capítulo 10 - I lied

20 comentários: | |
183732859767867623_lnplp5yk_c_large

Beverly Hills - Los Angeles, domingo, 3:00PM
Carly: Cheguei. - Disse assim que cheguei na sala. Iríamos a um festival que teria aqui em Beverly Hills. Joe (pra quem não lembra é segurança da Carly), Moshe, Dave (segurança do Austin) e mais 3 seguranças irão nos acompanhar. É, não é fácil proteger 7 pessoas.
Justin: Vamos na minha van, pra caber todo mundo.
Carly: Pode ser. Vamos? - Segurei a mão de Chris. Agora todos já estavam acostumada com o nosso "namoro".
Ryan: Tomara que esse festival teja muita gente bonita. - Disse enquanto íamos até a van de Justin, que já estava nos esperando em frente à minha casa.
Chaz: Tomara que teja garotas bonitas né. O resto não importa.
Caitlin: Será que vocês não conseguem pensar em outra coisa? - Rimos.
Depois de alguns minuto, chegamos ao tal festival. Tinha bastante gente, mas menos do que imaginamos. Algumas pessoas se apresentavam no palco e outras ocupavam as barraquinhas que estavam montadas ali. Logo que chegamos várias pessoas vieram pedir fotos e autógrafos. Atendemos algumas e decidimos comprar maçã do amor.
Chaz: 7, por favor. - Disse à atendente de uma das barraquinhas.
Atendente: Ok. - Disse e virou para pegá-las.
Justin: Carly, vamos na roda gigante? Como amigos, claro. - Disse timidamente à mim.
Carly: Não, eu vou com o Chris. - Me agarrei ao braço do Chris.
Chris: Não, pode ir com ele, tá tudo bem. - Disse sorrindo pra mim e eu o lancei um olhar que se eu tivesse visão de raio laser o mataria agora.
Carly: Ér, tá bom então. Só uma vez não vai fazer mal. - Ele sorriu e eu o acompanhei em direção à roda gigante, cada um segurando sua maçã do amor. Kenny e Joe nos acompanharam.
Justin: Isso está muito calmo pra um domingo à tarde. - Disse assim que sentamos na nossa cabine.
Carly: É verdade. Achei que iria ter fãs desesperados correndo atrás de nós.
Justin: Assim é melhor, podemos ficar mais a vontade.
Carly: É. Ainda não acostumei com tudo isso.
Justin: Até hoje eu não acostumei. - Rimos. - Sua vida virou uma loucura depois que ficou famosa né? - A roda gigante começou a rodar e eu levei um pequeno susto, fazendo Justin dar uma risada fofa.
Carly: Bem, na verdade foi desde aquele dia no McDonalds em Londres, quando nos conhecemos.
Justin: Bons tempos aqueles. Tenho saudades.. - Mordeu a maçã e um pedaço da cobertura caiu nele. Rimos.
Carly: Você nunca deixa de ser desastrado né. - Disse enquanto ríamos.
Justin: Não sei o que acontece comigo que me faz ficar lerdo às vezes.
Carly: Também não sou muito ágil às vezes. - Ele riu.
Justin: Hey, olha que lindo. - Apontou para fora da cabine, onde podíamos ver o mar e o sol brilhando.
Carly: Está perfeito.
Justin: Sabe o que isso significa?
Carly: O que?
Justin: Fotos! - Ele se aproximou e tirou o celular do bolso, apontando para nós em seguida. A maior parte da cabine era transparente, o que deixava tudo mais bonito.
Carly: Chega de fotos Justin! - Disse colocando a mão na frente da câmera do celular.
Justin: Só mais uma. Por favor... - Fez aquela carinha que ele sabe que eu não resisto.
Carly: Ah não, Bieber. Não vem fazendo essa carinha não.
Justin: Poxa, só mais uma Carly. - Revirei os olhos.
Carly: Tá bom, a última.
Justin: Faz uma carinha bem fofa. - Tentei fazer a tal carinha fofa e Justin tirou a foto.
Carly: Eu devo ter ficado horrível.
Justin: Está linda. Vai ser meu papel de parede.
Carly: Não Justin, todos vão ver eu aí.
Justin: Que que tem? O que é bonito é pra ser mostrado. - Revirei os olhos.
Carly: Claro, eu sou maravilhosa. - Disse com ironia.
Justin: Pra mim você é a pessoa mais bonita do mundo. - Sorri timidamente. - Você tem que parar com essa coisa de "eu sou feia". Você é perfeita, Carly. - Senti minhas bochechas corarem. Justin sempre me deixava com vergonha quando me elogiava.
Carly: Tá me deixando com vergonha. - Ele sorriu.
Uma de suas mãos acariciaram minha bochecha e Justin foi se aproximando. Nossas respirações se misturavam e eu podia sentir o hálito do Justin, que estava sempre cheirando a menta. Senti seus lábios macios tocarem o meu. Um beijo ia se iniciar, mas Justin interrompeu, o que me deixou boladíssima.
Justin: Eu... eu não posso. Você é namorada do Chris e ele é meu amigo. - Se afastou.
Carly: Ah.. o Chris. - Disse cabisbaixa.
Justin: Aconteceu alguma coisa?
Carly: Sabe.. sobre o Chris..
Justin: O que tem o Chris? Ele te magoou? Porque se sim, eu vou quebrar a cara dele.
Carly: Não! Não é isso. É que eu e o Chris não somos namorados. - Ele me olhou confuso.
Justin: Que? - Disse alto, mas não gritando. Estava rezando mentalmente para aquela roda gigante começar a rodar novamente.
Carly: Eu inventei aquilo tudo. - Disse fitando o chão.
Justin: Porque Carly? Pra que inventou isso? Eu briguei com o Chris por sua causa. - Disse olhando pra mim, mas eu fazia de tudo para não o olhar.
Carly: Me desculpe, eu sou uma idiota. Não queria que percebesse que eu sofri e ainda sofro por tudo que aconteceu. Eu ainda tenho mágoas sua por ter me trocado.
Justin: Precisava fazer isso? Eu também sofri quando percebi o que tinha feito e sofri mais ainda quando você disse que estava namorando o Chris. Você me decepcionou Carly. Não achei que você era capaz disso. - Uma lágrima caiu e depois outra, depois outra, quando eu vi já estava chorando.
Carly: Você está sendo egoísta. Você me troca por uma vadia e eu aceito numa boa, aí eu invento que estou namorando pra mostrar que estou numa boa e você me julga?
Justin: Chega Carly. Eu preciso pensar. - Disse e sentou do outro lado da cabine. Sequei minhas lágrimas, pois já estávamos voltando para o chão e ninguém poderia ver que chorei. Justin mexia em algo no celular e eu fitava a paisagem, tentando não olhá-lo.
Assim que chegamos ao chão, fui direto encontrar os outros. Justin vinha atrás de mim.
Caitlin: Amiga, está chorando? - Ela me abraçou. Todos olharam para o Justin, que apenas continuava sem nenhuma expressão no rosto.
Carly: Não é nada. Eu vou pra casa. - Disse me soltando do abraço.
Austin: Se quiser nós vamos com você, pequena.
Carly: Não. Eu quero ficar sozinha. - Sorri fraco. Austin me deu um beijo na bochecha. - Chris, Justin já sabe de tudo. - Ele apenas assentiu.
Ryan: Daqui a pouco nós vamos Carly. Até logo. - Disse e eu e Joe caminhamos até a entrada do festival. Chamamos um táxi e entramos.
[...]
Beverly Hills - Los Angeles, domingo, 7:00PM
Já tinha passado algumas horas que tinha chego em casa. Depois de ficar um tempão deprimida, com minha mãe e Robert tentando me animar, decidi fazer um Tinychat com os meus fãs. Eles sempre me deixam mais felizes.
Todos queriam saber sobre minha vida amorosa, o que me fazia lembrar da burrada que fiz.
Depois que terminei o Tinychat, todos chegaram e vieram direto pro meu quarto.
Carly: Ah, oi gente.
Chaz: Está melhor?
Carly: Aham.
Ryan: Não vai nos contar o que aconteceu? - Suspirei.
Carly: Justin descobriu que meu namoro com Chris era falso.
Ryan: Falso? Porque fez isso?
Carly: Poxa, eu ainda tenho mágoas dele e ele ficava tentando me reconquistar. Isso foi a primeira coisa que veio à minha mente.
Chaz: Ele ficou muito magoado. Foi embora logo depois de você. Disse que precisava ficar sozinho.
Carly: Vamos parar de falar sobre isso, por favor.
Chris: Ok. Vou arrumar minhas coisas. Meu voo sai daqui 2 horas. - Assentimos e ele saiu do quarto.
Chaz: Vamos também, viado. Nosso voo sai 9:40. - Ele e Ryan saíram, ficando apenas Caitlin, Austin e eu no quarto.
Austin: Carly, nós vamos sair. Quer vim com a gente?
Carly: Não, vou ficar aqui.
Caitlin: Ok. Vamos voltar antes dos meninos irem embora. - Ela me deu um beijo na bochecha.
Austin: Fica bem. - Fez o mesmo que a Caitlin.
Carly: Juízo vocês dois heim. - Disse antes deles saírem do quarto e eles riram.
Assim que eles saíram, decidi abrir a janela e a primeira coisa que vi foi Justin dentro do quarto dele escrevendo alguma coisa. Que legal, minha janela era de frente com a dele.


Ooooooooooi lindonas \o/ Como estão? Desculpa ficar sem postar, eu tinha ideias mas não conseguia escrevê-las :(
Antes de tudo quero agradecer as lindas que comentaram. São vocês que fazem o blog ficar cada vez melhor <3
Leitoras novas, sejam bem vindas lindonas *--*
Ao anônimo que disse que queria um livro com as minhas IBs: não exagere hauhauhaua
LINDAS, ENTREM NA PÁGINA DE DIVULGAÇÃO, LÁ TEM MUITOS BLOGS DE IBS PERFEITAS PRA VOCÊS :D
Quem quiser se afiliar é só por meu blog no seu e avisar aqui :)
Viram que o Justin e a perfeita Avril Lavigne são primos de 12º grau? To muuuuuito feliz por isso, mesmo eles sendo primos tão distantes haha
A Liny deve tá pulando pela casa por isso hauhauhuah
Agora um assunto polêmico: MAMILOS!
Brincadeira, não é isso. (eu sei que não teve graça) >.<
Vocês acham que o suposto "ladrão" que pegou o notebook e a câmera do Justin é um ladrão mesmo ou é o Bieber fazendo uma pegadinha com a gente?
Eu não sei, mas to achando que é pegadinha, por vários motivos:
1º - Um ladrão nunca ia se expor tanto.
2º - O Justin é famoso, a policia já estaria atrás se tivesse coisas tão pessoais assim. 
3º - O Scooter já teria comentado sobre o assunto.
4º - O "ladrão" e o Justin escrevem do mesmo jeito.
5º - O ladrão mandou DM's pro Justin antes mesmo do Justin seguir ele.
E vários outros motivos, mas to com preguiça de escrever haha.
O que vocês acham?
+ 10 pro próximo.

08/10/2012

Hate Or Love: Capítulo 22 - Fly to Paris

21 comentários: | |
Tumblr_m2jhdwbojb1qd4q01o1_500_large

Oklahoma - EUA, domingo, 6:00AM
Hoje, mesmo sendo muito cedo, acordei com uma felicidade enorme. Em algumas horas eu estaria em Londres com Justin e a Team Bieber.
Minha mãe tinha feito algumas recomendações e entre elas estavam:
- Nada de dormir no mesmo quarto. É, ela tem problema, nós nem estamos namorando.
- Eu teria que ter uma professora comigo, o que Justin prometeu à ela que ia contratar uma.
- Sem bebidas alcoólicas, festas até tarde e coisas do gênero.
E tinha mais algumas que eram tão inúteis que eu não lembro.
Levantei e fui saltitando pro banheiro. Me despi e entrei embaixo do chuveiro, tomando um banho de 5 minutos. Fui até o closet e vesti a roupa que já tinha separado ontem. A manhã aqui de Oklahoma é fria, mesmo no verão e segundo a previsão do tempo, está fazendo frio em Paris, mas com probabilidade muito pequena de nevar.
Voltei para o banheiro e escovei os dentes, penteei o cabelo e passei apenas um lápis de olho que achei em cima da pia. Meu celular vibrou e era uma mensagem.
"Estou aqui embaixo te esperando. Xoxo, Justin."
Guardei o celular na minha bolsa e sorri ao lembrar que logo estaria em Paris. Levei a mala lá pra sala e escrevi um bilhete.
"Mãe, pai e Greyson, saí muito cedo e preferi não acordar vocês. Muito obrigada por deixarem eu ir. Vou sentir saudades, mas volto em 1 semana, vai passar bem rápido. Vou ligar todos os dias. Amo vocês, Alexa."
Abri a porta e vi Justin e Kenny encostado no carro. Eles estavam conversando, mas quando me viram, vieram me ajudar com as malas.
Justin: Bom dia. - Me deu um selinho rápido e sorriu.
Alexa: Bom dia. Bom dia Kenny. - Acenei pra ele, que colocava minhas malas no porta-malas.
Kenny: Bom dia Ale. - Sorriu e fechou o porta-malas, entrando no carro logo depois.
Justin: Precisa fazer mais alguma coisa aqui?
Alexa: Não.
Justin: Então vamos? - Assenti e entramos no carro. Fomos só nós dois no banco de trás. Kenny foi na frente, ao lado do motorista.
Alexa: Cadê a Pattie?
Justin: Ela foi primeiro pra fazer o check-in logo. Quando chegarmos vamos direto pro avião, pra não dar tumulto. Animada pra viagem?
Alexa: Muito. - Ele sorriu e voltou a fitar a paisagem.
[...]
Quando chegamos, Pattie já tinha feito o check-in para todos nós. Apresentamos nosso passaporte no portão de embarque e entramos no avião, que na verdade era o jatinho particular do Bieber. Já tinha viajado nele algumas vezes, mas agora está muito mais sofisticado.
Alexa: Isso aqui mudou muito desde que entrei aqui a última vez. - Sentei em uma das poltronas e Justin sentou do meu lado.
Justin: Eu pedi pra mudarem algumas coisas. Gostou?
Alexa: Está lindo. - Sorri.
Justin: Claro, olha quem é o dono. - Disse se gabando e eu ri.
Kenny: Você já foi pra Paris, Ale? - Sentou na poltrona da frente e Pattie do lado dele.
Alexa: 2 vezes, mas foi bem rápido. Não deu pra conhecer muita coisa.
Pattie: Vou tentar marcar algumas excursões pra gente.
Justin: Mãe, é que eu tinha feito outros planos.
Pattie: Ah, tudo bem. Eu chamo a Carin. - Ela disse simpática. Não pareceu se importar muito.
Kenny: Se não se importam, vou descansar um pouquinho. - Disse ajeitando o travesseiro.
Justin: Também. Ainda temos 11 horas de viagem. - Abaixou o encosto da cadeira.
[...]
Depois de 11 horas muito cansativas de viagem, nós finalmente chegamos. Infelizmente, em Paris já era de madrugada, então não daria tempo de ver nada hoje.
Justin: Você vai adorar o hotel. - Estávamos no carro, a caminho do hotel.
Alexa: Nem cheguei e já estou adorando.
Justin: É sério, é perfeito. Mãe, como está minha agenda?
Pattie: Tem show na terça, na quinta e na sexta. Entrevista segunda à tarde e quinta antes do show. Quarta, sábado e domingo você está livre. Voltamos na segunda.
Justin: Isso tudo? Achei que era menos.
Eles continuaram falando sobre a agenda do Justin e eu fiquei apenas observando a paisagem que passava rapidamente do lado de fora. Já podia ver a fachada do enorme hotel e realmente ele era lindo. O motorista entrou no estacionamento e nós descemos, cercados por vários seguranças.
Alexa: Achei que ia ter dezenas de fãs gritando aqui. - Estávamos no elevador. Scooter já tinha resolvido tudo aqui no hotel, pois ele tinha vindo de NY e chegou algumas horas antes.
Justin: Ninguém sabe que eu vim hoje. Sou um ninja esqueceu?
Alexa: Claro que não. - Ri. O elevador abriu no último andar do hotel, o que estava todo reservado para a Team.
Pattie: Alexa, seu quarto é o primeiro do corredor e Justin o seu é o último.
Justin: Que?! Tá brincando né mãe? - Ela riu.
Pattie: Pior que to. Seu quarto é do lado do Justin, Alexa. Vou ficar no quarto da frente, então qualquer coisa é só chamar. - Assentimos.
Alexa: Boa noite. - Dei um beijo na bochecha dela, Justin fez o mesmo.
Pattie: Boa noite. - Disse e entrou no quarto dela.
Justin: Vem senhorita, vou te levar até seu quarto. - Ele segurou minha mão.
Alexa: Muito obrigada rapaz. - Ele riu. Chegamos em frente ao meu quarto.
Alexa: Boa noite. - Disse e ele ficou parado me olhando. - O que é?
Justin: Só isso? - Revirei os olhos e dei um selinho nele. - Vem cá. - Ele me puxou e nossos corpos se chocaram. Justin selou nossos lábios e pediu passagem pra língua. Eu cedi, claro. 
Justin: Agora sim vou dormir bem. - Disse quando partimos o beijo.
Alexa: Você é muito bobo. - Ri.
Justin: Bobo por você. - Disse e eu dei um selinho nele.
Alexa: Vai dormir agora Biebs. A Pattie não vai gostar nada de nos ver aqui no corredor essa hora.
Justin: Estou indo, mamãe. Boa noite. - Me deu um selinho e entrou no quarto.
Fiz o mesmo. O quarto era lindo e tinha uma sacada, onde eu tinha uma perfeita vista da Torre Eiffel. Estava cansada, então tomei um banho bem rápido e vesti meu pijama. Chequei minhas redes sociais pelo celular e então dormi bem rápido.

-narrado por Justin B.-
Não podia estar mais perfeito. Paris, minhas fãs e minha garota, que não é totalmente minha ainda, mas vai ser, assim que eu pedi-lá em namoro. Só não sei como vou fazer isso ainda, mas vou pensar em algo.
Peguei a primeira bermuda que achei na minha mala e fui pro banheiro. Tomei um banho e fui direto pra cama. Estava muito cansado e essa semana vai ser bem cheia.
-fim da narração de Justin B.-



Oooooooi lindonas *---*
Como vocês estão? Gente, vocês me deixaram muito felizes pelos comentários de ontem. Deram tantas ideias *o*
17 comentários! Eu pirei mano *--------*
Desculpe quem não gostou da ideia do Chris com a Carly, mas eu precisava dar um pouco de emoção a histórias haha. Vou tentar colocar todas as ideias na história ok?
HANA BIEBER, quem é você, senhor? Muuuuuuuuuuuuuito obrigada pelos comentários. Muito diva você. *----------------*
Luiza Almada e Letícia Medeiros vocês também são muito divas, comentam todos os capítulos *-*
Obrigada aos anônimos também e a todos os outros que comentaram (:
Quem quiser se afiliar põe meu blog no seu e avisa aqui que eu vou colocar você aqui ^^
Tenho falado de mais ultimamente né? haha
Pra terminar:
+8 pro próximo.

07/10/2012

LLG 2nd Season: Capítulo 9 - Christian is my boyfriend.

22 comentários: | |


Beverly Hills - Los Angeles, domingo 9:40AM
Eu e Justin ficamos conversando até ver Caitlin e Austin descerem a escada juntos. Agora tenho certeza de que não foi apenas um beijo.
Carly: Hey! Vocês dois. Quando iam me contar? - Disse à eles, que me olharam assustados.
Austin: Agora não Carly. Minha cabeça tá explodindo. - Disse com a mão na testa.
Carly: Ninguém manda beber.
Austin: Olha quem tá falando. - Rimos.
Caitlin: Tem remédio pra dor de cabeça aí Justin?
Justin: Sim. No primeiro armário da direita tem uns remédios. Olha lá. - Ela assentiu e os dois foram pra lá.
Justin: Você e Austin se tornaram grandes amigos né?
Carly: Aham. Aqueles meses que eu passei em Miami fez nossa amizade ficar mais forte.
Justin: Vocês nunca... ficaram?
Carly: Não! Ele é só meu amigo.
Justin: E você não vai me dizer quem é o seu namorado? - O olhei assustada. Uma hora eu iria ter que dizer quem era ou ele ficaria perguntando o resto da minha vida.
Carly: Ah claro. É... é.. - Gaguejei, tentando pensar em alguém.
Justin: É quem?
Carly: É o Chris! - Disse assim que vi ele descendo a escada e Justin quase caiu do sofá quando me ouviu.
Chris: Que que tem eu?
Carly: Justin estava perguntando quem era meu namorado e então eu decidi contar pra ele sobre nós. - Pisquei pra ele sem Justin ver. Pelo menos eu acho que ele não viu. Chris quase rolou escada a baixo. Só não rolou porque segurou no corrimão.
Chris: Ah sim. Somos namorados. - Disse quando se recompôs.
Justin: Desde quando isso? - Disse olhando com fúria para o Chris, que vinha pra perto de nós com receio.
Carly: Tem... 2 semanas. Ninguém sabe ainda. Só nós 3.
Justin: E porque não contam?
Carly: Porque ainda não está na hora do mundo saber.
Chris: Justin, nos dê licença só um minutinho. Preciso falar com a Carly. - Disse me puxando pra longe dali sob os olhares confusos do Justin. Acabamos entrando no salão de jogos. Chris fechou a porta assim que entramos.
Chris: Que história é essa de namorados? - Disse com raiva, mas depois se acalmou e novamente tinha uma expressão confusa.
Carly: Me desculpa. É que você foi a primeira pessoa que veio na minha mente.
Chris: Acaba com isso logo Carly. Você ama o Justin e ele te ama.
Carly: Não. Eu não o amo. - Disse dando às costas à Chris.
Chris: Ah, claro e eu sou o Nick Jonas. - Não pude deixar de rir.
Carly: Por favor Chris, me ajuda. - Ele soltou um longo suspiro.
Chris: Tá bom, mas você vai ficar me devendo um favor. - O abracei.
Carly: Ok namorado. - Disse e nós rimos.
Chris: Só quero saber como eu vou explicar isso pro Justin. - Disse enquanto caminhávamos de volta pra sala, de mãos dadas.
Carly: Você dá um jeito. - Ele bufou. Voltamos pra sala e Justin estava de cabeça baixa, fitando o tapete.
Chris: Ele tá arrasado. - Sussurrou no meu ouvido.
Carly: É por pouco tempo.
Justin: Os pombinhos voltaram. Chris preciso falar com você. Escritório, agora.
Carly: E eu vou chamar o resto do povo pra ir pra casa. Depois vão pra lá. - Dei um beijo na bochecha de Chris e fui chamar os outros.
[...]
Depois de ficar vários minutos tentando acordar Ryan e Chaz, fomos pra minha casa. Todos tomaram banho e depois tomaram café, já que eu os apressei pra vir pra casa logo.
Carly: Acho que vocês já podem contar sobre o novo casal. - Disse e Caitlin e Austin se entreolharam.
Chaz: Cara, você precisava ver eles na festa. Estava quase engolindo um ao outro. - Todos riram, menos Caitlin e Austin.
Austin: Podemos falar? - Disse quando paramos de rir.
Ryan: Tá, diz aí.
Austin: Eu e Caitlin estamos juntos. Não oficialmente, mas é por pouco tempo. - Deram um sorriso apaixonado.
Ryan: Awwww, mas que meigo Austin. - Nós rimos e Austin revirou os olhos.
Caitlin: Vocês são tão idiotas.
Carly: Também amamos você. - Rimos.
Justin: Seu namoradinho chegou Carly. - Justin disse entrando na cozinha e todos se entreolharam.
Todos: Namorado?! - Eu e Chris nos olhamos. Eu só fasso merda.
Carly: Ér, eu e Chris estamos namorando. - Dei um sorriso forçado. Caitlin levantou e fez um sinal pra mim e Chris segui-lá. Fomos para o meu quarto.
Caitlin: Podem ir se explicando.
Chris: Não tenho nada pra explicar. - Suspirei.
Carly: Eu disse pro Justin que o Chris é meu namorado pra ele não ter esperanças de ficar comigo.
Caitlin: Você tá maluca Carly? Você o ama!
Chris: Foi o que eu disse.
Carly: Eu não o amo! N-Ã-O o amo!
Caitlin: Ah claro.. Poxa Carly, ele te ama.
Carly: Ele me amava a 3 anos atrás. Agora tudo mudou.
Chris: O amor dele por você não. Hoje quando ele me chamou pra conversar, quase me matou. Disse que eu traí a amizade dele, porque eu sabia que ele te ama e blá, blá, blá. Eu só não desmenti porque eu te prometi.
Carly: Se ele me ama tanto assim porque não demonstra?
Caitlin: Ele demonstra, você que não percebe. Vem Chris, vamos lá pra baixo. - Disse e eles saíram, me deixando sozinha pra pensar, o que estava difícil ultimamente. Meus pensamentos estão sempre direcionados ao Justin. Ele é perfeito, seu cheiro, seu sorriso, seu olhar, tudo nele me encanta. Oh merda, já estou eu pensando nele de novo!



Quem apoia o casal Charly? hahahah
Capítulo escrito às pressas pra postar pra vocês. Tenho algumas notícias:
1º - Eu não vou ter aula quinta, sexta e nem segunda, ou seja, vou poder postar pra vocês \o/
2º - Acabando com a alegria de vocês, vai vim visita aqui pra casa na sexta, então rezem pra que a minha mãe não me obrigue a ir em lugares chatos com eles.
3º - Preciso de ideias pra LLG, então quem quiser pode mandar que eu vou colocar na IB.
4º - Estou procurando blogs para se afiliarem ao meu. Quem quiser, me coloca no seu blog que eu vou te colocar aqui. É só falar nos comentários.
5º - No último capítulo de HOL, eu errei. Eles vão pra Paris mesmo e não pra Londres. É que eu sou lerda \z
E muito obrigada pelos outros comentários. Véi, eu fiquei HIPER feliz, sério.
Obrigada a Leticia Medeiros e a Luiza Almada por estarem sempre comentando. s2s2s2
Por último: Digam o que acharam, comentem coisas diferentes de "continua" e +8 próximo. (:

Ufa, falei demais u_u