28/05/2012

Nenhum comentário: | |
Oi, eu vim aqui falar com vocês de um assunto sério: os comentários. Sabe, eu me esforço pra escrever pra vocês, fico até tarde no PC escrevendo e o que eu ganho? 1 comentário no máximo. Isso me magoa porque eu faço o melhor que posso pra vocês e não ganho nem um comentário. Isso está me dando vontade de parar de escrever, por isso tenho postado pouco. Eu tenho 74 seguidores no blog e só 1 comentário nas postagens. Sei que vocês que não querem comentar, mas saiba que isso me deixa muito triste. Se tem algo que eu fiz de errado ou que vocês não estão gostando, falem que eu vou tentar mudar. Mas por favor, comentem :(

27/05/2012

Hate Or Love?: Capítulo 3 - Justin Bieber

7 comentários: | |
Tumblr_m13kug1jxg1qmdr8ho1_500_large

Acordei com alguns raios de sol no meu olho. Olhei as horas no celular e era 5h. Ah, que merda, ainda é muito cedo. Levantei e fechei a cortina, que tinha esquecido aberta ontem, e depois deitei de novo. Dormi rapidamente.
Greyson: Acorda Ale, tá na hora. - Ele me chacoalhava sem um pingo de delicadeza.
Alexa: Calma aí Grey, não precisa de violência. - Ele riu e sentou na cama dele, que era do lado da minha.
Greyson: Desculpa.
Alexa: Ok. - Fui até minha mala. - Hoje eu acordei primeiro que você, pela primeira vez na vida. - Disse revirando minha mala.
Greyson: Como você acordou antes de mim se quem te acordou foi eu? - Ele me olhou confuso, me fazendo rir.
Alexa: Eu acordei e dormi de novo, já que era muito cedo.
Greyson: Ufa, achei que você estava ficando com algum problema sério. - Ri e fui para o banheiro, segurando minha roupa.
Tomei um banho quente e me vesti, depois arrumei meu cabelo e passei um gloss e bastante lápis de olho.
[...]
Alexa: Temos mesmo que ir? - Disse enquanto estávamos no elevador.
Greyson: Sim. - Ele disse e eu bufei. Aff, teria que ver aquele imbecil novamente.
Alexa: Mas eu não vou falar com ele. - Cruzei meus braços e encostei na parede do elevador.
Greyson: Ok, não precisa. Eu só vou gravar um pedaço da música e depois só vamos ver ele amanhã. - Assenti e saímos de elevador. Daniel nos esperava na recepção.
Daniel: Vamos tomar café em algum lugar pelo caminho.
Greyson: Que tal Starbucks?
Alexa: É Dani, vamos no Starbucks. - Disse e entramos no carro.
Daniel: Hm, tudo bem. Vamos no Starbucks. - O motorista deu a partida. No caminho Greyson e Daniel ficaram contando algumas piadas idiotas, me fazendo rir.
[...]
Daniel: Chegamos. - O motorista parou em frente ao Starbucks e nós descemos. Lá dentro estava um pouco vazio. Havia apenas umas 6 pessoas. A maioria era adolescentes indo para a escola.
Falando em escola, eu e Greyson estudamos em casa, com uma professora particular. Não deu para a professora vir conosco nessa viagem por motivos pessoais, e isso é bom. Muito bom.
Mas enfim, isso não vem ao caso.
xxx: O que vocês vão querer? - A garçonete perguntou.
Alexa: Um sanduíche e um suco de laranja.
Greyson: Pode ser o mesmo pra mim.
Daniel: E eu vou querer apenas um Caffè Latte. (Latte é uma bebida de café expresso, ou chocolate concentrado, com uma quantidade de espuma de leite no topo.)
A garçonete anotou nossos pedidos e saiu, voltando depois de poucos minutos com eles. Comemos e fomos para o estúdio.
Entramos e tinha poucas pessoas ali, mas eu conhecia a maioria.
Alexa: Fredo! - Corri para abraçá-lo. Alfredo sempre foi muito legal comigo e quando Justin me traiu, ele que me emprestou um ombro amigo. Não nos falávamos há um tempão pois ele tinha trocado de celular e mudou seu número. Eu fiz o mesmo.
Alfredo: Ale, que saudade. Tanto tempo sem te ver, pequena. - Ele me soltou do abraço e me olhou, depois me abraçou de novo.
Alexa: Ninguém mandou você trocar esse número aí. - Disse rindo e cutuquei a barriga dele, fazendo ele rir também.
Alfredo: Foi preciso. Algumas fãs descobriram meu número.
Alexa: É, eu entendo. Mas cade o resto de pessoal? Kenny, Ryan, Pattie.. Sinto tanta falta deles. - Olhei ao redor e vi Daniel e Greyson conversando com Scooter.
Alfredo: Eles vão vim com Justin. Daqui a pouco chegam. - Ele olhou o relógio de pulso que usava.
Alexa: Justin... - Uma rápida lembrança veio na minha cabeça. Balancei a cabeça me livrando dos pensamentos e Alfredo me olhou confuso. Sorri.
Alexa: Vou falar com Scooter. Depois falo com você. - Ele assentiu e eu fui até onde Scooter tava e fiquei parada do lado dele.
Scooter: Aleeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeexa! - Scooter me abraçou e me levantou.
Alexa: Continua o mesmo escandaloso de sempre né Scoot. - Ele riu e me colocou no chão.
Scooter: E como está a vida? - Ele disse sorrindo e logo em seguida sentou no sofá. Sentei do lado dele.
Alexa: Do mesmo jeito de sempre. A única diferença é que agora estou viajando mais.
Scooter: E isso não é bom?
Alexa: É ótimo, é sempre bom conhe... - Fui interrompida por um barulho de porta se abrindo. Olhei para a porta e vi entrar Pattie, Ryan e Kenny.
Pattie, Ryan e Kenny: Aleeeeeeeeeexa! - Eles correram e me abraçaram ao mesmo tempo. Como sentia falta deles.
Alexa: Pelo visto ninguém aqui mudou né? Continuam os mesmos brincalhões de sempre. Senti tanta falta de vocês.
Kenny: Awwn, que fofa. - E eles me apertaram mais.
Depois de um tempo eles me largaram e foram agarrar o Greyson. Foi ilário, pois eles pegaram Greyson de surpresa e ele se assustou. Fiquei rindo sozinha ali, mas parei quando ouvi risos no corredor e logo depois a porta se abrindo. Vi Selena e Justin entrarem rindo, mas Justin parou assim que me viu, e eu abaixei a cabeça, mesmo com muita vontade de o olhar. Ele estava MUITO diferente de quando eu o conheci. Estava.. hm.. mais adulto. E mais bonito. Eu tinha o visto depois que terminamos por fotos apenas, e pessoalmente, ele está muito mais bonito. What? O que eu estou falando? Esquece Alexa, esquece.
Selena veio me cumprimentar, como se ela nunca tivesse feito nada à mim.
Selena: Oi Alexa. Quanto tempo.
Alexa: É, tem muito tempo mesmo. - Sorri seco.
Selena: Você está muito bonita. - Ela sorriu e eu sorri de volta.
Alexa: Obrigada. - Ela sorriu novamente e foi ao encontro de Justin.
Falando em Justin, ele não falou nem um 'oi' pra mim. Sorte minha, assim não preciso olhar na cara daquele imbecil.
[...]
Justin, Greyson, Daniel e o resto da equipe ficaram conversando e eu e Pattie ficamos sentadas conversando. Vi que Selena estava sozinha.
Alexa: A Selena sempre fica sozinha quando se reúne com vocês? - Perguntei por impulso. Vi que Pattie ficou sem graça e me senti meio envergonhada.
Pattie: Não era pra mim estar te falando, mas eu confio em você. Ninguém aqui gosta dela. Ninguém apoia esse namoro. Nós sabemos que Selena só quer fama, mas o Justin está cego. Todos já tentamos abrir os olhos dele, mas ele não percebe. E a Selena tenta se aproximar de nós, mas sempre nos afastamos e ela sai. Eu sinto falta de quando vocês namoravam. Você é uma ótima pessoa. - Eu a olhava assustada. A Selena é mesmo uma pessoa ruim, para até a Pattie está falando isso. Pattie nunca falou mal de ninguém.
Alexa: Obrigada, mas eu e Justin nunca vamos voltar. O que ele fez não tem perdão.
Pattie: Quem sabe um dia.. - Ela sorriu e foi em direção à Daniel. Eles ficaram conversando e eu fiquei sozinha.
Greyson e Justin deram uma pausa na gravação e Justin e Selena ficaram quase se comendo ali em um sofá. Não estava aguentando mais ver aquilo e então decidi sair e dar uma volta pelo prédio.
Selena me irrita. Jelena me irrita. Justin me irrita. Não suporto isso. Sempre lembro do passado e acabo sofrendo.
Parei para beber água em um bebedouro e voltei a caminhar pelos corredores do prédio.
Entrei em uma sala e vi que era um estúdio de dança. Tinha alguns instrumentos e decidi tocar violão. Acho que ninguém iria perceber que vim aqui e era só um pouquinho. Não ia dar pra notar.
Comecei a dedilhar meus dedos sobre as cordas, pensando no que tocar. Comecei a tocar Fifteen da Taylor Swift. Essa música não combina nem um pouco comigo, mas eu gosto dela.
[...]
Percebi que alguém me olhava e então parei de tocar. Olhei para a porta e vi Justin parado em frente a ela.
Alexa: O que está fazendo aqui? - Coloquei o violão onde ele estava antes.
Justin: Eu acho que esse estúdio é meu e eu trabalho aqui. - Ele disse como se fosse óbvio e caminhou até perto de mim.
Alexa: E como soube que eu estava aqui?
Justin: Fui beber água e ouvi barulho de violão.
Alexa: Hm. - Me virei e dei alguns passos em direção a porta, com a intenção de sair dali, mas Justin me segurou.
Justin: O que você tem? Saiu de lá brava. Está com ciúmes de mim?
Alexa: Hã? Está louco. - Dei uma risada irônica. - Dá licença que tenho que voltar pra lá. - Puxei meu braço e Justin o soltou. Saí dali bem rápido e sentei no mesmo sofá de antes. Fiquei observando eles gravarem.

Prontinho. Espero que gostem.

Leiam a postagem de baixo \/

26/05/2012

Austin Mahone

11 comentários: | |
Vocês já devem ter percebido que eu sou fã do Austin Mahone e do Greyson Chance, né? Sei que a maioria de vocês não devem conhecer o trabalho deles, então vou fazer um post sobre o Austin. Depois eu faço um pro Greyson.


Austin Carter Mahone é um texano que nasceu no dia 4 de abril de 1996 (16 anos). Seu pai morreu quando ele tinha 16 meses de idade e a partir daí ele começou a ser criado apenas pela sua mãe, Michele. Em maio de 2012, Austin mudou de San Antonio no Texas, para Florida em Miami.  Ele é um cantor americano que ficou famoso em 2011 depois de postar vídeos no YouTube, fazendo covers de vários famosos. Boylieber assumido, Austin tem Justin Bieber como sua maior inspiração e também tem vários covers dele na sua conta do YouTube.
Atualmente Austin tem 630.000 seguidores no Twitter e 350.000 assinantes no YouTube.
Em setembro de 2011 ele ficou na 38ª posição na Billboard Social 50, sendo o mais jovem a aparecer na lista e em 2 de dezembro ele subiu para o número 28.
Seus fãs foram apelidados de "Mahomies".
Em 2012 Austin lançou seu primeiro single, chamado 11:11. (lê-se: Eleven, Eleven) e também fez seu primeiro show, no Teatro Paramount, em Aurora, Illinois.

Veja alguns vídeos de Austin:

Someone Like You - Adele

Mistletoe - Justin Bieber (Esse foi o vídeo que mais deu reconhecimento ao Austin)

Austin tocando bateria em um dos seus shows, em NY.

Born To Be Somebody - Justin Bieber

It Will Rain - Bruno Mars

11:11 - Austin Mahone (Esse é o primeiro single de Austin)

Pra quem quiser, aqui está o link das redes sociais dele:

- Keek

Espero que tenham gostado do Austin. Deixem a opinião de vocês sobre ele aqui nos comentários.

25/05/2012

IB: Little London Girl - Capítulo 35

5 comentários: | |
  

Tédio. Essa palavra definia meu dia. Não estou mais acostumada a ficar sem o Justin. Ele sempre está comigo e sempre estamos nos divertindo. Preciso me acostumar com a ausência dele daqui pra frente, já que vou começar uma carreira.
A campainha tocou, me despertando dos meus pensamentos.
Fui até lá em baixo e abri a porta. Era Austin
Austin: Heeey pequena. - Ele me abraçou.
Carly: Tava sumido heim senhor Mahone. - Nos soltamos do abraço.
Austin: Tava resolvendo algumas coisas. Mas adivinha? - Disse enquanto subíamos a escada.
Carly: O que? Fala logo. - Dei um tapinha nele e ele riu.
Austin: Primeiramente eu conheci o Cody Simpson. - Ele disse e pegou o celular para me mostrar a foto.
Carly: Aah, véi, você é muito sortudo.
Austin: Cala a boca que você namora meu ídolo. - Ele disse e eu ri.
Carly: Se quiser eu deixo você namorar ele. - Ele fez cara de nojo.
Austin: Não, pode ficar pra você. - Nós rimos.
Carly: Eu também tenho uma novidade.
Austin: Calma, eu ainda não terminei.
Carly: Fala então, senhor novidades. - Eu revirei os olhos e ele sorriu.
Austin: Eu finalmente tirei minha carteira de motorista. - Ele disse super animado.
Carly: OMG, sério? Aah, deixa eu ver. - Ele pegou a carteira e me mostrou a habilitação dele. (n/a: Austin não tirou carteira de motorista na vida real, ainda :)
Austin: Vem, vamos ver meu carro. - Ele me puxou.
Carly: Você ganhou um carro também? - Disse enquanto ele me puxava pra fora da casa.
Austin: Sim. - Ele sorriu.
Saímos da minha casa e na frente dela estava parado um carro conversível preto muito bonito. (n/a: os dois carros são o mesmo, só que um está com o teto levantado e o outro não)
Carly: É sério que esse é o seu carro? - Disse rodeando o carro, e olhando todos os mínimos detalhes.
Austin: Meu pai me deu ele ontem. Nem acreditei quando vi.
Carly: Muito lindo.
Austin: Vamos dar uma volta?
Carly: Ok, deixa só eu pegar meu celular. - Fui correndo até no meu quarto e peguei meu celular e meu cartão de crédito, com limite óbvio. Desci correndo novamente e Austin estava dentro do carro.
Carly: Você nem está metido com esse carro. - Nós rimos.
Entrei no carro e Austin deu a partida. Começamos a andar e todos olhavam pra nós. Também né, Austin Mahone, super famoso no YouTube e Carly Miller, a namorada do Justin Bieber, andando juntos. Claro que iriam olhar.
Austin: Você não ia me contar alguma coisa? - Ele disse sem tirar os olhos da pista.
Carly: Tudo bem, mas antes você pode levantar o teto desse carro, porque senão eu vou ficar sem nenhum fio de cabelo na cabeça. - Ele riu e apertou um botão, que fez o teto levantar.
Carly: Bem melhor. - Suspirei.
Austin: Agora me conte a novidade.
Carly: Eu vou fazer um photoshoot segunda feira.
Austin: Vai ser o photoshoot mais lindo do mundo.
Carly: Nossa, você não é nem um pouco idiota. - Ele riu.
Austin: Vamos ali comigo. - Ele estacionou o carro.
Carly: Onde?
Austin: Comprar uma capa nova pro meu iPhone. - Assenti e nós entramos em uma loja da Apple muito grande, que eu nem sabia que tinha aqui em LA.
Austin: Qual você acha? - Tinha vááárias capas. Era até difícil escolher.
Carly: Pra você eu não sei, mas eu vou levar essa linda aqui. (essa ou essa). - Peguei-a e fui em direção ao caixa.
Austin: Vou levar essa do Angry Birds lindo e maravilhoso. - Ele veio atrás de mim, segurando sua case para iPhone.
Pagamos e voltamos pra casa, pois já estava chovendo, como Justin tinha dito.
Austin: Tchau Carly. Até amanhã. - Ele acenou e foi pra casa.
Entrei em casa e Bob veio correndo até mim. Peguei ele no colo e fui ver se tinha alguém em casa.
Minha mãe não tinha chegado ainda, então fiquei brincando com Bob ali na sala.
[...]
A porta abriu e Bob foi correndo até lá. Era minha mãe, que tinha acabado de chegar com algumas bolsas.
Carly: Pensei que não vinha mais pra casa dona Lauren. - Peguei algumas bolsas da mão dela.
Lauren: Depois de sair com Robert decidi ir no shopping e comprar algumas coisas.
Carly: E comprou alguma coisa pra mim? - Disse olhando dentro das bolsas.
Lauren: Sim, estão dentro dessa 3 sacolas aí. Vou pedir pizza pra gente hoje ok? - Ela largou algumas sacolas em cima do sofá e pegou o telefone.
Carly: Ok. Vou subir. - Dei um beijo na bochecha dela e fui pro meu quarto.
Joguei tudo que tava dentro das bolsas em cima da cama. Minha mãe tinha comprado bastante roupas e acessórios para mim. Também tinha uma revista com o Justin na capa e uma roupa nova pro Bob. Ri quando vi ela. Era tão fofinha.
Guardei tudo e decidi ir tomar banho. Peguei meu pijama e tomei um banho rápido e quente.
A pizza logo chegou e eu e minha mãe comemos, enquanto conversávamos. Depois escovei meu dente e fiquei lendo a revista até o sono chegar.

Mais uma vez, obrigada pelos comentários. Fico feliz que estejam gostando.
5 comentários pro próximo.

24/05/2012

Hate Or Love?: Capítulo 2 - New York

3 comentários: | |
Tumblr_ld9ty8uyer1qf7ikto1_500_large


Greyson: Vamos Ale, acorda. Já são 5:15. Vamos perder o voo se você não levantar. - Greyson me chacoalhava.
Alexa: Será que eu nunca vou acordar antes de você. - Greyson riu.
Levantei e prendi meu cabelo em um coque mal feito. Fui até minha mala e peguei uma roupa quente e confortável. Tomei meu banho e me vesti, depois calcei um all star branco.
Penteei meu cabelo e passei lápis de olho, apenas.
Greyson: Está pronta?
Alexa: Sim, só vou guardar minhas coisas na mala. - Ele assentiu.
Peguei algumas coisas minhas que estavam espalhadas pelo quarto e coloquei dentro da mala.
Greyson: Agora podemos ir?
Alexa: Agora sim.
Descemos com as nossas malas e Daniel estava na recepção. Fechamos a conta e fomos para o aeroporto. No caminho paramos para tomar café.
[...]
Daniel: Vou fazer o check-in. Me esperem aqui. - Assentimos e ele saiu.
Greyson: Animada pra ver o seu Justinzinho? - Ele disse sorrindo.
Alexa: Você não é nem um pouco idiota né? - Disse em tom de ironia e ele riu.
Greyson: Relaxa, amanhã você vai ver ele.
Alexa: Aff, deixa de ser idiota. - Coloquei meu fone de ouvido e Greyson saiu rindo. Não me importei em saber onde ele tinha ido.
xxx: Oi. - Uma garotinha estava parada na minha frente, com uma câmera, um CD e uma caneta.
Alexa: Oi fofa. - Tirei meu fone de ouvido.
xxx: Pode tirar uma foto comigo?
Alexa: Claro. - Ela me entregou a câmera e eu tirei a foto.
xxx: Greyson está com você?
Alexa: Sim, ele saiu pra comprar alguma coisa, mas já deve... Ah, olha ele lá. - Apontei para Greyson e ela correu até ele e o abraçou. Pude ver ele autografar o CD e depois tirar uma foto, e a garotinha foi correndo até sua mãe.
Greyson: O Daniel não voltou ainda? - Ele sentou do meu lado, segurando um pacote de salgadinhos e alguns doces.
Fiz que não com a cabeça e coloquei meu fone. Ele ficou comendo seu salgadinho até Daniel chegar.
Daniel: Fiz o check-in, mas ainda falta 20 minutos pro nosso voo. - Ele sentou do lado de Greyson. - Não vai comer nada Ale?
Alexa: Não, obrigada.
Daniel: Vou lá comprar alguma coisa pra mim. - Ele levantou.
Alexa: Pensando bem, vou querer um milkshake de morango. - Ele assentiu e saiu.
Continuei escutando músicas e Greyson comendo seu salgadinho do meu lado.
"Última chamada para o voo 551 com destino a Nova York"
Uma voz ecoou pelo aeroporto. Era nosso voo. Pegamos nossas malas e fomos até o portão de embarque. Entramos no avião e ficamos esperando Daniel.
"Vamos decolar em 10 minutos"
A aeromoça avisou.
Alexa: Grey, cade o Daniel? Ele vai perder o voo. - Disse cutucando ele, que estava com fone de ouvido.
Greyson: Relaxa, ele já deve tá chegando. - Ele não me deu muita importância e eu comecei a ficar nervosa. Imagina se ele perde o voo? Eu e Greyson iriamos ficar sozinhos em NY. Eu já fui pra lá algumas vezes, mas não sei como andar lá. Aaah Daniel, chega logo.
Daniel: Cheguei. - Ele entrou sorrindo e sentou na poltrona atrás da de Greyson. Suspirei aliviada e então coloquei meus fones. Ainda tinha 14 horas de voo pela frente, então iria fazer o que Greyson já fazia a alguns minutos: dormir.
[...]
Acordei e Greyson não estava do meu lado. Olhei pra trás e Daniel estava dormindo. Greyson voltava do banheiro.
Olhei as horas e eram 13h. O voo iria chegar às 20h, pois o voo do Japão para NY dura 14 horas.
Greyson chegou e sentou do meu lado.
Greyson: Ainda bem que acordou. Estou com tédio.
Alexa: E eu estou com fome. - Na hora que disse isso uma aeromoça chegou perguntando se queriamos alguma coisa. Nós rimos e ela ficou sem entender nada.
Pedimos cachorro-quente e refrigerante, ela assentiu e saiu, voltando pouco tempo depois com nosso pedido.
Greyson: Aaah, esse cachorro quente é muito bom. - Ele disse comendo o dele rapidamente e se sujando.
Greyson: Vai com calma Grey. - Disse rindo.
Greyson: É sério, tá muito bom. Acho que vou pedir mais um. - Ele fez sinal para a aeromoça, que veio até nós. Ele fez o pedido e ela se foi. Continuei comendo o meu, enquanto Greyson tomava refrigerante. Ás vezes ele come demais, e eu fico me perguntando como cabe tanta comida dentro daquele ser tão magro.
[...]
7 horas se passaram e o voo tinha acabado de chegar. Havia alguns paparazzis no aeroporto, mas não muita coisa, pois já era 2h da madrugada.
Entramos no nosso táxi e fomos para o hotel. Daniel fez o nosso check-in e entregou a chave do nosso quarto. Subimos e largamos nossas malas pelo quarto. Peguei uma roupa e fui tomar banho, enquanto Greyson olhava a vista do nosso quarto, que dava pra ver grande parte de NY.
Saí do meu banho quente, escovei meu dente e fui direto dormir. Amanhã iríamos encontrar Justin e sua equipe, infelizmente.


Desculpem estar demorando a postar, mas estou com muito trabalhos para fazer. Está sendo tudo muito corrido lá na escola. Espero que vocês entendam.
5 comentários pro próximo.

20/05/2012

IB: Little London Girl - Capítulo 34

4 comentários: | |
  

Descemos do carro e fomos até a casa. Justin tocou a campainha e uma mulher morena atendeu. Era a empregada.
xxx: Oi Sr. Justin. Pode entrar.
Justin: Já disse que não precisa me chamar de Senhor, Anne. - Ela sorriu e nós entramos na casa.
xxx: Jaden está em seu quarto. Pode subir. - OMB! Esse era o sitio dos Smith. Vou infartar, socorro.
Carly: Justin, porque não me falou que esse sitio era dos Smith? - Disse enquanto subíamos a enorme escadaria.
Justin: Porque queria fazer surpresa. - Ele riu.
Carly: Você é louco, me deixa vim conhecer o Jaden vestida assim. Se eu soubesse teria colocado uma roupa melhor.
Justin: Você tá linda assim. - Ele me deu um selinho e bateu na porta do quarto do Jaden, que mandou entrar.
Entramos e Jaden estava sentado em uma poltrona jogando video game. Ele estava com uma calça jeans, sem camisa, com um supra preto e um boné de aba reta.
Justin: Isso é jeito de nos receber. - Ele tampou meu olho e eu ri.
Jaden: Foi mal bro, esqueci que vocês vinham. - Ele pegou uma camisa em cima da cama e a vestiu. Eles fizeram o "toque secreto" do Justin.
Justin: Essa é a Carly. - Ele me apresentou a Jaden.
Jaden: A famosa Carly. Justin fala muito bem de você. - Ele me abraçou e eu sorri. Véi, eu estava sem reação. Era o Jaden Smith, entendeu? JADEN SMITH. Ai meu Deus, me socorre.
Justin: Vamos ensinar ela a dirigir?
Jaden: Você vai ensinar né, porque eu só tenho 13 anos e mal sei rodar um volante. - Nós rimos.
Justin: Então vamos lá. - Nós descemos e fomo até a parte de trás da casa, onde tinha alguns carrinhos de golfe guardados.
Justin: Carly, dirige esse carrinho só pra você treinar sua cordenação. Depois eu te ensino o resto. - Assenti. Eu e Justin fomos na frente e Jaden foi atrás.
Carly: Que responsabilidade. Dirigindo pro Justin Bieber e pro Jaden Smith. Quem diria. - Eles riram.
Jaden: Não vai colocar nossa vida em risco heim.
Carly: Relaxa. - Eles riram de novo.
[...]
Ficamos algumas horas dirigindo aquele carrinho e então decidimos parar, já que estava ameaçando chover.
Justin: Tenho que ir embora agora. Valeu, cara. - Eles fizeram o "toque secreto" novamente.
Carly: Tchau Jaden. Obrigada. - Lhe dei um abraço.
Jaden: Tchau. Vamos sair juntos qualquer dia.
Justin: Pode deixar. Te ligo pra marcarmos. Tchau bro.
Entramos no carro de Justin e ele dirigiu pra minha casa. Ficamos cantando algumas músicas que tocavam no rádio até chegar em casa. Justin parou o carro em frente a minha casa e foi até a porta comigo.
Justin: Shawty, eu vou ter que viajar hoje à noite e volto na terça de manhã só. - Ele abaixou a cabeça.
Carly: Hey, não abaixe a cabeça. É o seu trabalho. Eu entendo. - Lhe dei um selinho e ele sorriu.
Justin: Eu juro que vou compensar esse dias que vou ficar fora. - Eu sorri e ele me deu um beijo.
Carly: E você vai viajar pra onde?
Justin: Texas. Vou dar algumas entrevistas apenas. - Ele olhou as horas no relógio de pulso. - Tenho que ir shawty. Até terça. - Ele me beijou.
Carly: Até. - Disse assim que paramos o beijo. Justin entrou no carro e mandou um beijo no ar. Sorri e ele deu a partida. Entrei em casa e fui fazer um sanduíche. Coloquei no prato e depois coloquei refrigerante em um copo. Fui para o meu quarto e fiquei assistindo TV enquanto comia.

Demorou, mas está aí. Fiquei muito feliz com os comentários de vocês *-*

5 comentários pro próximo.

17/05/2012

Hate Or Love?: Capítulo 1 - Japão

12 comentários: | |
Tumblr_m3xmcl4tel1qcihlyo1_500_large

Greyson: Vamos Alexa. Eu vou me atrasar se você não levantar. - Esse era Greyson tentando me tirar da cama. Uma missão quase impossível quando eu fui dormir às 4 horas da madrugada, pois estava conversando com Stephanie pelo Skype.
Alexa: Você me venceu. Vou levantar. - Baguncei seu cabelo de leve e levantei daquela deliciosa cama do hotel.
Greyson: Hey, eu demorei um tempão para arrumar esse cabelo. - Ele foi emburrado até o espelho, tentando colocar os fios novamente no lugar. Ele odiava quando eu fazia isso, mas eu adorava.
Fui até minha mala e joguei tudo pra fora, procurando alguma roupa que me agradasse. Depois de muito custo encontrei e fui até o banheiro. Tomei banho e me vesti. Saí do banheiro penteando o cabelo e Greyson estava mexendo em seu iPad.
Alexa: O que temos para hoje? - Peguei minha linda maleta de maquiagem roxa.
Greyson: Entrevista com um canal de televisão e depois coletiva de imprensa, mas antes vamos tomar café com Daniel. - Ele disse sem tirar os olhos da tela do iPad. Daniel era o empresário do Greyson e ele era como um segundo pai para nós, já que estávamos sempre viajando juntos.
Alexa: Legal. Vamos sair depois? - Disse enquanto passava lápis de olho, me olhando no espelho do quarto.
Greyson: Quer ir aonde?
Alexa: Sei lá. Apenas sair por aí e conhecer o Japão. - Estávamos em Tóquio, onde Greyson já tinha dado várias entrevistas. Amanhã viajaremos para Nova York, onde Greyson terá mais alguns compromissos.
Greyson: Tudo bem. Vou falar com Daniel. - Assenti e guardei minhas maquiagens. Peguei meu iPhone e coloquei na minha bolsa.
Alexa: Vamos? - Disse enquanto pegava a chave do quarto.
Greyson: Sim. - Ele desligou o iPad e colocou dentro de sua mala. Descemos até o restaurante, onde Daniel já nos esperava.
Daniel: Oi crianças. Dormiram bem?
Greyson: Melhor impossível. - Nos sentamos.
Daniel: Está muito bonita Alexa. - Ele sorriu. Daniel era sempre muito gentil.
Alexa: Obrigada Daniel. Você também está.
Daniel: Vão querer comer o que?
Greyson: Waffles com suco de laranja.
Daniel: E você Alexa?
Alexa: Pode ser o mesmo.
Daniel fez os pedidos, que não demoraram a chegar.
Daniel: Vou chamar o motorista. Me esperem no saguão do hotel. - Assentimos e ele saiu. Fomos até o saguão do hotel e nos sentamos em um sofá de couro branco.
Alexa: Vamos tirar uma foto pro meu Instagram?
Greyson: Tudo bem.
Greyson sentou do meu lado e eu tirei a foto. Depois postei-a.
Sou viciada em Instagram. Gosto de tirar foto de tudo e postar para meus seguidores, que são +/- uns 30 mil. Alguns famosos me seguem, como o Justin Bieber. Mas foda-se, ele é um otário.
Daniel: Greyson, Alexa, vamos logo. O motorista já está esperando. - Daniel nos chamou, me despertando dos meus pensamentos. Entramos no carro e fomos até o local onde seria as entrevistas, onde tinha muitas fãs.
Daniel: Tomem cuidado. Por mais que elas amem vocês, podem machucar. - Assentimos e saimos do carro. As meninas empurravam bastante, por isso tivemos que passar correndo.
Depois que entramos fomos até o camarim de Greyson.
Greyson: To muito gato né? - Ele disse se olhando no espelho.
Alexa: Demais. - Disse em tom de ironia e ri. Greyson olhou para mim e bufou, em seguida sentou do meu lado no sofá do camarim.
xxx: Greyson, você entra em 5 minutos. - Uma mulher baixa e muito bonita avisou Greyson.
Greyson: Vou lá. Quando eu voltar nós vamos em algum lugar. - Assenti e Greyson saiu. Continuei ali mexendo no meu iPhone até a entrevista terminar. Assim que terminou, Greyson veio até mim.
Greyson: Vamos?
Alexa: Sim. Cadê o Daniel? - Levantei e guardei o iPhone na minha bolsa.
Greyson: Tá esperando lá fora. - Greyson saiu e eu o segui. Entramos no carro.
Alexa: Daniel, vamos dar uma volta por aí?
Daniel: Tudo bem, mas vamos ficar dentro do carro porque tem muitas fãs por aqui.
Greyson: Ok.
O motorista deu a partida e começou a andar por vários lugares. Tirei várias fotos e as vezes nós parávamos em algum lugar para tirar fotos. Depois tínhamos que voltar para o hotel, onde nós iríamos almoçar.
Greyson: Eu vou lá em cima e já volto. - Assentimos e Greyson subiu correndo, nos fazendo rir.
Daniel pediu o almoço e enquanto esperavamos o celular dele tocou. Não estava me importando com a conversa até ouvir o nome Justin, o que me fez parar de mexer em meu celular e olhar para Daniel, que riu assim que percebeu que eu o fitava.
Daniel: Saudades do Justin? - Ele desligou o celular e guardou, depois riu.
Alexa: Usou o que hoje? Nem lembrava mais daquele ser até você falar dele. - Menti. Vou contar o que aconteceu entre mim e Justin há 2 anos: Eu e Justin éramos muito amigos e estávamos sempre juntos. Depois de algumas semanas saindo, ele me pediu em namoro. Eu aceitei achando que ele era a pessoa mais maravilhosa do mundo, mas me enganei. Depois de 3 meses, Justin se tornou uma pessoa arrogante e não ligava mais pra mim. Ele me traiu com a Selena e eu descobri quando vi eles se beijando no hotel em que estávamos. Eu terminei com ele e a partir daí nós nunca mais nos falamos e Justin se esqueceu das suas origens e dos seus fãs.
~flashback on~
Justin: Ale, você é a pessoa mais especial do mundo pra mim. Eu não consigo mais parar de pensar em você. Quer ser a minha namorada? - Nós estavamos no gramado do hotel, em um piquenique. Justin disse isso e pegou uma caixinha de veludo preta com um anel lindo dentro. Eu estava sem reação, não esperava isso. Ele era essencial na minha vida.
Alexa: Sim, eu aceito. - Eu o beijei, como nunca tinha beijado ninguém.
Justin parou o beijo e estava sorrindo. Aquele sorriso nunca iria sair da minha mente. Era o mais lindo que já vi.
~flashback off~
Daniel: Terra chamando Alexa. - Ele passou a mão em frente ao meu rosto, me 'despertando'.
Alexa: Ahn? - Daniel estava rindo.
Daniel: Achei que tinha perdido sua alma por aí. - Ele riu, me fazendo rir também.
Greyson chegou e sentou.
Greyson: Perdi o que? - Ele bebeu um pouco do refrigerante.
Daniel: Nada de mais.
Alexa: Não vai nos contar sobre a ligação?
Greyson: Qual?
Daniel: Scooter me ligou. Justin escutou seu CD e quer fazer uma parceria com você pro novo álbum dele.
Alexa: Aff, aquele imbecil só lembra dos outros quando vai ganhar algo. Você vai fazer Grey?
Greyson: Não sei, mas acho que sim. O que você acha Dani?
Daniel: Eu acho que você deve fazer. Vai te dar bastante reconhecimento.
Alexa: Aff. - Bufei e bebi um pouco do refrigerante. Não suporto aquele garoto. Ele é mesquinho e quando tá perto daquela vassoura piora mais ainda.
O garçom trouxe nosso almoço e nós comemos. Depois fomos pro quarto do hotel, para descansar um pouco.
Alexa: Sério mesmo que vai gravar com o Justin? - Disse olhando para Greyson, que estava colocando o iPhone para carregar.
Greyson: Sim. - Ele não se importou muito com a minha pergunta.
Alexa: Aff, ele é um idiota.
Greyson: Ale, não é porque você não gosta do Justin que eu não vou fazer a parceria com ele. Eu também acho ele um idiota, mas vai ser muito bom pra minha carreira.
Alexa: Você que sabe. - Fui para a sacada do quarto e sentei em um banco. Peguei meu iPhone e coloquei algumas músicas para tocar.
Fiquei ali por alguns minutos até Greyson me chamar.
Greyson: Vou fazer algumas entrevistas lá no saguão do hotel. Vai querer ir?
Alexa: Não. Vou dormir um pouco. - Ele assentiu e saiu.
Levantei do meu confortável banco e tirei meu sapato. Deitei na minha cama, que era do lado da cama do Greyson, e dormi rapidamente.
[...]
Acordei e peguei meu celular em cima do criado-mudo. Eram 20h e não tinha ninguém no quarto além de mim. Sentei na cama e passei as mãos no meu cabelo, arrumando-o.
Liguei para o restaurante e pedi para que entregassem um hambúrguer, refrigerante e alguns doces aqui no quarto. Peguei o meu iPad e deitei novamente na cama. Fiquei mexendo nele enquanto esperava a comida.
xxx: Serviço de quarto! - Bateram na porta e eu fui correndo abrir. O garçom colocou o que eu tinha pedido em cima da mesa e dei-lhe uma gorjeta.
Comi enquanto trocava mensagens com Stephanie no celular. Ela iria nos encontrar em Nova York.
Terminei de comer e fui tomar banho. Revirei minha mala e peguei um pijama, já que não ia mais sair.
Tomei um banho quente, me vesti e voltei a mexer no iPad.
De repente Greyson entra no quarto rindo.
Alexa: Posso saber do que o sumido está rindo?
Greyson: O Daniel é muito lerdo. Ele tropeçou nas bolsas de uma senhora que estavam no chão em frente ao quarto dela e ela ainda bateu nele com a bolsa. - Greyson disse em meio aos risos e eu ri também.
Greyson: Vou tomar banho para dormir. Amanhã vou te acordar 5h porque temos que ir para NY e a viagem dura 14 horas. - Ele disse pegando uma roupa na mala.
Alexa: Ok. Vou dormir agora. Vê se não me acorda. - Ele riu e saiu. Desliguei o iPad e então dormi.

O primeiro capítulo foi bem grande. Me digam o que acharam.
5 comentários pro próximo.

Hate Or Love? - Sinopse + Notas Iniciais + Personagens

3 comentários: | |

Sinopse: 
Alexa Chance é irmã de Greyson Chance. Alexa e Justin se conheceram nos bastidores do programa da Ellen DeGeneres, onde Greyson foi se apresentar. Justin tinha apenas 16 anos e foi muito carismático e divertido. Eles tiveram um rápido namoro, mas Alexa terminou com Justin pois ele não era mais a mesma pessoa. Justin mudou e se tornou uma pessoa fria e que só quer se promover. Atualmente namora Selena Gomez que é a pior do que ele. Depois que Greyson lança seu primeiro álbum, intitulado Hold On 'Til The Night, ele começa a ganhar reconhecimento. Justin quer fazer uma parceria com Greyson e a partir daí tudo começa a mudar na vida de Alexa. E na de Justin.

Personagens:
  • Alexa Chance (imaginem ela com o cabelo tipo o antigo da Miley): Tem 16 anos e é a irmã mais velha de Greyson Chance. É carinhosa com todos e adora fazer novas amizades. Toca violão, guitarra, bateria e anda de skate. Apesar de estar sempre rodeadas de pessoas famosas, por conta de seu irmão, nunca se deixou levar por causa disso. Gostava do Justin Bieber, mas depois que ele se tornou uma pessoa mesquinha, não quer nem olhar na cara dele.
  • Greyson ChanceÉ irmão mais novo de Alexa e começou a carreira de cantor há apenas 2 anos. Acaba de lançar seu primeiro CD, que recebeu vários elogios de vários famosos. Greyson e Melissa são muito próximos e a diferença de idade deles é de apenas 1 ano.
  • Justin BieberO maior astro da música pop do momento. Começou sua carreira há 3 anos e com apenas 15 anos. No começo de sua carreira era uma pessoa maravilhosa, mas depois de um tempo deixou a fama subir a sua cabeça. Namora Selena Gomez, que assim como o namorado, se tornou uma pessoa mesquinha.
  • Selena GomezEx atriz da Disney e cantora pop. É namorada de Justin Bieber e só pensa em ficar mais rica e famosa. Não liga para seus fãs e sempre troca suas "amigas" por pessoas mais famosas.
  • Stephanie MorrisMelhor amiga de Melissa e Greyson. Tem 16 anos e sempre que pode viaja com eles. Stephanie é bonita, brincalhona e adora sair com os amigos.

Notas Iniciais:
  1. Greyson tem uma irmã chamada Alexa de 16 anos na vida real, mas não é essa da foto. Eu apenas usei o nome.
  2. Greyson também tem um irmão de 19 anos na vida real, mas eu não quis colocá-lo na história.
  3. Sim, eu sou fã do Greyson :)
  4. Justin não vai ser um imbecil na história toda. Depois ele muda.
  5. Selena não vai mudar.
  6. Mais personagens vão aparecer. Conforme eles forem aparecendo, eu vou colocando fotos.
  7. Essa IB não vai ser postada todos os dias, apenas a Little London Girl.
  8. Eu só posto quando os capítulos tiverem 5 comentários.
  9. É isso. Espero que gostem.

14/05/2012

IB: Little London Girl - Capítulo 33

7 comentários: | |
  

Acordei e.. oh, não. A música! Dormi sem querer ontem.
Levantei e fui correndo pro computador. Coloquei no YouTube e digitei na caixa de pesquisa: "My Angel - Carly Miller"
Meu vídeo estava em primeiro lugar. Cliquei nele e enquanto carregava, abaixei a página.
Lauren: QUE BARULHO FOI ESSE CARLY? - Minha mãe gritou lá de baixo, pois fiz um barulho muito alto quando caí da cadeira. Sim, eu me assustei ao ver que minha música já tinha sido escutada 500 mil vezes em apenas 11 horas e 27 minutos. Eu preciso contar pra minha mãe.
Desci correndo e fui até a sala, onde minha mãe estava vendo televisão.
Carly: Hey mãe, você viu... - Disse ofegante, mas ela me interrompeu.
Lauren: Shiuuuu. - Ela apontou para a TV, onde estava passando uma entrevista com o Justin.
~entrevista on~
Apresentador: Você ouviu o primeiro single de Carly Miller, certo?
Justin: Sim, eu ouvi.
Apresentador: E você já viu quantas visualizações tem?
Justin: Não, ainda não tive tempo para entrar na internet hoje. - O apresentador pegou um iPad e mostrou pra ele.
Justin: Wow, 500 mil? Tá fazendo mais sucesso que eu. - Eles riram, me fazendo rir baixo.
~entrevista off~
Lauren: Carly, minha filha, porque não me contou isso?
Carly: Eu estava vindo de contar. - Sorri e ela me abraçou e começou a me rodar. Rimos.
Lauren: Vai tomar banho para tomarmos café. - Ela levantou e saiu em direção a cozinha.
Subi correndo e fui direto para o banheiro. Tomei um banho quente e fui para o meu quarto enrolada na toalha. Peguei uma roupa simples, porém bonita. Hoje Justin viria aqui para me ensinar a dirigir.
Me vesti (n/a: imagine que é um short) e calcei um tênis.
Desci correndo e fui para a cozinha, onde minha mãe estava terminando de arrumar a mesa.
Carly: Hmm que delicia. - Disse passando Nutella em um pão. Minha mãe sorriu e sentou depois.
Lauren: Vai sair hoje?
Carly: Sim. Justin vai me ensinar a dirigir. E você? - Ela sorriu e pareceu pensativa.
Lauren: Vou sair com um amigo.
Carly: Amigo senhora Lauren? Me conte mais sobre isso.
Lauren: Não tem nada de mais.
Carly: Sei. - Disse em tom de ironia e minha mãe bufou.
Terminamos de tomar café e ajudei minha mãe com a louça. Depois subi para escovar o dente, já que não escovei antes pois acho que a comida fica com um gosto ruim.
[...]
Alguém buzinou lá fora e eu fui ver quem era, achando que era o Justin. Olhei pela janela e vi um carro prata muito bonito. Vi que não era Justin e então voltei para o sofá. A campainha tocou.
Lauren: DEIXA QUE EU ATENDO! - Minha mãe veio correndo e colocando um brinco. Parou em frente a porta, ajeitou a roupa e suspirou antes de abri-la. Ri abafado.
Minha mãe abriu a porta e pude escutar que ele deu um beijo na bochecha dela.
Lauren: Carly, esse é Robert. - Me levantei para cumprimentá-lo e então pude ver ele direito. Era um homem bonito, óbvio que não era melhor do que o meu Justin. Aparentava ter uns 37 anos e também parecia ter muito dinheiro.
Robert: Prazer em conhecê-la Carly. - Ele apertou minha mão.
Carly: O prazer é meu. - Sorri.
Lauren: Carly, eu vou sair com Robert. Se comporte aí com Justin.
Carly: Pode deixar, mãe. Se divirta. - Pisquei pra ela, que sorriu e saiu.
Fiquei brincando com Bob até ouvir a campainha. Atendi e era Justin, que me beijou quando eu abri a porta, mantendo seu costume.
Justin: Viu? Eu disse que iam gostar da sua música. - Ele me abraçou e entrou.
Carly: Tomara que continuem gostando né. - Ri.
Justin: Pronta pra sua aula de pilotagem? - Ele acariciou Bob, que pulava na perna dele.
Carly: É né. Vamos ver no que vai dar isso. - Ele riu.
Fechei a casa e entramos no carro de Justin.
Carly: Pra onde vamos?
Justin: Em um sítio de um amigo. Lá você vai poder dirigir sem problemas. - Ele olhou pra mim e sorriu.
Carly: E você vai deixar eu dirigir seu querido carro cromado?
Justin: Só quando você aprender. Primeiro você vai dirigir um carrinho de golfe.
Carly: Oh Deus... - Nós rimos.
Justin dirigiu mais um pouco e então chegamos no tal sitio, que parecia mais uma mansão.
Carly: Jus, de quem é esse sitio? - Disse olhando ao redor. Era lindo.
Justin: Você já vai ver. - Ele disse e riu, me deixando ainda mais curiosa.
Justin dirigiu um pouco mais e então parou em um pequeno estacionamento. Saímos do carro e Justin tocou a campainha. Quem é esse tal amigo? Não é ninguém comum, com certeza.

5 comentários pro próximo. Espero que gostem :)

12/05/2012

IB: Little London Girl - Capítulo 32

7 comentários: | |
    


Justin me envolveu e ficou fazendo carinho na minha cabeça. Ficamos assim até a metade do filme, que era comédia romântica.
Justin: Seu aniversário está chegando né?
Carly: É, falta 2 semanas.
Justin: E você vai fazer festa, ou algo assim?
Carly: Não sei. Meus parentes estão longes.
Justin: Hm.. - Ele parecia pensativo, o que me fez sorrir.
Justin: Você precisa aprender a dirigir.
Carly: O que você está planejando Dr. Bieber?
Justin: Nada de mais Senhora Bieber. - Ele riu e depois me deu um selinho.
Continuamos a assistir o filme, que acabou em poucos minutos.
Justin: Eu tenho que ir agora shawty. Amanhã vamos começar nossa aula de pilotagem. - Ele me beijou.
Carly: Aula de pilotagem?
Justin: Sim. Você vai fazer 16 anos e precisa tirar sua carteira de motorista. - (Nos EUA as pessoas podem tirar carteira de motorista com 16 anos.)
Carly: É verdade.
Justin: Agora tenho que ir. - Ele levantou.
Carly: Eu te levo até a porta. - Levantei também e fui com ele até a porta. Nos despedimos e esperei ele virar a esquina para entrar em casa.
Peguei as tigelas e coloquei na lava-louças e depois arrumei a sala.
Subi a escada correndo e fui para o meu quarto. Bob veio correndo atrás de mim e pulou em cima de sua caminha. Ri e acariciei sua cabeça.
Depois liguei o computador e entrei nas minhas redes sociais, como sempre só tinha perguntas sobre mim e Justin. Respondi algumas e entrei no msn. Andrew estava lá.
~msn on~
Carly: Heeey And.
Andrew: Oi fofa. Como está?
Carly: Bem e você?
Andrew: Estou ótimo. E você já pensou no que vai fazer no seu aniversário?
Carly: Vou fazer nada. Apenas ficar com meus amigos.
Andrew: Vou ver se dá pra mim ir aí.
Carly: Sério?
Andrew: Sim. Minha mãe vai ver se consegue comprar a passagem.
Carly: Awn que lindo. Espero que você venha. To com saudades.
Andrew: Eu também pequena. Agora tenho que sair. Marquei de sair com a minha namorada. Tchau fofinha.
Carly: Tchau lindinho :)
~msn off~
Meu celular tocou e eu atendi. Era Scooter.
~ligação on~
Scooter: Oi Carly. É o Scooter.
Carly: Hey Scoot.
Scooter: Fizemos umas mudanças de planos e seu single vai ser lançado hoje às 23h. O Fredo terminou antes do previsto.
Carly: Ah, que ótimo. Vou ficar acordada até lançarem. Onde vão colocar?
Scooter: Vamos colocar no YouTube e marcamos um photoshoot (sessão de fotos) para você na segunda-feira depois da aula. Anote em algum lugar.
Carly: Ok. Obrigado Scoot.
Scooter: De nada Carlynha. - Carlynha? Ri do apelido, fazendo ele rir também.
Scooter: Tenho que desligar. Tchau.
Carly: Tchau.
~ligação off~
Abri uma gaveta da minha escrivaninha e peguei um bloco de anotações. Anotei o horário do photoshoot e preguei na cabeceira da minha cama.
Escutei a porta da sala bater e fui ver quem era. Era minha mãe.
Lauren: Oi filha.
Carly: Demorou muito heim mãe. - Dei-lhe um beijo na bochecha.
Lauren: Tive que refazer um projeto. Mas e você? Fez o que a tarde?
Carly: Assisti filme com Justin e depois fiquei mexendo na internet.
Lauren: Você melhorou?
Carly: Apenas meu nariz continua entupido. Tenho 3 novidades.
Lauren: Vamos pra cozinha. Vou fazer o jantar e você me conta. - Segui minha mãe até a cozinha e sentei em um dos bancos do balcão, enquanto minha mãe pegava algumas panelas no armário.
Carly: A primeira é que eu falei com Andrew e talvez ele vem pra cá no meu aniversário.
Lauren: Sério? Sua tia vem também? Como eles estão? - Ele disse rapidamente.
Carly: Calma senhora Lauren. - Gargalhei. - Minha tia não vem, só ele. Eles estão bem e Andrew está namorando.
Lauren: O Andrew namorando? Quem diria.. - Nós rimos.
Carly: A segunda é que meu single vai ser lançado hoje às 23h.
Lauren: Não ia ser segunda?
Carly: O Fredo terminou antes do previsto.
Lauren: Ótimo e qual a terceira?
Carly: Segunda vou fazer um photoshoot.
Lauren: Aaaaaah. Sério? - Ela disse super animada e eu ri.
Carly: Sim. Vou depois da escola.
Lauren: Que lindo. Eu quero TODAS as fotos. - Ela deu ênfase ao 'todas'.
Carly: Pode deixar. - Pisquei. Ela sorriu e voltou a fazer a janta.
Fui ver televisão enquanto isso. Fiquei alguns minutos assistindo Victorius e então minha mãe me chamou para jantar.
Jantamos e eu ajudei ela com a louça. Depois subi e me arrumei para dormir. Deitei e fiquei usando a internet no celular. Acabei dormindo antes das 23 horas.


Não ficou bom, eu sei :s 5 comentários pro próximo.

09/05/2012

IB: Little London Girl - Capítulo 31

10 comentários: | |
  

~Narrado por Carly~
Acordei do meu terceiro sono do dia e olhei as horas no relógio. 17h. Decidi levantar e tomar banho. Já estava enjoada de ficar ali. Fui cambaleando até o banheiro e tomei um banho morno. Depois me vesti, penteei meu cabelo e escovei o dente.
Desci e minha mãe estava sentada no sofá da sala lendo uma revista de decoração. Sentei do lado dela e coloquei minha cabeça em seu ombro.
Lauren: Está se sentindo melhor filha? - Ela beijou minha testa.
Carly: Bem melhor do que quando acordei.
Lauren: Amanhã já vai estar melhor. Você não quer me contar sobre sua futura carreira musical? - Bob ficou me pedindo colo e eu o peguei.
Carly: Não tem mais nada de mais. Eu apenas gravei meu primeiro single, mas ainda não está pronto.
Lauren: E quando vai ser lançado?
Carly: Segunda de manhã.
Lauren: Awn que lindo, minha filha se tornando uma cantora. - Ela me abraçou bem forte, me fazendo rir.
Carly: Mãe, não faça isso. - Ela me soltou e nós rimos.
O celular da minha mãe tocou e ela saiu para atendê-lo. Fiquei brincando com Bob enquanto isso. Minha mãe voltou depois de alguns minutos.
Lauren: Carly, meu chefe ligou e eu vou ter que dar uma saída. Se eu for demorar te ligo. - Ela disse guardando o celular dentro da bolsa.
Carly: Ok.
Lauren: Se você se sentir mal, me avisa. E juízo heim.
Carly: Mãe, eu já tenho quase 16 anos. - Eu ri e ela me deu um beijo na bochecha.
Lauren: Tchau. Cuidado. - Ela saiu e eu ri.
O que faria sozinha e com gripe agora? Internet, claro. Subi e fui para o meu quarto. Peguei o notebook e sentei na minha cama, com o Bob dormindo do meu lado.
Entrei no MSN e.. não acredito. Andrew estava lá. Havia tanto tempo que eu não falava com ele.
~msn on~
Andrew: Caaaaaaaaaaaarly, que saudades.
Carly: Eu to com muita saudade de você And. Voltou a internet?
Andrew: Sim. Agora posso entrar aqui todos os dias para te perturbar.
Carly: Awn que lindo você. E como tá as coisas por aí?
Andrew: A mesma chatice de sempre. A única diferença é que eu estou namorando.
Carly: Sério? Quem é a sortuda?
Andrew: Uma garota que estuda comigo. Qualquer dias desses te mostro foto. E você? Como está?
Carly: Estou bem. Também estou namorando.
Andrew: E você acha que eu não sei? O mundo inteiro sabe. Realizou seu sonho né?
Carly: Sim. Ele é tão perfeito. Mais do que nas fotos.
Andrew: Avisa pra ele que se ele magoar minha garotinha eu quebro a cara dele.
Carly: Você sempre protetor como sempre né? Muito fofo você.
Andrew: Tenho que sair Carly. Marquei de sair com uns amigos. Depois eu falo com você. Se cuida.
Carly: Tchau, And.
~msn off~
Conversar com Andrew me fez lembrar de Austin e que eu não falo com ele desde ontem. Decidi ligar para ele.
~ligação on~
Carly: Oi Austin.
Austin: Oi Carly. Pensei que tinha esquecido de mim. - Ele riu.
Carly: Jamais. Como você está?
Austin: Estou ótimo. To em Miami gravando algumas músicas novas. E você?
Carly: Estou em casa com gripe, sem fazer nada. - Escutei a campainha tocar.
Carly: Tem alguém tocando a campainha Austin. Depois falo com você ok? Tchau.
Austin: Tchau Carly. Beijos.
~ligação off~
Fui até a sala e abri a porta. Era Justin que me beijou assim que eu abri.
Justin: Demorei? - Ele entrou com 1 sacola.
Carly: Não. Achei que vinha mais tarde. - Fechei a porta de casa e o segui. Ele foi até a cozinha.
Justin: Trouxe doces e filme, como tinha dito.
Carly: Ok. Eu vou colocar arrumar a comida e você coloca o filme.
Justin: Ok. - Ele me deu um selinho e foi até a sala. Eu peguei toda a comida que ele tinha trago e coloquei em tigelas. Depois peguei refrigerante na geladeira e fui para a sala.
Carly: Colocou o filme?
Justin: Sim. - Ele pegou as coisas da minha mão e colocou em cima da mesinha de centro, depois me ajudou a abrir o sofá-cama. Colocamos alguns travesseiros e cobertores, já que estava frio, e deitamos. Justin deu 'play' e começamos a assistir.

Obrigada por sempre comentarem. Eu sempre leio todos e fico muito feliz. Tentem comentar coisas diferentes de 'continua'. Digam o que realmente acharam do capítulo.
5 comentários para poder postar o outro.

06/05/2012

2 comentários: | |
Olá Beliebers. Muitas de vocês tem blogs certo? Eu estava pensando em fazer parceria com algumas de vocês. Como funciona:
 Quem quiser fazer a parceria, entra em contato comigo por meio dos comentários dessa postagem para resolvermos tudo. Vou colocar o blog de vocês em um lugar dedicado as minhas parcerias e vou estar sempre divulgando em vários lugares. Vocês deverão fazer o mesmo com o meu blog. Quem estiver interessado fala comigo por aqui.

IB: Little London Girl - Capítulo 30

5 comentários: | |
  

Acordei com uma dor de cabeça insuportável e meu nariz estava entupido. Devo ter ficado gripada por causa do frio que estava fazendo quase todos os dias aqui em LA.
Levantei lentamente e fui até o banheiro. Lavei o meu rosto e fui até a cozinha ver se tinha algum remédio.
Carly: Está de folga hoje mãe? - Ela estava tomando café.
Lauren: Hoje é sábado esqueceu?
Carly: É verdade. Mãe, tem algum remédio pra gripe aí?
Lauren: Tem sim. O que você está sentindo? - Ela levantou e abriu uma gaveta.
Carly: Dor de cabeça, dor no corpo e meu nariz está entupido.
Lauren: Toma esse remédio e vai deitar. Depois eu vou lá ver se você está com febre. - Ela me entregou o remédio e eu tomei. Depois subi e deitei novamente.
Meu celular tocou e eu atendi. Era Justin.
~ligação on~
Carly: Oi bebê.
Justin: Oi shawty. Como você está?
Carly: Não muito bem.
Justin: Porque? O que houve?
Carly: Estou gripada.
Justin: Eu vou ficar aí com você.
Carly: Não precisa Biebs. Eu posso passar gripe pra você.
Justin: Não tem importância. Estou indo. Tchau.
Carly: Tchau.
~ligação off~
Por mais que eu insistisse para Justin não vim, ele viria. Justin é muito protetor e eu gosto disso. Isso mostra que ele me ama.
Lauren: Toma, põe o termômetro. - Ela entrou no quarto me despertando dos meus pensamentos.
Coloquei o termômetro e enquanto esperávamos, minha mãe ficou deitada comigo. Acabei pegando no sono.
[...]
Acordei e vi Justin mexendo no meu notebook.
Justin: Hey pequena. - Ele veio até mim e me deu um beijo.
Carly: Está aí a quanto tempo?
Justin: Não tem muito tempo. - Ele deitou do meu lado.
Justin: Está se sentindo melhor? - Ele beijou minha testa.
Carly: Sim. A dor de cabeça e a dor no corpo sumiram.
Justin: Que bom. Amanhã você vai estar melhor.
Carly: Eu espero. - Ele me deu um selinho.
Justin: Eu falei com o Fredo hoje e ele disse que já está terminando de editar a música. Vai ficar pronta antes das 17h.
Carly: Que ótimo. Quando vamos postá-la?
Justin: Segunda bem cedo já vai estar disponível.
Carly: Estou tão ansiosa. Será que vão gostar?
Justin: Tenho certeza que sim. - Ele me aconchegou em um abraço.
Ficamos em silêncio por um tempo, até Justin decidir quebrá-lo.
Justin: Me conte mais sobre sua vida.
Carly: Hm... Eu nasci em Londres e quando eu tinha 2 anos meu pai morreu por causa de uma doença grave no coração. Não me lembro dele, apenas por fotos que ficam na casa da minha avó. Todos os meus parentes moram em Londres e eu tenho uma relação muito boa com eles. O mais próximo de mim é o meu primo Andrew, de 16 anos. Nós somos muito próximos, mas nós estamos a um tempo sem nos falarmos pois deu um problema na internet dele. A mudança para os EUA me separou da minha família, mas por causa da mudança eu consegui encontrar a pessoa que me faz sorrir até mesmo se eu estou triste. - Terminei de falar e Justin estava com o sorriso mais lindo que eu já vi, o que me fez sorrir também.
Justin: Eu sempre vou me lembrar daquela viagem pra Londres. Eu estava cansado, mas eu sentia que aquela viagem ia ser especial. Algo me dizia que eu tinha que ir. Quando eu olhei pra você no meio daquela multidão, eu senti algo diferente. Meu coração bateu mais rápido. E sabe porque eu te encontrei novamente no McDonalds? Porque eu pedi para o motorista seguir o carro da sua mãe. Eu sentia que você era o motivo daquela viagem. A partir daquele dia que eu te encontrei, eu não sou mais o mesmo. Eu penso em você 24 horas por dia e ficar longe de você é um sacrificio. Eu preciso de você como nunca precisei de ninguém Carly Miller. - Ele me beijou como nunca tinha me beijado antes. Eu o amava muito e sempre sonhei com isso. Saber que isso é real é algo mágico.
[...]
Minha mãe bateu na porta, fazendo eu e Justin nos afastarmos.
Lauren: Carly, tome esse remédio. - Ela me entregou um comprimido e um copo d'água. Tomei e então ela saiu.
Carly: Justin, pra que você me ligou aquela hora?
Justin: Era pra saber se você podia ir lá pra casa. Meu pai chegou com os meus irmãos ontem à noite.
Carly: Ah, eu posso ir amanhã, se eu já estiver melhor.
Justin: Não se preocupe. Você vai ter todo o tempo do mundo para conhecê-los. - Ele me deu um selinho.
Justin: Eu tenho que ir à uma entrevista. Depois eu venho aqui e vou trazer filmes e doces. - Ele me deu um beijo.
Carly: Tchau bebê. - Ele sorriu e jogou um beijo para mim. Nós rimos e ele foi embora.
Levantei cambaleando e fui até o banheiro, na volta olhei pela janela e vi Bob correndo no quintal que tinha atrás da minha casa.
Estava me sentindo cansada, então deitei e acabei dormindo de novo.

~narrado por Justin B.~
Saí da casa de Carly e fui direto para a entrevista. Entrei e fui até o camarim, onde fiquei esperando por uns 10 minutos antes de começar.
[...]
Fizeram perguntas sobre Believe, shows, turnê, fãs e claro, sobre Carly.
Apresentador: Recentemente você assumiu seu namoro com Carly Miller, certo?
Justin: Yeah.
Apresentador: Nós ficamos sabendo que ela tem 15 anos. Você não acha que ela é muito nova?
Justin: Quando a gente ama, a idade não importa. E ela vai fazer 16 anos em breve. São apenas 2 anos.
Apresentador: E é verdade que ela é cantora e você está patrocinando ela?
Justin: Sim, ela é uma ótima cantora e seu primeiro single sai na próxima segunda. Não deixe de conferir porque vai ser ótimo.
Ele fez mais algumas perguntas e então a entrevista acabou.
Dirigi até em casa e estava muito cansado, pois não dormi muito bem a noite.
Jazzy: BooBoo, você vai dormir agora? - Ela entrou no quarto.
Justin: Sim. Quer dormir comigo? - Ela fez que sim com a cabeça e deitou do meu lado. Dormimos rapidamente.
~fim da narração de Justin B.~

 5 comentários pro próximo. O que acharam? Comentem coisas diferentes de "Continua". Quero saber o que vocês estão achando e o que querem que aconteça. Beijos ;*